Estudantes

A pandemia da Covid-19  impôs a necessidade de alterações na conduta individual e coletiva nos espaços da Unicamp. Aqui você encontrará orientações sobre uso do espaço físico, comportamento adequado e dicas pessoais nesse novo contexto.

 

Regras obrigatórias de convívio

  • Esteja sempre de máscara (cobrindo a boca e o nariz)
  • Higienize constantemente as mãos com água e sabão ou álcool gel a 70%.
  • Mantenha sempre a distância mínima de 1,50 metro das pessoas. 
  • Ao tossir ou espirrar, afaste-se das pessoas e cubra sua face com o antebraço. 
  • Use um lenço descartável, jogue-o fora imediatamente e lave as mãos.
  • Não abrace, aperte as mãos ou tenha contatos mais próximos com outras pessoas. 
  • Traga sua própria garrafa d’água para uso pessoal.
  • Se possível, tenha sempre um frasco com álcool gel a 70% no bolso ou bolsa.
  • Não compartilhe objetos pessoais.
  • Se possível, traga máscaras sobressalentes e tenha sempre um saco plástico para guardar as usadas enquanto não for possível lavá-las (somente para máscaras de pano).

Circulação em espaços abertos

  • É obrigatório o uso de máscara ao entrar na Unicamp.
  • Mantenha distanciamento físico de 1,50 metro, sem contatos pessoais.
  • Nos pontos de ônibus, a espera deve ser em fila com espaçamento de 1,50 metro entre as pessoas. Respeite as demarcações no piso.
  • Respeite as restrições de permanência e acesso informadas em alguns espaços abertos dos Campi
  • Estão proibidas aglomerações.
  • Estão proibidas feiras e atividades comerciais.

Entrada nos edifícios

  • É obrigatório o uso de máscara ao entrar nos edifícios.
  • Mantenha sempre, no mínimo, 1,50 metro de distância das outras pessoas. 
  • Ao chegar na área de higienização, higienize as mãos com o álcool em gel a 70%.
  • Higienize bolsas, mochilas e demais objetos que esteja trazendo.

Dentro dos edifícios

  • É obrigatório o uso de máscara durante todo o período de permanência nos edifícios.
  • Mantenha sempre, no mínimo, 1,50 metro de distância das outras pessoas. 
  • Lave as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, especialmente antes de ingerir alimentos e após tossir ou espirrar. 
  • Se não tiver acesso à água e sabão, use álcool em gel a 70%.
  • Não compartilhe objetos de uso pessoal.
  • Mantenha as janelas e portas internas abertas.
  • Evite o uso de ar-condicionado.
  • Evite, ao máximo, as reuniões presenciais.
  • Leve seus pertences pessoais em bolsas pequenas e mantenha-os limpos.
  • As salas de reunião poderão ser ocupadas por, no máximo, 2 pessoas.
  • Limpe sua superfície de trabalho (telefones, mesas, teclados, mouse, canetas) com álcool 70% e papel toalha várias vezes ao dia.

Salas de aula

  • As salas de aulas com ventilação natural poderão operar com o limite máximo de 30% de sua capacidade, desde que mantido o distanciamento mínimo de 1,50 metro entre as cadeiras ocupadas e garantindo a mesma medida para circulação. Faça o cálculo de estudantes por sala.
  • A unidade deverá fazer a demarcação ou inutilização das cadeiras que não poderão ser ocupadas. 
  • Você deverá, também, higienizar bancadas, computadores, equipamentos e utensílios antes e após o uso.

Laboratórios

  • Os laboratórios com ventilação natural poderão operar com o limite de 30% de sua capacidade, desde que mantido o distanciamento mínimo de 1,50 metro entre as cadeiras ocupadas e garantida a mesma medida para circulação. 
  • A unidade deverá fazer a demarcação ou inutilização dos postos que não poderão ser ocupados. Recomenda-se a criação de esquema de rodízio para reduzir a quantidade de pessoas e higienizar bancadas, computadores, equipamentos e utensílios antes e após o uso.
  • Recomenda-se óculos de proteção ou protetores faciais, desde que os mesmos não impossibilitem as atividades.

