Regina Dias, enfermeira do Hospital de Clínicas, canta em Mar Del Plata

Regina Dias

O próximo destino da cantora Regina Dias, enfermeira no Hospital de Clínicas da Unicamp, é o 8º Festival Internacional de Bossa Nova – Mar Del Bossa, que acontece em novembro, em Mar Del Plata em (Argentina). Regina apresenta-se no dia 11, com duas músicas do novo álbum, Rasante, canções do primeiro CD, Fantástico Urbano (2004), e do repertório de bossa-novistas como Tom Jobim, Marcos Vale, Carlos Lyra, Chico Buarque, entre outros.

O projeto de vida marcado inicialmente pelo desejo de homenagear Elis Regina, dividindo os leitos do Hospital de Clínicas da Unicamp com palcos de Campinas e outras cidades do Estado de São Paulo, ganha o mundo. Além de ser um salto importante na carreira artística, Regina abraça o convite como uma oportunidade de divulgar e formar público para a música brasileira. De acordo com as palavras do músico organizador do Mar Del Bossa, Mario Castiñeyra, Regina é uma “cantora de técnica depurada e excelente controle vocal”.

Rasante

Rasante é título de uma das duas composições inéditas da cantora e compositora Fátima Guedes escolhidas por Regina para compor o novo trabalho. Todos os arranjos têm direção musical de Paulo Calasans e produção executiva de Marco Bosco.Além de Fátima, Rasante reúne canções inéditas de Jair Oliveira, Luis Vagner, Nilson Chaves, Vital Lima e regravações de Djavan, Marcos e Paulo Sergio Valle, Jair Oliveira e Jorge Vercillo. O show de lançamento será no Sesc Ribeirão Preto, dia 13 de dezembro.

Se compartilhar o ambiente hospitalar com palcos e estúdio vale a pena? Os compositores respondem no material de divulgação preparado pela assessoria da cantora:

“Regina, ouvi sua versão de Navio e achei muito bonita. Seu timbre é belíssimo. Desejo sucesso” (Djavan).

“Adorei o cantar dessa mulher. Profundo, gostoso! Sucesso” (Luis Vagner).

“Dona de uma voz precisa e pessoal, a paulista Regina Dias se coloca a serviço da mais pura tradição da MPB, com muito bom gosto e delicadeza. Eu me sinto muito honrada por ter dois sambas escolhidos para esta bela produção. Sucesso é o que desejo ao trabalho dessa guerreira, mulher sensível fazendo arte” (Fátima Guedes).

“Regina prima por um repertório impecável, como daqueles que não se ouve mais facilmente por aí, e também por interpretações sensíveis, delicadas e viscerais ao mesmo tempo. Com os arranjos sempre diferenciados de Paulo Calasans, é golaço na certa” (JorgeVercillo).

“Regina é rainha! Rainha de voz doce e soberana que conquista ouvidos súditos por todos os cantos – vizinhos ou distantes – por onde quer que ela cante. Canções deste mero plebeu que aqui escreve, ganham agora voz de realeza e Regina regendo, com rara destreza, sons e palavras em seu canto primoroso e leve, nos leva ao reino da rasante régia beleza. Regina é rainha! Salve a rainha Regina” (Jair Oliveira).

“Regina, a noite chuvosa aqui no Rio se aqueceu com a belezura do arranjo e com a lindeza de sua interpretação que, inclusive, reinventou divisões para clarificar todas as intenções da letra. O Leandro, meu parceiro, me disse ter ficado muito feliz. Então, parabéns, todas as bênçãos dos céus e muito sucesso para o CD” (Vital Lima).

“Gosto do canto que vai além do próprio canto e valoriza o poema. Para mim o canto tem que abraçar esses valores, é o cantor misturado com o intérprete. Regina, sem duvida, traz em seu canto a preciosidade da melodia e da poética. Um voo aparentemente rasante, mas que tem tudo pra chegar bem alto. Parabéns” (Nilson Chaves).

LINKS RELACIONADOS:

http://reginadias.mus.br/

http://www.unicamp.br/unicamp/ju/524/regina-dias-entre-o-hc-e-os-palcos

http://www.rtv.unicamp.br/?audio_listing=regina-dias-especial-mpb-com-humberto-prado-parte-inicial

Texto: Maria Alice Cruz