Ex-aluna da FCA conquista prêmio internacional

Autor
Edição de imagem

Raphaela Morais, ex-aluna do curso de Gestão de Comércio Internacional da Faculdade de Ciências Aplicadas, venceu na categoria de Melhor Cobertura de Crime e Justiça do Annual News and Documentary Emmy Awards (Emmy de Notícias e Documentários). A premiação aconteceu em cerimônia realizada no dia 28 de setembro, em Nova York, nos Estados Unidos (EUA).

A ex-aluna integra a equipe produtora do filme “Get Away from the Target”, que trata do resgate de migrantes da Guarda Costeira da Líbia. O documentário foi produzido pela equipe The Outlaw Ocean Project e apresenta os esforços da União Europeia (UE) para impedir que os migrantes cheguem à Europa. A UE financiou a Guarda Costeira da Líbia, que prende migrantes no mar e os devolve a prisões na Líbia, onde estupro, extorsão e assassinato são comuns.

Para garantir que essa reportagem fosse vista globalmente, o filme foi publicado em várias versões com dezenas de parceiros ao redor do mundo, incluindo Globonews no Brasil, NBC nos EUA, El País na Espanha e The Guardian no Reino Unido.

Assista ao documentário premiado

Raphaela Morais ao receber troféu na categoria Melhor Cobertura de Crime e Justiça 
Raphaela Morais ao receber troféu na categoria Melhor Cobertura de Crime e Justiça. Foto: Marc Bryan-Brown Photography 

Reportagens investigativas

Com mestrado na Towson University, Raphaela Morais reside nos EUA e foi contratada inicialmente por uma unidade investigativa do The New York Times e, posteriormente, por uma organização jornalística sem fins lucrativos chamada The Outlaw Ocean Project, fundada por Ian Urbina, que tem como foco os direitos humanos, trabalho e abusos ambientais em alto-mar.

Durante todo esse período, ela trabalhou com uma equipe que lidava com arranjos complexos de reportagens investigativas e coordenava o departamento de recursos visuais. O seu histórico acadêmico a ajudou a aprofundar e melhorar suas habilidades nessa mesma área: “Quero saber como usar dados para melhor alavancar plataformas de marketing e mídia para contar histórias importantes que o mundo deveria conhecer”, destaca Morais.

Raphaela também supervisiona uma área da instituição intitulada “The Outlaw Ocean Mural Project” (O Projeto do Mural do Oceano Sem Lei), que consiste em pintores e pintoras de todo o mundo que se uniram para retratar a preocupação e a admiração do que está acontecendo no mar através de imagens que são ao mesmo tempo cativantes e críticas.

Sobre o The Outlaw Ocean Project

O The Outlaw Ocean Project é uma organização jornalística sem fins lucrativos que produz reportagens investigativas sobre direitos humanos e preocupações ambientais nos dois terços do planeta cobertos por água, com sede em Washington D.C. Raphaela Morais dirige as produções de vídeo da organização e gerencia o The Outlaw Ocean Mural Project. Ian Urbina é o fundador e diretor da organização.

Saiba mais:

The Outlaw Ocean Mural Website 

Lista completa dos vencedores do Emmy nas categorias Notícias 

Vídeo da equipe The Outlaw Ocean recebendo o prêmio no palco 

Site do The Outlaw Ocean Mural Project 

Imagem de capa
Equipe da The Outlaw Ocean Project vencedora do Emmy de Notícias e Documentários

twitter_icofacebook_ico

Atualidades

Obra reúne acervo de Rogério Cerqueira Leite; edição estará disponível para venda em breve nos sites das editoras

O papel do rap e da educação na busca pela superação do racismo e da violência foi um dos temas debatidos

Foram aprovados os itens: “Prêmio Tese Destaque", a prorrogação da licença paternidade para servidores e recursos adicionais para o desenvolvimento de dois projetos no âmbito do Plano Plurianual de Investimentos (PPI)

Cultura & Sociedade

Fruto de parceria com jovens indígenas do país, obra “Still I Rise” traz relatos de experiências de impacto para o empoderamento de povos originários

O Instituto de Geociências recebeu 175 finalistas, distribuídos em 58 equipes; a Olimpíada Brasileira de Geografia e a Olimpíada Brasileira de Ciências da Terra contemplou 17 estudantes cada uma