Projeto Guri abre vagas para o segundo semestre

Projeto Guri
Projeto Guri sediado no CIS-Guanabara tem vagas abertas para o segundo semestre

O Projeto Guri de Campinas, sediado no CIS-Guanabara, retoma as atividades do segundo semestre com uma boa notícia: há vagas abertas para os instrumentos trompete, eufônio, violino, viola erudita e coral. Os interessados devem ter entre 6 e 17 anos e disponibilidade para as aulas com duração de uma hora que ocorrem às terças e quintas-feiras à tarde. Segundo Jacque Briquet, coordenadora dos polos Campinas e Vinhedo, os novos participantes não precisam ter instrumento, tampouco conhecimento musical prévio.

O acesso ao Projeto Guri é universal e gratuito, porém, a organização desenvolveu políticas e práticas com foco na inclusão de alunos em situação de vulnerabilidade econômica e social. A partir do momento em que passam a integrar o Guri, os alunos recebem atenção que vai muito além do ensino musical. O Projeto atua observando todas as condições que afetam a vida e o bem-estar de cada um, incluindo educação, assistência social, saúde, habitação, entre outras necessidades.

O Projeto Guri é mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo e oferece, nos períodos de contraturno escolar, cursos de iniciação musical, luteria, canto coral, tecnologia em música, instrumentos de cordas dedilhadas, cordas friccionadas, sopros, teclados e percussão, para crianças e adolescentes entre 6 e 18 anos incompletos. Anualmente, cerca de 50 mil alunos são atendidos em quase 400 polos de ensino, distribuídos por todo o Estado de São Paulo. Desde seu início, em 1995, o projeto já atendeu cerca de 650 mil jovens na Grande São Paulo, interior e litoral.

No CIS-Guanabara, o Projeto Guri, com a coordenação da agente cultural Maria Cristina Amoroso Lima Leite de Barros, tem o apoio da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (PROEC), da Unicamp. O CIS fica à Rua Mário Siqueira, 829, Botafogo, Campinas (estacionamento gratuito no local).

Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail polo.campinas@projetoguri.org.br ou pelo telefone (19) 3235-1566.