Ambientes climatizados

Pesquisas indicam que o uso de ambientes climatizados não é recomendável, pois as gotículas suspensas se dissipam rapidamente com o fluxo de ar dos equipamentos de ar- condicionado. Por isso, seu uso está proibido. 

Devem ser procurados espaços alternativos às salas que não possuem janelas e dependem de climatização.  Caso não haja opção (pesquisas específicas), o uso do ambiente climatizado deve ser informado ao Comitê Técnico de Acompanhamento e a unidade deve instalar filtro HEPA - High Efficiency Particulate Arrestance e trocá-lo periodicamente ou instalar esterilizadores de ar por UV nos equipamentos tipo Split.

Espaços esportivos

As quadras abertas e os Centros de Vivência dos campi da Unicamp devem permanecer fechados, com uso exclusivo e agendado apenas para atividades práticas de ensino e pesquisa entendidas como essenciais para a formação dos alunos ou para o desenvolvimento de pesquisas, de acordo com o entendimento das unidades que as oferecem. Devendo, ainda assim, seguir as seguintes normas:

  • Manter o distanciamento físico mínimo de 1,50 metro entre pessoas. 
  • Estão proibidas aglomerações.
  • Estão proibidos treinos de equipes de alunos e atividades de extensão que envolvem atividades físicas.
  • Está proibido o uso das academias ao ar livre e centros de vivência de todos os campi.

Praças e teatros de arena

  • É obrigatório uso de máscara de proteção.
  • Manter o distanciamento físico mínimo de 1,50 metro entre pessoas. 
  • Estão proibidas aglomerações.
  • Estão proibidas as feiras e atividades comerciais.
  • É necessário fazer a higienização de bancos e demais mobiliários urbanos quando existirem, antes e após o uso do espaço, e prever um tempo para que essa higienização seja feita entre as atividades.

Higienização de ambientes

A higienização dos ambientes deve acontecer sempre antes e após o uso. Para os casos de uso de mais de uma turma ou equipe por dia, o ambiente deve ser higienizado entre os usos. 

De acordo com a Nota Técnica 22/2020 da Anvisa, devem ser usados apenas os produtos químicos regularizados na Avisa ou no Ibama, observando seu prazo de validade e seguindo as instruções do fabricante, como a concentração, o método de aplicação, tempo de contato e a diluição recomendada. Os produtos nunca devem ser misturados. 

Para ambientes internos, bancadas, superfícies, equipamentos e partes internas de veículos, recomenda-se: 

  • Higienizar com preparação alcoólica líquida (etanol ou isopropanol 70%), com papel toalha descartável, do mais limpo para o mais sujo, que deve ser jogado fora após o uso. Realizar a higienização das mãos antes e depois e usar proteção ocular (óculos de proteção ou protetores faciais), desde que os mesmos não impossibilitem a atividade.

Para ambientes externos, recomenda-se o uso de álcool gel 70% para desinfecção, mas também é possível utilizar produtos à base de:

  • Hipoclorito de sódio, na concentração 0,5%.
  • Quaternários de amônio, como o cloreto de benzalcônio, na concentração de 0,05%.
  • Peróxido de hidrogênio, na concentração de 0,5%.
  • Sabonete líquido, desde que seja respeitado o tempo residual.
  • Desinfetantes de uso geral com ação virucida.

Sanitários

  • É obrigatório o uso de máscara durante todo o tempo de uso do banheiro.
  • Manter o distanciamento mínimo de 1,50 metro entre os usuários.
  • Manter as janelas sempre abertas.
  • Abaixar a tampa do vaso antes de acionar a descarga.
  • Lavar as mãos com água e sabão.
  • Usar lixeiras com pedal e tampa.

