Conselho Universitário aprova calendário de consulta para sucessão na Reitoria

Em sessão virtual realizada nesta terça-feira (4), o Conselho Universitário (Consu) da Unicamp aprovou a minuta de deliberação que fixa as normas para a Consulta à Comunidade que vai indicar os membros escolhidos para compor a lista tríplice para a escolha do(a) novo(a) Reitor(a) da Universidade. De acordo com a proposta, as inscrições de candidatos à Reitoria deverão ocorrer entre os dias 25 e 29 de janeiro de 2021, com divulgação dos candidatos até o dia 29 de janeiro. A consulta em primeiro turno está prevista para os dias 10 e 11 de março e o segundo turno, caso ocorra, será realizado em 24 e 25 de março de 2021. Se não houver a necessidade de consulta em segundo turno, a sessão do Consu para composição da lista tríplice será em 23 de março. No caso da realização do segundo turno, a sessão fica marcada para o dia 6 de abril de 2021. 

A proposta aprovada também prevê a constituição da Comissão Organizadora da Consulta, que será composta pelos seguintes membros: quatro diretores de unidades, sendo um representante de cada área do conhecimento; três membros docentes; um membro discente; um membro dos servidores técnico-administrativos e um membro da comunidade externa. 

Os representantes indicados são: professores Pascoal José Giglio Pagliuso (IFGW), Alberto Luiz Serpa (FEM), André Martins Biancarelli (IE) e Orival Andries Junior (FEF), como diretores das unidades; professores Samuel Rocha de Oliveira, Bárbara Teruel Medeiros, Fernando Santos Coelho e Adriana Nunes Ferreira, como representantes docentes  - neste caso, foi sugerido que um dos nomes indicados seja remanejado para compor a comissão de eleição de representantes discentes de Graduação para o Consu; Matheus Alves Albino como representante discente; Cláudio José Cervato como representante de servidores técnico-administrativos; e professor Ignacio Maria Velasco (Fapesp) como representante externo. 

Também foi aprovada na sessão a composição das Comissões Eleitorais para a escolha das representações de servidores técnico-administrativos, discente de pós-graduação e de graduação para o Conselho Universitário e seus respectivos calendários de inscrições, cancelamento de inscrições, eleições e interposição de recursos. 

Mudança na duração do mandato do(a) próximo(a) Reitor(a)

Outro destaque entre os itens aprovados pelo Conselho Universitário é a proposta que altera, em caráter excepcional, a duração do mandato do(a) Reitor(a) que terá início em 2021. "(a proposta) ajusta o mandato do próximo reitor e, a partir daí, todos os outros terão, como têm os atuais, os quatro anos de mandato. O que muda é a data da posse em relação ao que temos hoje", explicou Teresa Atvars, Coordenadora Geral da Universidade. 

A proposta tem como justificativas dois fatores principais. O primeiro é tornar as gestões da Reitoria da Unicamp concomitantes aos anos fiscais. Dentro dos períodos atuais seguidos pela Universidade, nos anos em que há a troca de gestão, duas administrações são incluídas dentro de um mesmo ano fiscal. "Isso tem uma implicação muito importante porque cada um dos membros da administração participam durante cinco anos desse processo, não apenas em quatro. Por isso mesmo os governos mudam no dia 1º de janeiro, com a mudança do ano fiscal. A USP é assim, a Unesp é assim. Isso tem implicações importantes, porque às vezes uma administração responde por atos que ela não praticou devido a esta interdependência que ocorre em anos com mudança de reitoria", destacou o reitor Marcelo Knobel. 

A outra razão é que, com a mudança, as discussões em torno da sucessão na Reitoria não serão interrompidas pelas festas de fim de ano e pelo carnaval. Também serão beneficiados os estudantes concluintes dos cursos de graduação, já que muitas turmas acabam se formando sem a oportunidade de participar da consulta para escolha do(a) novo(a) reitor(a). "Boa parte dos alunos, cerca e 25%, saem no fim do ano, se formam, e não têm a oportunidade de participar da consulta, sendo que são os estudantes mais experientes que mais conhecem a universidade", comentou Marcelo Knobel. 

Os demais itens da pauta foram também aprovados, com exceção do item 15, que dispunha sobre a participação de servidores em férias, licença prêmio e licença sabática em reuniões de órgãos colegiados. O Conselho optou por retirá-lo das votações para realizar novas discussões sobre o tema. 

Imagem de capa

fachada do prédio do Gabinete do Reitor
Proposta que altera excepcionalmente duração do mandato do próximo reitor também é aprovada