TCC de aluno do Curso de Design Gráfico vira exposição no Canadá

Os cartazes da mostra

“Fragmentos da Memória” é o título do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), que deu origem à exposição idealizada pelo designer e ilustrador paulista Pablo Parra (PunkArt Macumba) e pelo historiador pernambucano Bruno Véras.

O trabalho de Parra, que se transformou em uma exposição na Universidade de York, em Toronto, Canadá, foi desenvolvido no Curso de Especialização em Design Gráfico da Unicamp, sob a orientação do professor André Novaes de Rezende junto à disciplina de TCC ministrada pelo professor Edson do Prado Pfützenreuter, coordenador do curso, e pela professora Carina Naufel.

A abertura da mostra, que é composta por cartazes ilustrados, ocorre hoje (8). Visitas podem ser feitas até esta quarta-feira (9), na Universidade de York, em Toronto, Canadá. 

A exposição é uma iniciativa de História Pública que celebra o 25º aniversário do Slave Route Project (Projeto Rota da Escravatura) da UNESCO: Resistência, Liberdade, Patrimônio durante a Década Internacional das Nações Unidas de Afrodescendentes e inclui uma equipe de pesquisadores da Turquia, Nigéria, Canadá, Brasil e Inglaterra. 

A mostra de Parra estrutura-se a partir da ideia do Design Gráfico como ferramenta social, desvinculando-se das estreitas relações corporativas em que o mesmo se insere atualmente e buscando, para tanto, em suas funções, instrumentos de mudança. 

O TCC foi fundamentado no estudo de biografias de africanos que passaram pela experiência da escravidão e que fazem parte do projeto de pesquisa Freedom Narratives: Testimonies of Enslaved Africans (York University, Canadá) cedidas previamente pelo pesquisador e coordenador do projeto Bruno Véras.

A partir das diversas biografias presentes no projeto de pesquisa da Universidade de York, foram selecionados cinco personagens para dar vida aos cartazes.

Para o projeto, Parra utilizou linguagem pop para narrar histórias de africanos e africanas em situação de escravidão enfatizando suas vivências de uma maneira humanizada.

As ilustrações baseadas nas biografias pretendem mostrar ao público uma nova perspectiva que busca desmistificar imagens recorrentes na memória sobre os africanos e africanas escravizados, que são lembrados pela história tradicional, muitas vezes, apenas como força laboral.

Mais informações pelo e-mail designg@unicamp.br

 

Imagem de capa

O designer e ilustrador paulista Pablo Parra com um cartaz da mostra
O designer e ilustrador paulista Pablo Parra com um cartaz da mostra