Unicamp prepara plano para enfrentar novo coronavírus

(atualização) De acordo com a Resolução GR 34/2020, de 22 de março, foi prorrogada a ampliação do período de suspensão de atividades presenciais na Unicamp até o dia 30 de abril. 

A reitoria da Unicamp realizou nesta terça-feira (10) uma reunião com representantes de diversos setores da comunidade universitária para definir um plano institucional de enfrentamento ao novo coronavírus. A intenção é estruturar, até a próxima sexta-feira, recomendações e orientações alinhadas com a Organização Mundial da Saúde e Ministério da Saúde, destinadas a professores, funcionários e estudantes. O plano também estabelecerá medidas relacionadas à mobilidade internacional, recepção de alunos e procedimentos para integrantes da comunidade acadêmica que eventualmente apresentem sintomas ou que tenham circulado recentemente por regiões com maior disseminação do vírus.

O objetivo é determinar uma resposta efetiva proporcional ao nível de risco para a comunidade interna, de forma objetiva, mas sem alarmismo. Será dada ênfase à comunicação, por meio de cartazes, redes sociais e do Portal da Unicamp, com a divulgação de informações sobre medidas de prevenção e encaminhamento de casos suspeitos. Participaram do encontro integrantes da Reitoria, Hospital de Clínicas (HC), Centro de Saúde da Comunidade (Cecom), Instituto de Biologia, Pró-Reitoria de Graduação, Diretoria Executiva de Relações Internacionais, Diretoria Geral de Recursos Humanos (DGRH), Diretoria Executiva de Ensino Pré-Universitário e Secretaria Executiva de Comunicação.

Até esta terça-feira (10), o Brasil tem 34 casos confirmados do novo coronavírus. Em todo o país, ainda há 893 casos suspeitos, segundo números do Ministério da Saúde, a maioria nas regiões sudeste e sul. No estado de São Paulo, há 19 casos confirmados. No Rio de Janeiro, são 8 casos. Apenas a Região Norte segue sem registrar casos suspeitos ou confirmados. 

Por conta dessa situação, o Centro de Saúde da Comunidade (Cecom) da Unicamp esclarece ao público da universidade que a transmissão do vírus ocorre por meio do contato próximo a pessoas infectadas e que os sintomas são muito parecidos com os da gripe, sendo os principais tosse, febre e dificuldade para respirar. Alunos, professores e funcionários da Unicamp que viajaram para qualquer um dos países com casos de transmissão interna nos últimos 14 dias, ou tiveram contato com algum caso suspeito do coronavírus, e apresentam os sintomas, podem procurar o Pronto Atendimento do Cecom de segunda à sexta-feira, das 7h às 17h30. Ao chegar no local, basta retirar uma senha, colocar uma máscara descartável disponível na recepção e se dirigir a um dos atendentes.

Leia mais em:

Informações sobre o Coronavírus

Unicamp orienta sobre o coronavírus

#

Imagem de capa

Coronavírus
Coronavírus