Retratos de um Brasil profundo: CIS-Guanabara terá palestra do fotógrafo Antonio Mozeto

“Não tenho dúvidas de que existe em nós um sonhador. Aquele que vê o mundo com outros olhos. Que sente o mundo com outra alma. Não tenho dúvidas, também, que existe dentro de um país, de uma região ou de uma cidade, outros países ou, outras regiões ou cidades. Dentro de cada um de nós há outros de nós mesmos”. Essa introdução feita pelo fotógrafo Antonio Mozeto é o mote da palestra “Retratos de um Brasil Profundo” que ele ministrará no próximo dia 18, terça-feira, a partir das 19h30 no CIS-Guanabara.

Fotografias de Antonio Mozeto

Professor aposentado pela UFSCar, de São Carlos, e apaixonado pela fotografia, Mozeto passou a desenvolver um olhar diferente quando colocava a câmara entre seus olhos e as pessoas focalizadas. “Sempre senti que havia outro Brasil que se insere geograficamente, exatamente nos mesmos limites do Brasil oficial, mas ele é diferente em tudo. Neste Brasil profundo o que se encontra são pessoas simples, mas muito ricas na alma. Ricas por doar-se ao máximo e de forma extremamente espontânea, de forma verdadeira. Doam-se, também, nos intensos diálogos e sorrisos abertos, sinceros e autênticos. Tenho o sentimento de que essas pessoas, para quem o tempo parece não ter passado ou passado bem mais devagar, são invisíveis à grande maioria das populações e às grandes mídias das grandes e médias cidades deste país”, afirma o fotógrafo.

No CIS-Guanabara, a oficina, com a coordenação da agente cultural Maria Cristina Amoroso Lima Leite de Barros, tem o apoio da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (PROEC), da Unicamp. O CIS fica à Rua Mário Siqueira, 829, Botafogo, Campinas (estacionamento gratuito no local). Apalestra é uma promoção do Núcleo de Fotografia de Campinas (NUFCA).
(Amarildo Carnicel)