100 anos da ascensão do fascismo: quais os aprendizados para o presente? 

A Editora da Unicamp promoveu recentemente um debate sobre os 100 anos da ascensão do fascismo, em referência à “Marcha sobre Roma” organizada pelo Partido Nacional Fascista no dia 28 de outubro de 1922, que culminou na chegada de Benito Mussolini ao poder.

O debate reuniu os professores Armando Boito Jr. e André Kaysel, do Departamento de Ciência Política do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH), e integrou a programação da exposição “A Editora da Unicamp em 22”, que teve como proposta refletir sobre três efemérides deste ano a partir de livros publicados pela casa. 

Armando Boito (na tela) e André Kaysel
Os professores Armando Boito (na tela) e André Kaysel durante debate que integrou a programação da exposição “A Editora da Unicamp em 22” 

Nesta edição do Repórter Unicamp, discutiu-se a  importância  de rememorar esse acontecimento que mudou os rumos da história, e o que ele pode ensinar sobre o crescimento da extrema-direita que vem sendo observado em várias partes do mundo . 

Os três debates realizados durante a exposição podem ser conferidos na íntegra no canal da Editora da Unicamp no Youtube. Além disso, até o dia 30 de junho, é possível comprar as 20 obras do catálogo da exposição com descontos de 50%. Basta acessar o site

Ficha técnica:

Produção, reportagem e edição de áudio: Juliana Franco

Edição de imagem: Alex Calixto

Edição de vídeo: Kleber Casabllanca

Imagem de capa: Divulgação / Catálogo da exposição “A Editora da Unicamp em 22”

Ouça o podcast:

 

Imagem de capa

Reprodução do Catálogo da exposição “A Editora da Unicamp em 22”
Reprodução do Catálogo da exposição “A Editora da Unicamp em 22”