Parceria entre Dow e Unicamp concede bolsas de iniciação científica a alunos vindos do ProFIS

Uma parceria inédita entre a Unicamp e a empresa Dow Brasil vai oferecer bolsas de iniciação científica a estudantes de graduação oriundos do Programa de Formação Interdisciplinar Superior (ProFIS), projeto que promove a inclusão de alunos da rede pública de ensino na Universidade. Em um evento realizado de forma virtual, os dez selecionados para a primeira edição do programa receberam as boas-vindas de representantes da empresa e conheceram os profissionais que os acompanharão ao longo de sua participação no projeto. 

Intitulado "Ilimite-se", o programa prevê a concessão de dez bolsas de iniciação científica, de diferentes áreas do conhecimento, no valor de R$ 900 por mês no período de um ano. Esta primeira edição terá vigência até julho de 2021. Além do pagamento das bolsas, a Dow será responsável por aproximar os estudantes de suas unidades de produção e centro de pesquisas e também vai oferecer aos alunos mentorias com profissionais da empresa. Cada estudante contemplado vai contar com um mentor específico, que o aconselhará sobre habilidades importantes para o mundo científico e profissional, como inteligência emocional, confiança, empoderamento, resiliência e inovação. 

Durante a recepção virtual, os estudantes puderam compartilhar um pouco de suas vivências na Universidade, proporcionadas pelo ingresso via ProFIS, e conhecer a atuação da Dow no mercado e suas políticas de inclusão e busca pela ampliação da diversidade em seus quadros de funcionários. Segundo os representantes, a Dow acredita que ampliar a diversidade garante à empresa mais possibilidades de inovação. 

"Eu fiquei muito impressionado com tudo o que a Unicamp faz na parte científica, mas fundamentalmente também na parte da inclusão. Pensei então que não podemos ficar de fora disso que a Unicamp vem fazendo. Acho que a iniciativa privada de uma empresa como a Dow, junto com as iniciativas de uma universidade, dá muito mais fundamento às nossas ações e muito mais impacto na sociedade em geral e em benefícios para os estudantes", afirma Javier Constante, presidente da Dow na América Latina. 

Para Munir Skaf, pró-reitor de Pesquisa da Unicamp, o programa amplia as possibilidades já oferecidas aos estudantes com o ProFIS e fortalece seu caráter de abrir as portas da Universidade a públicos mais diversos. "Todos os alunos que ingressam no ProFIS têm a ideia geral, dizem 'a universidade pública não é o lugar para mim'. A gente precisa mudar essa história, abrir essa possibilidade, levar o conhecimento para as pessoas de que, sim, a universidade é seu lugar, tem vagas e tem investimentos para manter a permanência dos alunos", analisa. 

O reitor da Unicamp, Marcelo Knobel, ressaltou a inovação promovida pelo programa e o quanto os estudantes vindos do ProFIS são qualificados para fazer a diferença para a empresa e para a Universidade. "Sou um fã incondicional do ProFIS. Ajudei a criar o programa e tenho certeza de que os estudantes são espetaculares. Eles realmente vão mostrar a força e a potencialidade desse programa. Que seja muito positivo tanto para a Unicamp, quanto para a Dow, mas principalmente para os estudantes que vão ter essa oportunidade única em um programa inovador em nível mundial. Acho que será um modelo e espero que seja replicado pela Dow para outras universidades, outros países e também aqui no país", avalia Knobel. 

Selecionados compartilham grandes oportunidades

Os dez selecionados para a primeira edição do Programa "Ilimite-se" foram: Angélica Guimarães dos Santos (Engenharia Civil), Antonio Francisco Morino Neto (Engenharia Elétrica), Carina Oliveira Fontes (Química Tecnológica), Gabriel Julio da Silva (Engenharia Química), Isabelle Cristine de Souza Germano (Artes Visuais), Júlia Tulio Gomes (Engenharia Civil), Julia Satelos de Godoy (Engenharia Ambiental), Luiza Oliveira Romão (Ciências Biológicas), Sabrina Savani Sena (Artes Visuais) e Vitória Rocha Janhaque (Enfermagem). 

Confira alguns depoimentos dados por eles durante as boas-vindas:

"O ProFIS veio como uma oportunidade em um momento crucial. Eu tinha acabado de prestar vestibulares e não tinha passado em nenhum, pelo menos nenhum que eu conseguiria cursar, pelos custos elevados. E no começo acho que todos ficam muito hesitantes, pensamos 'será que eu vou?'. Acho que foi a melhor decisão que tomei na minha vida acadêmica, porque além da convivência com ótimas pessoas e ótimos professores, foi minha porta de entrada para outras oportunidades. Sinto que estou muito bem preparado para a graduação graças ao ProFIS"
Antonio Francisco Neto - Engenharia Civil

"O ProFIS mudou muito minha visão de como é uma universidade, de como ela funciona, porque a gente pensa que é a penas frequentar as aulas, ir bem nas disciplinas, mas é muito mais do que isso, é uma experiência além das matérias. É uma experiência com pessoas do seu mundo, isso cria uma rede de apoio para os seus próximos anos"
Isabelle Germano - Artes Visuais

"Eu pude ser uma das primeiras dos meus colegas de bairro e da minha família a ingressar em uma universidade pública e entrar em um ambiente menos elitizado. O ProFIS foi fundamental para que eu chegasse na Unicamp e me sentisse representada" 
Luiza Romão - Ciências Biológicas
 

Imagem de capa

imagem mostra logos da empresa dow e do programa profis em primeiro plano e, ao fundo em marca d'água, imagem de estudantes
Estudantes terão ainda mentoria dos profissionais da empresa