Pesquisadores buscam voluntários para novo medicamento contra colesterol à base de urucum

Pesquisadores do Hospital de Clínicas (HC), da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) e da Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF) da Unicamp buscam voluntários para testar um novo medicamento à base de urucum para o controle do colesterol. O fármaco tem como princípio ativo o tocotrienol, um nutriente que pertence à família da vitamina E.

Podem se candidatar à pesquisa pessoas entre 18 e 75 anos, com altos níveis de triglicérides (150 mg/dL) e de colesterol (100 mg/dL) e que não fazem uso de medicação para esse fim. Os voluntários não podem ter alergia ao urucum e seus derivados. Os interessados realizarão exames de colesterol, triglicerídeos, glicemia e enzimas hepáticas e renais antes de serem aprovados para a pesquisa. As avaliações serão realizadas no HC da Unicamp.

Os interessados em participar do estudo devem entrar em contato pelo telefone/WhatsApp (19) 98315-2781 ou pelo e-mail tocotrienol@unicamp.br.

A pesquisa do novo medicamento à base de tocotrienol é conduzida por cientistas ligados ao Centro de Pesquisa em Obesidade e Comorbidades (OCRC). O projeto é coordenado pelos professores Licio Augusto Velloso, da FCM, e Mary Ann Foglio, da FCF da Unicamp.

Matéria originalmente publicada no site do HC da Unicamp.

twitter_icofacebook_ico

Comunidade Interna

O objetivo da reunião foi apresentar a experiência da Unicamp na aquisição de energia elétrica no Ambiente de Contratação Livre 

Modalidade oferecida pela Unicamp para financiamento de projetos de ensino, pesquisa e extensão completa 20 anos

Atualidades

Evento começou esta semana no Instituto de Computação e conta com aulas teóricas, simulados e palestras com patrocinadores

José Ricardo Teixeira Junior (IB) e Geovane Augusto Gaia Vieira (IG) vão para as universidades norte-americanas de Yale e UCLA, respectivamente

Artigo destaca a relevância das pesquisas acadêmicas sobre direitos humanos

Cultura & Sociedade

Instituto reúne grupos de pesquisa de 24 instituições e deve fortalecer os estudos de gênero no país; a coordenação é das docentes Viviane Resende, da Universidade de Brasília e Karla Bessa, do Núcleo de Estudos de Gênero (Pagu) da Unicamp

Atividade será uma das primeiras iniciativas a partir de parceria com a Secretaria Municipal de Esportes e Lazer de Campinas