Pesquisa feita em colaboração por Unicamp e USP resulta em produto inovador para tratamento odontológico

Em artigo de titulo "Influence of AgVO3 incorporation on antimicrobial properties, hardness, roughness and adhesion of a soft denture liner",  publicado no periódico Scientific Reports-Nature, pesquisadores do Laboratório de Química do Estado Sólido, do Instituto de Química da Unicamp e do Departamento de Materiais Dentários e Prótese da Faculdade de Odontologia da USP de Ribeirão Preto, propuseram o uso do nanomaterial vanadato de prata decorado com nanopartículas de prata (AgVO3),  incorporado a um material reembassador.

O material reembasador modificado foi eficiente antimicrobiano nas concentrações de 1% e 2,5% de (AgVO3) apenas para o microrganismo E. Faecalis, e 5% e10% foram efetivos para os microrganismos E. faecalis, P. aeruginosa e C. albicans.


Leia notícia completa

Imagem de capa

Atividade antimicrobiana do AgVO3 decorado com nanopartículas de prata em diferentes concentrações contra diferentes microrganismos. (Imagem Scientific Report-Nature)
Atividade antimicrobiana do AgVO3 decorado com nanopartículas de prata em diferentes concentrações contra diferentes microrganismos. (Imagem Scientific Report-Nature)