Rodrigo Catharino assume a diretoria da Faculdade de Ciências Farmacêuticas

O professor Rodrigo Ramos Catharino assumiu a direção da Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF) na tarde de terça-feira (18). Catharino, que já mantinha o cargo de diretor associado na Unidade, permanece na diretoria até 2024 e terá como diretora associada a professora Priscila Gava Mazzola. Ele substitui o professor João Ernesto de Carvalho que administrava a FCF desde 2014, quando a faculdade foi criada.

A solenidade foi presidida pelo reitor Marcelo Knobel e aconteceu de forma remota e transmitida ao vivo pelo canal do Youtube da TV Unicamp. O reitor parabenizou o ex-diretor pelo desempenho em sua gestão à frente de uma faculdade em implantação e pelo seu envolvimento nas diversas discussões em instâncias deliberativas da Universidade . Em sua fala também ressaltou a coragem de Rodrigo Catharino em assumir o cargo em dias como os atuais, referindo-se aos ataques que a universidade pública e gratuita vem sofrendo de diversas formas.

“É uma história de idas e vindas repleta de desafios”, lembra o ex-diretor em seu discurso em uma cerimônia permeada pelas recordações dos quinze anos de história do curso e cinco de criação da faculdade. O curso de Farmácia teve início em 2005 e se manteve compartilhado entre três Unidades: Faculdade de Ciências Médicas, Instituto de Química e Instituto de Biologia, além de contar com pesquisadores do Centro Pluridisciplinar de Pesquisas Quimicas, Biológicas e Agrícolas (CPQBA). “Foi então que depois de inúmeras tratativas a FCF veio a ser criada, mas sem nenhum espaço físico que pudesse alocar tanto docentes, como funcionários administrativos”, relata Carvalho.

A situação perdurou por pouco mais de um ano até que conseguiram um espaço no Ciclo Básico 2, local ocupado até final de 2016 quando mudaram para o prédio onde funcionava a Biblioteca do Instituto de Geociências (IG). Em 2018, tiveram a concessão do restante do local onde abrigava o IG. Com isso, teve início a instalação dos primeiros laboratórios e a ampliação da área administrativa. Atualmente, a FCF também mantém salas de aulas funcionando no pavilhão da Engenharia Básica. “Felizmente temos um corpo docente e técnico-administrativo de muita qualidade. Mesmo com uma estrutura menor do que muitos departamentos na Universidade, a equipe tem colocado o curso entre os melhores do país”, comemora.

O novo diretor, professor Rodrigo Catharino, em seu discurso emocionado fez uma analogia das intrpéries da vida acadêmica com o Pontilhismo, uma técnica de pintura em que pequenos pontos de cor provocam, pela jstaposição, uma mistura óptica nos olhos. “Como na técnica haverá pontos borrados, significando questões ofensivas que mancham a sua imagem e gerando desentendimentos. Não há como controlar as inteções e comportamento dos outros pontos, mas temos como controlar como vamos reagir a essas posturas”, observou.

Segundo Catharino, é preciso gerar “pontos” de humildade para figurar entre aqueles que unem. Também reafirmou o compromisso com o plano de gestão construído a partir da comunicação direta com a comunidade da FCF e pautado na confiança e respeito.

Assista ao vídeo da cerimônia:

Imagem de capa

Novo direto Rodrigo Catharino durante entrevista ao Jornal da Unicamp
Rodrigo Catharino substitui João Ernesto de Carvalho e ficará no cargo até 2024