Copas e refeitórios

  • As copas devem ser usadas por apenas uma pessoa de cada vez. 
  • Os refeitórios internos devem operar com o limite máximo de 30% da capacidade, respeitando sempre o distanciamento mínimo de 1,50 metro e, se for o caso, a demarcação ou inutilização das cadeiras que não poderão ser ocupadas. 
  • Colocar a máscara logo que terminar a refeição. Permanecer sem a máscara o mínimo de tempo possível.
  • Higienizar a mesa com álcool líquido e papel descartável, antes e depois de fazer a refeição. 
  • Cada pessoa deve levar seus próprios utensílios, higienizá-los e não deixá-los na copa.
  • Os itens de uso comum devem ser temporariamente retirados de uso.
  • Manter o posicionamento das cadeiras em ziguezague para respeitar o distanciamento necessário de 1,50 metro.

Cantinas

  • As mesas para consumo no local estão proibidas e o atendimento presencial deverá ser feito por meio de senhas com a demarcação em piso do distanciamento de 1,50 metro na fila de atendimento.
  • Caso o permissionário tenha interesse, poderá trabalhar com sistema de delivery desde que respeite sempre o uso de máscara e higienização dos pacotes e embalagens.
  • Todos os funcionários do estabelecimento deverão utilizar os EPIs indicados pela OMS: máscaras N95, cirúrgicas ou de tecidos; luvas nitrílicas; viseiras/protetor facial. 
  • A cantina deverá disponibilizar de álcool em gel a 70% para os clientes.

Bebedouros

  • Nunca aproxime a boca do jato de água; dispense a água do bebedouro apenas em copos ou canecas. Cuidado especial deve ser tomado com as garrafas de água, evitando-se o contato de seu bocal com a haste/torneira. 
  • Não compartilhe copos com outras pessoas.
  • Teste o fluxo de água e deixe a água fluir por 10 segundos para permitir a entrada de água limpa e fresca antes de beber.
  • Depois do uso, higienize as mãos com álcool gel ou lave-as com água e sabão.

Elevadores

O uso de elevadores deve ser restrito a pessoas com deficiência (PCD) e ao transporte de materiais pesados. Pessoas não inseridas nestes grupos estão proibidas de acessar estes equipamentos.

Descarte de resíduos

  • Resíduos recicláveis: papel, plástico, vidro, metal, madeira e especiais. (lâmpadas de vapor de mercúrio, pilhas e baterias, cartuchos e toners). 
  • Resíduos comuns: restos de alimentos, papel toalha, papel engordurado ou com sobras de alimentos.
  • Resíduos perigosos (gerados na área da saúde ou na Moradia por pessoa suspeita ou contaminada): lenço de papel, luvas, lixo de banheiro, papel toalha.

Identificação dos resíduos

  • Branco: resíduo infectante.
  • Preto: resíduo comum.
  • Azul: resíduos recicláveis.
  • Vermelho ou outra cor: resíduo em quarentena.

Como fazer o descarte

  • Separar e depositar o resíduo comum em saco plástico adequado fornecido pela Unidade/Órgão.
  • Acondicionar o resíduo comum ocupando no máximo 2/3 da capacidade do saco plástico, que deverá ser fechado com um nó firme para garantir a contenção dos resíduos.
  • Os sacos plásticos deverão ser depositados em local específico designado pela Unidade para a coleta comum.

 

Procedimentos para o descarte de resíduos comuns

  • Considerando o preenchimento diário de inquérito sintomatológico por todos os alunos, professores, servidores e demais profissionais que estejam com atividades presenciais na Universidade, além de realização de testagem prévia para Covid-19 obrigatória parte-se do pressuposto que as pessoas que estão trabalhando presencialmente na Universidade estão saudáveis, e os resíduos gerados pelas Unidades/Órgãos não são resíduos contaminados.
  • Os resíduos comuns irão para aterro sanitário e os recicláveis, serão tratados pela Universidade para devida destinação, não sendo necessário o descarte destes como resíduo contaminado, semelhante aos resíduos gerados pelas áreas hospitalares.
  • Os resíduos comuns devem ser descartados em lixeiras fechadas, com tampa, preferencialmente com pedal. 
  • Utilizar SACOS PRETOS.

