Pesquisadores da Unicamp recebem Prêmio Inventor Petrobras

Edição de imagem

Uma equipe composta por um docente e três alunos de pós-graduação do Centro de Estudos do Petróleo (CEPETRO) e da Faculdade de Engenharia Mecânica (FEM) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) foi homenageada no Prêmio Inventor 2022 da Petrobras. O evento aconteceu nesta quarta-feira (16), no Centro de Pesquisas da Petrobras (CENPES), no Rio de Janeiro. Entre os premiados, está o professor da Faculdade de Engenharia Mecânica (FEM-Unicamp) Marcelo Souza de Castro, que já havia recebido o troféu em 2020.

O grupo da Unicamp desenvolveu um sistema inovador para quantificar escoamentos multifásicos (líquido e gasoso) de forma indireta que pode auxiliar na medição de poços profundos de petróleo. A tecnologia é fruto de projeto de cooperação tecnológica desenvolvido com a Petrobras e teve a patente depositada, em 2021, no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), com apoio da Agência de Inovação Inova Unicamp.

A premiação anual da Petrobras está em sua 22ª edição e reconhece a expertise técnica, a competência e o espírito colaborativo dos inventores, que desenvolveram soluções e projetos resultantes em pedidos de proteção, contribuindo para a inovação no setor de óleo e gás da empresa brasileira. Neste ano, foram contemplados 119 depósitos de patentes e 536 pesquisadores. 

Edições anteriores 

A Unicamp também esteve presente nas últimas duas edições do Prêmio Inventor da Petrobras – que ocorreram em formato reduzido nos anos de 2020 e 2021, em função da pandemia de covid-19 –, com outras três tecnologias protegidas com estratégia da Agência de Inovação Inova Unicamp. Os troféus e certificados dessas edições foram entregues por correio para os premiados entre os meses de agosto e outubro deste ano.

No total, seis docentes, dez alunos de graduação e pós-graduação e três pesquisadores ligados à Unicamp foram premiados nos últimos 3 anos, além de pesquisadores parceiros. Entre os laureados, está a professora da Faculdade de Engenharia Química Ana Frattini, atual diretora-executiva da Inova Unicamp. “É uma alegria ter a Unicamp entre os premiados em mais um ano do Prêmio Inventor da Petrobras, esse reconhecimento coroa um intenso trabalho de todos os envolvidos”, disse.

Conheça as tecnologias e inventores premiados pela Petrobras:

2022: Método e sistema para medição de características de um escoamento Multifásico

A presente invenção se refere a método e sistema para medir características de um escoamento multifásico a partir de sinais de vibração estrutural. A área tecnológica de aplicação é a área mecânica, mais precisamente as áreas de mecânica dos fluidos e vibrações, voltadas para a obtenção de características de um escoamento multifásico, como padrão de escoamento, frações das fases, velocidades etc., de forma indireta, a partir de sensores não invasivos.

Inventores: Marcelo Souza de Castro (FEM-Unicamp), Juliana Rangel Cenzi, Charlie Van Der Geest, Daiane Mieko Iceri, Bernardo Pereira Foresti (Petrobras), Adriano Todorovic Fabro (UnB), Marcos Pellegrini Ribeiro (Petrobras), Daniely Amorim Das Neves (UnB), Pedro Henrique De Melo Casado Matos (UnB) e Saon Crispim Vieira (Petrobras).

2021: Composição de fluido ácido divergente para estimulação de reservatório por acidificação matricial

A invenção é uma composição de fluído ácido divergente para uso na estimulação de poços de petróleo durante sua exploração, denominada Quovadis. O invento é utilizado durante a acidificação matricial, com a função de melhorar o rendimento de processos de estimulação de poços em regiões de difícil acesso, além de remover danos permanentes na formação ao redor do poço, possibilitando maior abrangência do tratamento e consequentemente um maior aproveitamento do tratamento.

Inventores: Edvaldo Sabadini (IQ-Unicamp), Renato Nunes De Souza, Manazael Zuliani Jora, Matheus Da Silva Barbosa e Carlos Speglich (Petrobras)

2020: Sistema ultrassônico não intrusivo de medição e caracterização de escoamentos bifásicos

A tecnologia apresenta um sistema de medição e caracterização de escoamentos bifásicos com técnica ultrassônica, voltado principalmente para aplicações de monitoramento de escoamentos (líquido e gás) comuns na produção e transporte de hidrocarbonetos em indústrias de petróleo e gás. O método permite identificar e caracterizar os padrões de escoamento pistonado e bolhas dispersas de forma não intrusiva, com baixas restrições de instalação e operação.

Inventores: Ana Maria Frattini Fileti (FEQ-Unicamp), Valdir Estevam (FEM-Unicamp), Alberto Luiz Serpa (FEM-Unicamp), Maurício De Melo Freire Figueiredo, Felipe De Castro Teixeira Carvalho.

2020: Aparato gerador de espumas de petróleo

Trata-se de um equipamento gerador de espumas por processo de descompressão de óleo pressurizado contendo algum tipo de gás dissolvido na matriz líquida. A invenção pode ser aplicada para auxiliar o controle na área de processos químicos e petroquímicos, mais especificamente na produção de petróleo, ao simular condições de formação de espuma em condições adversas e possibilitar o desenvolvimento de metodologias mais eficientes na produção de petróleo.

Inventores: Marcelo Souza de Castro (CEPETRO-Unicamp), Cesar Costapinto Santana (FEQ-Unicamp), Vanessa Cristina Bizotto Guersoni, Carlos Eduardo Perles, André Blumer Sanchez, Natache Do Socorro Dias Arrifano Sassim, Elói Monteiro Dos Santos, João Batista Vianey Da Silva Ramalho (Petrobras), Osvaldo Karnitz Junior (Petrobras).

Matéria originalmente publicada no site da Agência de Inovação Inova Unicamp.

Imagem de capa
A Unicamp também esteve presente nas últimas duas edições do Prêmio Inventor da Petrobras com outras três tecnologias

twitter_icofacebook_ico

Atualidades

Publicação é uma parceria inédita entre editoras da PUC Campinas e Unicamp; lançamento ocorre em 30 de novembro

As aquisições ampliam a capacidade de oferta de conteúdos de qualidade para a comunidade 

Comitiva liderada pelo reitor Antonio Meirelles esteve no Reino Unido para reforçar a imagem da Universidade e aprofundar as parcerias já existentes

Cultura & Sociedade

Movimento global em prol de doações ocorre no dia 29 de novembro, próxima terça-feira

O grupo coordenado pela professora Elizabeth Bilsland, do Instituto de Biologia, contou com apoio financeiro da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura