Projeto de telemedicina de ex-aluna vence prêmio de inovação

O trabalho Telemedicina SAS Brasil e cabine de teleatendimento com desinfecção automática para comunidades carentes durante a pandemia do novo coronavírus foi o vencedor na categoria Medicina Social, do Prêmio Abril & Dasa de Inovação Médica 2020. O trabalho, da ONG Saúde, Alegria e Sustentabilidade Brasil (SAS Brasil), tem como autora Adriana Mallet Toueg, aluna do 41ª turma de Medicina da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Unicamp. A entrega do prêmio, virtual, aconteceu no dia 9 de dezembro. Veja aqui o vídeo com os vencedores.

“Adriana participa desde o início do grupo Telessaúde & Inovação da Unicamp, inclusive ajudando no desenvolvimento da telemedicina nos ambulatórios do Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp, com alguns projetos já em andamento. É muito significativo para a faculdade ter uma ex-aluna à frente dessa iniciativa sendo reconhecida por seu trabalho”, comenta o médico Gustavo Pereira Fraga, responsável pela disciplina do Trauma da FCM e membro do grupo de Temedicina do HC Unicamp.

“O trabalho do SAS Brasil diante da pandemia se sagra vencedor com o voto do júri técnico por ter casado de maneira efetiva e significativa uma abordagem assistencial, sensível e tecnológica num país tão desigual como o nosso“, disse ao Blog do SAS Brasil Diogo Sponchiato, redator-chefe de Veja Saúde.

Para Adriana, o reconhecimento traduz a importância que a telemedicina teve na pandemia. “É uma honra ganhar um prêmio que atesta a importância da inovação em saúde no país durante um período tão difícil”, diz a médica. “Levamos atendimento médico gratuito de forma digital e inovadora para milhares de pessoas. Nossa expectativa é que a telemedicina se torne aliada da saúde pública do Brasil para além da covid-19”, pontua.

Veja aqui a relação completa de trabalhos premiados na edição especial Covid-19 do Prêmio Abril & Dasa de Inovação Médica 2020.

Imagem de capa

Reconhecimento traduz a importância que a telemedicina teve na pandemia
Reconhecimento traduz a importância que a telemedicina teve na pandemia