Aplicativo de Vigilância em Saúde (Avisu) será obrigatório para todos que retornarem às atividades presenciais

O Aplicativo de Vigilância em Saúde da Unicamp (AVISU)  será de uso obrigatório a todos aqueles que comecem a retornar às atividades presenciais na Unicamp. Ele pode ser acessado através do link avisu.unicamp.br, já está disponível na Play Store e na App Store. O AVISU é um dos tripés do plano de vigilância epidemiológica da Universidade. Coordenado pelo Centro de Saúde da Comunidade (Cecom), o plano também está baseado em testagem em massa e rastreamento de contatos. 

Através do AVISU, o membro da comunidade universitária deverá responder diariamente a um inquérito de sintomas relacionados à Covid-19. O uso do aplicativo tem como objetivo aperfeiçoar a vigilância epidemiológica da Covid-19 na Unicamp, visando a prevenção da ocorrência de casos novos de Covid-19 e de surtos entre a comunidade universitária. Todas as unidades devem orientar, em seus canais de comunicação, o uso do AVISU. 

Passo a passo

O primeiro passo para utilizar o AVISU é realizar o download na Play Store ou na App Store no seu smartphone. O aplicativo já está disponível na Play Store e em breve estará na App Store. Após, você precisa realizar um cadastro e aceitar os termos de uso. Feito isso, você já pode responder aos questionários.

Caso o aplicativo peça um código de acesso durante o cadastro, digite: Unicamp20

O preenchimento deve ser diário e as respostas irão ser acessadas exclusivamente pelo Cecom, que é responsável por monitorar a saúde da comunidade acadêmica.

O inquérito contém nove perguntas, relacionadas à ocorrência dos sintomas: tosse; dor de garganta; dor de cabeça, febre (maior ou igual a 37,8ºC) ou calafrios;nova perda de paladar ou olfato; congestão nasal ou coriza,; náuseas; vômitos ou diarreia; dor ou desconforto no peito e falta de ar ou dificuldade em respirar. Confira as orientações conforme as respostas:

1) Caso a resposta seja negativa para todas as perguntas, haverá uma mensagem automática com orientação para o comparecimento habitual às atividades presenciais e seguimento de todas as recomendações para a prevenção da Covid-19;

2) Em caso de resposta positiva para sintomas de menor gravidade, haverá mensagem automática com orientação para não iniciar ou não permanecer em atividades presenciais na Universidade; adotar o isolamento social; e procurar um serviço de saúde de referência para diagnóstico e acompanhamento (como o Cecom).

3) Se houver resposta afirmativa para sintomas de maior gravidade, a mensagem será a orientação para não iniciar ou não permanecer em atividades presenciais na Universidade; adotar o isolamento social; e procurar imediatamente um serviço de saúde de referência para diagnóstico e acompanhamento.

Em todos os casos, dúvidas podem ser tiradas através do e-mail (css@cecom.unicamp.br) ou do telefone do Cecom: Campinas (19) 3521-9020/9021/9029, Limeira e Piracicaba (19) 2113-3396.

O aplicativo também terá uma aba chamada Meus testes, onde constarão os resultados. Quando o teste for positivo, haverá uma janela para que a pessoa contaminada informe todos os seus contatos nas últimas 48 horas. Embora esse não seja um passo obrigatório, ele é importante para ajudar o Cecom a identificar e bloquear a possível cadeia de transmissão, afastando também essas pessoas que tiveram contato com o infectado. 

Pessoas que são contatos de caso confirmado da Covid-19 deverão se afastar por um período de dez dias a contar do último dia de contato com o caso confirmado. Em caso de manifestação posterior de sintomas, a recomendação é a mesma descrita para as pessoas sintomáticas, sempre levando em conta que o período de dez dias é um tempo médio e que o retorno está condicionado à ausência de sintomas respiratórios e de febre nas últimas 24 horas.

Aos membros da comunidade universitária que tenham realizado testes fora da Universidade, o Cecom solicita que enviem os resultados à equipe, para que sejam cadastrados no aplicativo, através do e-mail: css@cecom.unicamp.br

Saiba mais sobre o plano de vigilância epidemiológica da Covid-19 da Unicamp e confira também as orientações sobre o convívio seguro disponíveis no Portal Unicamp.

Confira entrevista com a coordenadora do Cecom, Patrícia Leme: 

Edição de vídeo: Kleber Casabllanca

Imagem de capa

audiodescrição: ilustração com imagens de celulares e do aplicativo avisu
Aplicativo de Vigilância em Saúde da Unicamp