Rede Solidariedade intensifica a iniciativa de troca, empréstimo ou doação de insumos e materiais para a pesquisa

##

Solidariedade à Pesquisa é um serviço que conecta pesquisadores em todo o país que desejam colaborar entre si para o avanço da ciência, por meio da troca, empréstimo ou doação de insumos e materiais para a pesquisa. A plataforma é uma solução voltada para o público acadêmico-científico das instituições de ensino superior brasileiras, públicas ou privadas.

O serviço foi criado pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) em parceria com a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) e a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Desde 2017, essas instituições estão unidas com a mesma motivação: oferecer uma plataforma inovadora que incentiva a produção científica.

O acesso ocorre através do site da Rede. A página foi desenvolvida para facilitar a solicitação de insumos e materiais, além de possibilitar a visualização e publicação de ofertas. Os cadastros são organizados por área do conhecimento: biológicas, humanas, exatas e tecnológicas. Outras áreas poderão ser contempladas a partir do interesse da própria comunidade de pesquisadores.

Alunos e professores das instituições de ensino superior, credenciadas na Comunidade Acadêmica Federada (CAFe), podem participar do Solidariedade à Pesquisa. Basta acessar o site e entrar com as credenciais já utilizadas na instituição a qual estejam vinculados. Dessa forma, os interessados no serviço terão autonomia para moderar e gerenciar as trocas, empréstimos ou doações.

"Esta é uma demonstração evidente de que as universidades públicas, essenciais para o desenvolvimento e independência cientifica nacional, cumpre sua função também colaborando com os órgãos de governo ao disponibilizar canais de comunicação que permitam resolver crises momentâneas locais ou nacionais, em momentos cruciais, principalmente num momento em que os recursos para ciência e tecnologia estão escassos", destaca o médico e professor José Antônio Rocha Gontijo, idealizador do projeto. 

Segundo Gontijo, não é excessivo afirmar que este projeto conjunto Unicamp-Capes-RNP, somente foi viabilizado pela competência e qualificação da Equipe de Tecnologia da Informação da Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Essa rede de colaboração vai facilitar a interação entre pesquisadores para suprir suas dificuldades, sejam emergenciais ou não.

Adicionalmente, esta rede de apoio e colaboração à pesquisa promove a interdisciplinaridade entre as instituições de ensino superior do Brasil, aproximando quem tem com quem precisa. O serviço amplia os contatos, contribui para diminuir a distância entre os participantes e favorece o desenvolvimento dos trabalhos científicos.

 

Imagem de capa

Logo da rede
Serviço auxilia pesquisadores em todo o Brasil a colaborarem entre si para o avanço dos trabalhos científicos