Fórum impactos de sons e ruídos na vida social cancelado

Tendo em vista os graves problemas ocasionados pela greve dos caminhoneiros, infelizmente fomos obrigados a adiar a realização do Fórum Permanente de Acústica e Sociedade, a ser realizado na data de

29 de maio de 2018, no Centro de Convenções da UNICAMP.

 

Oportunamente informaremos a todos a nova data.

 

Atenciosamente,

Fóruns Permanentes

Diretoria de Cultura

Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da UNICAMP



A Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta a poluição sonora como um problema de saúde pública que interfere na saúde, nas atividades e no sono das pessoas. Com combater os impactos de sons e ruídos na vida social? Algumas pesquisas e debates sobre acústica contribuem para reduzir danos provocados por tanto barulho. O Fórum “Acústica e sociedade: sons, ruídos e seus impactos na vida social e na saúde dos indivíduos” dá sua contribuição à discussão desta temática ao reunir pesquisadores de diferentes instituições do Brasil em mesas redondas que discutem desde aspectos de saúde, tecnologia até a normalização brasileira de acústica. As inscrições estão abertas na página do evento, que acontece no dia 29 de maio, das 9 às 17 horas.

De acordo com a professora da Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo da Unicamp e coordenadora do fórum, Stelamaris Rola Bertoli, a escolha adequada de sistemas construtivos que possam proteger a população dos ruídos em suas habitações e ambientes de trabalho são fruto do conhecimento do desempenho acústico dos materiais empregados nas suas construções. “Alguns ambientes como escolas, hospitais e auditórios requerem cuidados especiais para sua qualidade acústica e um bom projeto acústico é fundamental nessas situações.”

Stelamaris lembra que os efeitos na saúde relativos ao ruído ocupacional são bastante conhecidos, mas o conhecimento e os estudos sobre os efeitos do ruído ambiental na saúde das pessoas são mais recentes. “O controle do ruído ambiental depende da identificação das fontes e níveis de ruído e os mapas de ruído são importantes ferramentas.”

A programação reúne temas como desempenho acústico das edificações e seus avanços, desafios de novos projetos acústicos de ambientes para música e ensino, o impacto do ruído ambiental na saúde da população dos centros urbanos, os efeitos do ruído ocupacional na saúde de profissionais que atuam em ambientes ruidosos, os avanços normativos da área de Acústica no Brasil.

Mais sobre o fórum

 

Imagem de capa

Fórum no dia 29 discute acústica e som
Fórum no dia 29 discute acústica e som