Descarte de EPIs

  • Considerando o preenchimento diário de inquérito sintomatológico por todos os alunos, professores, servidores e demais profissionais que estejam com atividades presenciais na Universidade, além de realização de testagem prévia obrigatória para Covid-19, parte-se do pressuposto que as pessoas que estão trabalhando presencialmente na Universidade estão saudáveis e que os resíduos gerados pelas Unidades/Órgãos não são resíduos contaminados.
  • Os resíduos comuns irão para aterro sanitário e os recicláveis serão tratados pela Universidade para devida destinação.
  • Desta forma, as máscaras N95, cirúrgica ou de tecido, bem como as luvas, viseiras/protetores faciais utilizados fora da área de saúde deverão ser depositados, preferencialmente, nas lixeiras existentes nos banheiros, para que logo após o descarte, seja possível realizar a lavagem das mãos de forma apropriada. Estes resíduos devem ser descartados em saco plástico preto, impermeável, de material resistente a ruptura e vazamentos. Os materiais deverão ocupar no máximo 2/3 da capacidade do saco plástico que deverá ser fechado com um nó firme para garantir a contenção dos resíduos e ser encaminhado à coleta de lixo comum.  (Atenção: estes resíduos não deverão ser encaminhados à coleta seletiva!)
  • As máscaras cirúrgicas (descartáveis) utilizadas nas atividades laboratoriais deverão ser descartadas conforme o Plano de Gerenciamento de Resíduos Local. (Atenção: estes resíduos não deverão ser encaminhados à coleta seletiva!)

Formas de contágio

Contato direto: partículas virais infectantes emitidas por fala, espirro ou tosse ou canto pairam no ar.

Contato indireto: disseminação pelo toque em superfícies contaminadas por partículas virais.

Após o contato com o vírus, pode demorar de 2 a 14 dias para os sintomas aparecerem.

 A maioria das pessoas transmite o vírus até 10 dias após o início dos sintomas.

Esteja atento aos sintomas

Se estiver com sintomas, não venha para o campus e procure atendimento médico.

Sintomas iniciais mais comuns:

  • Cansaço
  • Febre
  • Tosse seca

Outros sintomas iniciais:

  • Dor de cabeça e no corpo
  • Dor de garganta
  • Congestão nasal e coriza
  • Perda do olfato e paladar

Outros sintomas:

  • Diarreia
  • Conjuntivite
  • Erupções cutâneas

Sintomas de alerta para gravidade:

  • Falta de ar
  • Perda da fala
  • Dor no peito

Onde buscar ajuda

Sintomas iniciais: o Centro de Saúde da Comunidade (CECOM) disponibiliza, para membros da comunidade Unicamp (docentes, alunos e funcionários), atendimento médico nas situações de agravo agudo à saúde (Pronto Atendimento), sem necessidade de agendamento prévio.

Horário de atendimento: das 7:00 às 17:30 horas.

Telefones: 35219130  -  35219021  -  35219029

Use máscara e leve documento.

Sintomas de alerta para gravidade: Atendimento na UER-HC 24 horas – Rua Carlos Chagas 18-362 – Cidade Universitária – Campinas.

Tirar dúvidas

Alunos dos cursos de Medicina e Enfermagem da Unicamp tiram dúvidas da população pelo telefone (19) 3521-9130.

https://www.fcm.unicamp.br/fcm/telessaude

Uso da máscara

Antes de colocar a máscara, lave ou higienize suas mãos.

Coloque a máscara pelo elástico, sem encostar no tecido.

Não toque no pano da máscara e não a remova para falar.

A máscara deve cobrir o queixo e o nariz.

Tire a máscara pelas alças laterais.

Higienize as mãos após o uso.

Troque a máscara quando ela estiver úmida ou danificada.