Covid-19 se expande em regiões mais pobres de Campinas

Os mapas de disseminação da Covid-19 em Campinas (SP) apontam que há uma tendência de alastramento da doença no sentido centro-periferia. Regiões sul e leste têm um maior número de casos, e no sudoeste e no noroeste há um progressivo aumento. As mortes de menores de 60 anos aumentam consideravelmente em regiões de alta vulnerabilidade social. A desigualdade, conforme aponta a professora do Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva da Unicamp, Maria Rita Donalísio Cordeiro, é um dos elementos que explicam a tendência, já que fatores como o trabalho informal e a precariedade em saneamento básico dificultam as estratégias de proteção e de isolamento social