Em seis cidades do país, 700 candidatos fizeram a prova do Vestibular Indígena

A Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest) aplicou, no último domingo, 20 de junho, a prova da terceira edição do Vestibular Indígena Unicamp. No total, 719 estudantes realizaram a prova, que foi aplicada em seis cidades do paísBauru (SP), Campinas (SP), Caruaru (PE), Dourados (MS), São Gabriel da Cachoeira (AM) e Tabatinga (AM). A abstenção chegou a 57,6%, ou seja, dos 1.697 inscritos, 978 não compareceram para fazer a prova. Nas cidades com maior número de inscritos, São Gabriel e Tabatinga, os índices registrados foram um pouco menores do que a abstenção geral: 54,3% e 52,8% respectivamente. A tabela com os índices por cidade está disponível na página da Comvest: www.comvest.unicamp.br. Nas duas edições anteriores do Vestibular Indígena, a Comvest registrou uma abstenção de 42%.

Para o diretor da Comissão, José Alves de Freitas Neto, “A abstenção alta era esperada. A dificuldade de preparação em ano de pandemia desestimula a participação na prova, além da logística que envolve longas viagens”. Ele destacou, por exemplo, o contexto epidêmico de Mato Grosso do Sul. “A situação da pandemia em Mato Grosso do Sul pode ter impactado a viagem de indígenas de outras regiões do Estado para a cidade de aplicação da prova da Unicamp, Dourado”, explicou José Alves.

Aplicação das provas em Tabatinga, no Amazonas: cidade terá um plantão de dúvidas para os aprovados
Aplicação das provas em Tabatinga, no Amazonas: cidade terá um plantão de dúvidas para os aprovados

Ampliação de vagas

A prova foi composta de 50 questões de múltipla escolha e uma Redação, da seguinte maneira: Linguagens e códigos (14 questões); Ciências da Natureza (12 questões); Matemática (12 questões); Ciências Humanas (12 questões); e uma Redação. O Vestibular Indígena 2021 oferece 88 vagas, em diferentes cursos de graduação da Unicamp.

Após a prova, a Comvest anunciou que a partir da próxima edição, todos os cursos da Universidade passarão a oferecer no mínimo duas vagas para essa modalidade de ingresso, de acordo com uma resolução da Unicamp aprovada em 2017.

Amazonas

As cidades do Amazonas São Gabriel da Cachoeira e Tabatinga se destacaram por terem, juntas, 87,2% de todos os estudantes presentes na prova do último domingo, o que representa 627 dos 719 candidatos que compareceram. Para o diretor da Comvest, os dados consolidam a importância do Vestibular Indígena Unicamp nesses municípios. “Estamos muito satisfeitos com a boa participação de candidatos de São Gabriel e Tabatinga, pois demonstra que o Vestibular Indígena está consolidado entre os estudantes dessas regiões do Amazonas”, afirmou José Alves.

Carlos Bibiano, de 18 anos, fez a prova em São Gabriel da Cachoeira para o curso de Artes Visuais
Carlos Bibiano, de 18 anos, fez a prova em São Gabriel da Cachoeira para o curso de Artes Visuais 

O estudante Carlos Bibiano, de 18 anos, foi um dos candidatos que fizeram a prova em São Gabriel da Cachoeira. Ele prestou como primeira opção, o curso de Artes Visuais e disse que o desafio tem sido grande. “Tem sido um desafio desde o começo dessa pandemia, mas eu resolvi me arriscar para Artes Visuais e apesar de um pouco de ansiedade, estou confiante”, disse.

Aplicação sem intercorrências

O coordenador de logística da Comvest, Kleber Pirota, avaliou como muito tranquila a aplicação da prova no domingo. Ele destacou que, apesar de uma grande logística envolvida para levar as provas a vários estados do Brasil, incluindo algumas regiões de acesso mais demorado, como as cidades do Amazonas, a realização do vestibular transcorreu sem intercorrências. “Apesar da situação da pandemia, que exige maior cuidado das equipes de organização, e de toda a logística implicada, avalio a aplicação do Vestibular Indígena como um sucesso. Não registramos nenhuma intercorrência em relação aos protocolos sanitários, nem de outra natureza”, pontuou.

