UPA 2019 será no dia 25 de maio

A Unicamp lançou, nesta sexta-feira (15), a chamada para participação das escolas na Unicamp Portas Abertas (UPA) 2019. O evento, que acontece anualmente e recebe cerca de 40 mil estudantes do ensino médio, de todo país, para conhecer a Universidade, será realizado no dia 25 de maio, das 9h às 17h. “É um evento muito importante para a Unicamp. Consolida uma longa história de trazer os alunos pré-vestibulandos para dentro do campus, para conhecerem um pouco mais nossos cursos, nossas instalações, nossa Universidade”, afirmou a coordenadora geral da Unicamp, Teresa Atvars.

Segundo ela, todos os Institutos e as Faculdades da Unicamp estão envolvidos na elaboração da programação, propondo oficinas, visitas a laboratórios de pesquisa, palestras e apresentações culturais. “Cada unidade de ensino pesquisa oferece atividades culturais, artísticas, científicas e tecnológicas. Os alunos dos próprios cursos se envolvem apresentando projetos e protótipos. É muito motivador”, ressaltou Atvars.

Além de apresentar cursos, currículos e possibilidades de inserção no mercado de trabalho, as atividades oferecidas este ano estarão, de alguma maneira, relacionadas aos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. Assim como a Calourada, a UPA será um espaço para divulgação dos debates e ações realizados na Universidade em torno do assunto. “Tem muita coisa acontecendo na Unicamp e essa juventude vem com a cabeça aberta. Vamos procurar trazer todo esse assunto da sustentabilidade e mostrar que a Unicamp quer ser uma universidade sustentável, equacionando as questões ambientais e econômicas”, explicou a coordenadora.

Todas as informações sobre o evento serão divulgadas no site da UPA e nas redes sociais oficiais. O aplicativo da UPA também está disponível e deverá ser baixado antes do evento para comodidade dos participantes. Os estudantes interessados devem procurar suas escolas e estas deverão realizar as inscrições pelo site do evento. Famílias e estudantes que quiserem participar individualmente não precisam realizar inscrições.

Vestibular

A coordenadora geral da Unicamp destacou, também, a participação da Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest), na UPA deste ano, esclarecendo sobre a ampliação das possibilidades ingresso, como o Vestibular Indígena e as vagas para medalhistas. A partir de 2019, a Unicamp ampliou as formas de ingresso em seus cursos de graduação. Do total de 3.340 vagas oferecidas, 80% foram pelo Vestibular Unicamp e 20% pela modalidade Enem-Unicamp. Também foram criados dois outros sistemas: o Vestibular Indígena, com 72 vagas e o ingresso por meio das Vagas Olímpicas, com 90 vagas oferecidas em diversos cursos. Além disso, o Conselho Universitário da Unicamp (Consu) aprovou, a adoção de cotas étnico-raciais. Para o ingresso em 2019, foram reservados 25% do total de vagas aos candidatos autodeclarados pretos e pardos, sendo 10% por meio do Enem e 15% por meio do Vestibular Unicamp 2019. Também no vestibular, a pontuação para estudantes egressos da rede pública de ensino foi ampliada para o ensino fundamental, além do ensino médio. Assim, os estudantes que optaram por participar do Programa de Ação Afirmativa e Inclusão Social (PAAIS) receberam automaticamente, na primeira e na segunda fase, as seguintes pontuações: 20 pontos para aqueles que cursaram integralmente o ensino fundamental II em escolas públicas; 40 pontos para aqueles cursaram integralmente o ensino médio em escolas públicas; 60 pontos para aqueles que cursaram ambos os períodos na rede pública.

Primeiros resultados

Entre os convocados, na somatória da primeira chamada do Vestibular Unicamp e do Enem-Unicamp, e das primeiras chamadas do Vestibular Indígena e das Vagas Olímpicas, do total de 3.386 aprovados, 38,2% foram autodeclarados pretos ou pardos e 48,7% são de escola pública. Os estudantes indígenas representaram 2,1% dos convocados deste ano. Foram, no mínimo, 25% de estudantes autodeclarados pretos ou pardos em praticamente todos os cursos. Em relação à participação de aprovados egressos de escolas públicas, os índices variaram de 78,1% (em Letras – Noturno) a 29% (em Música-Composição) nos diferentes cursos de graduação. Na Medicina, o curso mais concorrido do Vestibular Unicamp 2019, o percentual foi de 56,4%.

 

Imagem de capa

Audiodescrição: Em área externa, imagem frontal e em plano médio, grupo de cerca de quinze jovens, em pé, agrupados horizontalmente, sendo que a maioria sorri e carrega mochilas nas costas e à frente, e também veste blusas de mangas compridas com capuz. Chove forte, e eles se abrigam sob dois guarda-chuvas, tentando se proteger. Ao fundo, À direita, há uma ampla área com vegetação, e à esquerda, parte de uma edificação. Imagem 1 de 1.
UPA 2019 será no dia 25 de maio