Pesquisadores latino-americanos discutem serviços ecossistêmicos no contexto dos acordos ambientais

Joshua Farley, professor da Universidade de Vermont
Joshua Farley, professor da Universidade de Vermont

A redução de florestas e vegetação nativa para a exploração de atividades econômicas gera uma perda anual de pelo menos US$ 4 trilhões em escala mundial ao impossibilitar a prestação de serviços ecossistêmicos e benefícios da natureza. Temas importantes na discussão do desenvolvimento sustentável, como segurança alimentar, regulação do clima e produção de água e o papel da humanidade nesse ciclo findável de recursos, foram debatidos na 2ª Conferência Regional América Latina & Caribe da Ecosystem Services Partnership/ESP, realizada no Centro de Convenções da Unicamp, entre 22 e 26 de outubro.

Biólogos, economistas, juristas, engenheiros e cientistas sociais de várias partes do mundo se encontraram em Campinas para discutir tópicos relacionados com serviços ecossistêmicos e a agenda ambiental. O evento também teve como premissa diminuir a distância entre a academia, a sociedade civil e os tomadores de decisão. “Mudanças Globais, Serviços Ecossistêmicos e Acordos Ambientais Multilaterais” foi a espinha dorsal dos debates.

Algumas questões apareceram em diversos momentos, como o desafio de comunicar e engajar pessoas para que os resultados obtidos pelas pesquisas sejam incorporados nas políticas públicas ou no processo de conscientização, além do contexto acadêmico. A necessidade de cooperação entre a universidade e os poderes público e privado foi outro aspecto recorrente. Professor da Universidade de Vermont, o economista Joshua Farley fez a palestra inaugural, trazendo como peça-chave a cooperação para vencer obstáculos acima de divergências ideológicas.

“Um aspecto que une diferentes tipos de pessoas é a necessidade de enfrentar um desafio comum. Precisamos de um líder que enxergue que a questão ambiental não é uma divisão política entre a esquerda e a direita, é uma questão sobre o futuro da civilização. E a única forma de enfrentarmos esse desafio é se trabalharmos juntos”, afirmou Farley.

A 2ª Conferencia Regional para América Latina e Caribe foi concebida pela ESP e realizada pela Plataforma Brasileira de Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos/BPBES, com apoio da Unicamp, Embrapa e Biota. Com apresentação de pôsteres, conferencistas convidados e mais de 25 painéis, o evento foi organizado de acordo com grupos de trabalho já existentes e fomentados pela ESP, em que pesquisadores discutem práticas e compartilham conhecimento.

Como parte complementar do evento, antes da abertura oficial foram realizadas oficinas práticas, no dia 22, sobre como influenciar o processo de tomada de decisão, sobre a valoração e a avaliação dos serviços ecossistêmicos. Os parceiros que instruíram as formações, respectivamente, foram o projeto TEEB Regional-Local – uma parceria do Ministério do Meio Ambiente com a GIZ –, a FGVces e a USP.

Na cerimônia de abertura estavam presentes o chefe de gabinete da Reitoria da Unicamp, Joaquim Murray Bustorff; Carlos Joly, professor do Instituto de Biologia da Unicamp e coordenador da BPBES; Maíra Padgurschi, pesquisadora da BPBES; Marie-Anne van Sluys, professora do Instituto de Biociências da USP e coordenadora-adjunta de Ciências da Vida da Fapesp; Ana Paula Turetta, pesquisadora da Embrapa Solos; e Martine van Weelden, gestora de projetos da ESP.

Ouça reportagem da Rádio WEB Unicamp sobre o evento

 

 

Ana Paula Turetta, pesquisadora da Embrapa Solos
Ana Paula Turetta, pesquisadora da Embrapa Solos
Carlos Joly, professor do Instituto de Biologia da Unicamp e coordenador da BPBES
Carlos Joly, professor do Instituto de Biologia da Unicamp e coordenador da BPBES
Joaquim Murray Bustorff, chefe de gabinete da Reitoria da Unicamp
Joaquim Murray Bustorff, chefe de gabinete da Reitoria da Unicamp
Martine van Weelden, gestora de projetos da ESP, e Maíra Padgurschi, pesquisadora da BPBES
Martine van Weelden, gestora de projetos da ESP, e Maíra Padgurschi, pesquisadora da BPBES
Ana Turetta, Carlos Joly, Joaquim Bustorff, Marie-Anne van Sluys, Martine van Weelden e Maíra Padgurschi
Ana Turetta, Carlos Joly, Joaquim Bustorff, Marie-Anne van Sluys, Martine van Weelden e Maíra Padgurschi
Público acompanha palestra da 2ª Conferência Regional América Latina & Caribe da ESP
Público acompanha palestra da 2ª Conferência Regional América Latina & Caribe da ESP