Aprovados e matrículas

A matrícula on-line dos aprovados em primeira chamada será realizada de 26 a 30 de julho, na página do Vestibular Indígena 2021. Nas duas cidades com maior demanda de candidatos (São Gabriel e Tabatinga) haverá, também, um plantão para orientação e auxílio dos aprovados no momento de realizar a matrícula on-line, em local a ser divulgado. Os aprovados das demais regiões poderão continuar contando com o atendimento nos canais de comunicação da Comvest: csocial@comvest.unicamp.br e (19) 35211808. A segunda chamada será divulgada no dia 3 de agosto, para matrícula on-line no dia 4 de agosto. As demais chamadas estão indicadas a seguir.

Calendário - Vestibular Indígena 2021

20/06/2021 - às 13 horas (horário local)

Aplicação das Provas nas cidades de Bauru (SP), Campinas (SP), Caruaru (PE), Dourados (MS), São Gabriel da Cachoeira (AM) e Tabatinga (AM),

12/07/21 - às 18 horas

Divulgação dos convocados para matrícula em 1ª chamada e da lista de espera, na página eletrônica da Comvest.

26/07/2021 a 30/07/2021 - das 09h00 às 17h00

Matrícula dos convocados em 1ª chamada (virtual), na página eletrônica da Comvest.

29 e 30/07 - Atendimento presencial e orientação para matrícula virtual em Tabatinga e São Gabriel da Cachoeira (em local a ser divulgado).

3/08/2021 - às 18 horas

Divulgação dos convocados para matrícula em 2ª chamada, na página eletrônica da Comvest.

4/08/2021 - das 09h00 às 17h00

Matrícula dos convocados em 2ª chamada (virtual), na página eletrônica da Comvest.

6/08/2021 - às 18 horas

Divulgação dos convocados para matrícula em 3ª chamada, na página eletrônica da Comvest.

9/08/2021 - das 09h00 às 17h00

Matrícula dos convocados em 3ª chamada (virtual), na página eletrônica da Comvest.

11/08/2021 - às 18 horas

Divulgação dos convocados para matrícula em 4ª chamada, na página eletrônica da Comvest.

12/08/2021 - das 09h00 às 17h00

Matrícula dos convocados em 4ª chamada (virtual), na página eletrônica da Comvest.

13/08/2021 - às 18 horas

Divulgação dos convocados para matrícula em 5ª chamada, na página eletrônica da Comvest.

16/08/2021 - das 09h00 às 17h00

Matrícula dos convocados em 5ª chamada (virtual), na página eletrônica da Comvest.

 

Aplicação de provas no campus de Campinas: Vestibular Indígena reuniu 719 candidatos
Aplicação de provas no campus de Campinas: Vestibular Indígena reuniu 719 candidatos
Lista de aprovados em primeira fase sai no dia 12 de julho
Lista de aprovados em primeira fase sai no dia 12 de julho
Terceira edição do Vestibular Indígena aconteceu em seis cidades do país
Terceira edição do Vestibular Indígena aconteceu em seis cidades do país
Candidatos Aré Jurupa (máscara preta) e Assafu Kuikuro (máscara branca), ambos do Território do Xingú:  viagem de uma semana para chegar em Campinas
Candidatos Aré Jurupa (máscara preta) e Assafu Kuikuro (máscara branca), ambos do Território do Xingú: viagem de uma semana para chegar em Campinas
Pró-reitor de Graduação, Ivan Toro: a partir da próxima edição, todos os cursos da Universidade passarão a oferecer no mínimo duas vagas para essa modalidade de ingresso
Pró-reitor de Graduação, Ivan Toro: a partir da próxima edição, todos os cursos da Universidade passarão a oferecer no mínimo duas vagas para essa modalidade de ingresso
Coordenador da Comvest, José Alves: dados consolidam a importância do Vestibular Indígena Unicamp em São Gabriel e Tabatinga
Coordenador da Comvest, José Alves: dados consolidam a importância do Vestibular Indígena Unicamp em São Gabriel e Tabatinga
Realização do vestibular transcorreu sem intercorrências
Realização do vestibular transcorreu sem intercorrências
Grande logística envolvida para levar as provas a vários estados do Brasil
Grande logística envolvida para levar as provas a vários estados do Brasil
O candidato Jorge Figueiredo Alves, da etnia Dessana, de São Gabriel da Cachoeira, no Amazonas: cursa Administração na Ufscar e prestou para Educação Física
O candidato Jorge Figueiredo Alves, da etnia Dessana, de São Gabriel da Cachoeira, no Amazonas: cursa Administração na Ufscar e prestou para Educação Física

Imagem de capa

Em seis cidades do país, 700 candidatos fizeram a prova do Vestibular Indígena
Em seis cidades do país, 700 candidatos fizeram a prova do Vestibular Indígena