Webinário: Academia Brasileira de Ciências debate o impacto da pandemia na pesquisa científica

Webinário da ABC ´Impactos da pandemia na pesquisa científica

A Academia Brasileira de Ciências (ABC) promove, dia 7 de julho, às 16h, a 14ª edição de sua série de webinários "Conhecer para Entender - O mundo a partir do coronavírus”.

Desta vez, o tema a ser tratado será "O impacto da pandemia na pesquisa científica". Participam do encontro virtual Marcelo Mori (Unicamp), Jaqueline Mesquita (UNB), e Ildeu de Castro Moreira (ABC).

O evento será mediado pelo presidente da ABC, Luiz Davidovich, e pela vice-presidente da ABC, Helena Nader. 

As inscrições podem ser feitas no link. O evento será transmitido no endereço eletrônico. [Ouça o áudio]

OS WEBINARISTAS:

>> O Acadêmico Marcelo Mori, chefe do Departamento de Bioquímica e Biologia Tecidual da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e membro afiliado da Academia Brasileira de Ciências (2018-2022). Seu foco será nas profundas mudanças provocadas pela pandemia de covid-19 nas relações entre cientistas e em abordagens criativas e interdisciplinares para o enfrentamento da crise.

>> A Acadêmica Jaqueline Mesquita, professora do Departamento de Matemática da Universidade de Brasília (UnB). É membro afiliado da Academia Brasileira de Ciências  e da Academia Mundial de Ciências (2018-2022).  Em 2019 ganhou o prêmio Para Mulheres na Ciência concedido pela L’Oréal-Unesco-ABC. Ela vai abordar as perspectivas dos jovens cientistas brasileiros no médio e longo prazo.

>> O presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), Ildeu de Castro Moreira, professor do Instituto de Física e do programa de pós-graduação em História das Ciências, Ensino de Física e História da Física na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), e dos mestrados em divulgação científica da Fiocruz, UFRJ, Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST) e do Jardim Botânico do Rio de Janeiro (JBRJ). Ele vai focar na mobilização e adaptação das instituições de pesquisa e ensino à situação de pandemia e como a carência de recursos afeta as atividades de pesquisa.

RESUMO: Unir para conquistar é o lema de uma nova geração de cientistas, talvez o único a fazer sentido em uma era pós-covid-19.  Proatividade, interdisciplinaridade, cooperatividade e empatia são marcas registradas dessa nova realidade científica para a qual os jovens cientistas brasileiros têm contribuído de maneira significativa. Diante da pandemia e dos cortes orçamentários que a ciência brasileira tem sofrido nos últimos anos, o cenário é grave e impacta na produção científica. Quais as lições a serem aprendidas com a pandemia e quais os desafios para o futuro próximo da ciência brasileira no período pós-pandemia?

>> Assista aos webinários anteriores realizados pela ABC
(Hélio Costa Júnior)