Desinfecção de Superfícies

última alteração em 18/03/2022

LIMPEZA E DESINFECÇÃO DE SUPERFÍCIES EM CASOS CONFIRMADOS OU SUSPEITOS DE COVID-19

Este documento orienta a respeito da limpeza e desinfecção de superfícies em ambientes de trabalho ou estudo frequentados por pessoas com suspeita ou confirmação de covid-19, com o objetivo de mitigar a transmissão local de SARS-CoV-2 nestes locais. Não inclui a área de saúde, que possui protocolos próprios e adequados ao seu risco específico. 

1 - CONSIDERAÇÕES INICIAIS 

 ➔ Coronavírus em superfícies e objetos morrem naturalmente dentro de horas ou dias; este processo em geral é acelerado na vigência de temperaturas mais altas e de exposição à luz solar. 

➔ Limpeza versus Desinfecção: A limpeza com água e sabão ou detergente remove germes, sujeira e impurezas das superfícies; já a desinfecção com álcool a pelo menos 70%, por exemplo, mata os germes na superfície. Ao desinfetar ou matar os germes em uma superfície depois de limpá-la, pode-se diminuir ainda mais o risco de propagação da covid-19. 

➔ O processo de limpeza e desinfecção deve ser feito pela equipe de higiene e limpeza.  

2 - LIMPEZA E DESINFECÇÃO DE AMBIENTES INTERNOS

 Ao tomar conhecimento de que alguma pessoa que usou ou visitou determinado espaço interno está com suspeita de Covid-19 ou teve confirmação desta doença, devem ser adotados os seguintes procedimentos: 

2.1 Fechar a área (sala) afetada; 

2.2 Abrir portas e janelas externas para aumentar a circulação de ar, por pelo menos uma hora; 

2.3 Iniciar a limpeza dos objetos e superfícies com água e sabão ou detergente neutro. 

2.4 Desinfecção: 

➔ Superfícies e objetos que não são tocados com frequência não requerem desinfecção após o procedimento de limpeza. 

➔ Já as superfícies e objetos que são tocados com frequência, como mesas, maçanetas, interruptores, bancadas, alças, telefones, teclados, banheiros, torneiras e pias, deverão ser desinfetadas cuidadosamente com solução de álcool 70%. 

2.5 Uma vez que a área foi desinfetada adequadamente, ela pode ser reaberta para uso. 

 2.6 Pessoas que não tiveram contato próximo com a pessoa doente podem retornar ao trabalho imediatamente após a desinfecção. 
     

3 - LIMPEZA E DESINFECÇÃO DE AMBIENTES EXTERNOS

 ➔ As áreas externas requerem limpeza de rotina normal, e não necessitam de desinfecção. 

 ➔ Não recomenda-se a desinfecção de calçadas e ruas, tendo em vista não haver, até o momento, comprovação na redução do risco de covid-19 para o público através desta estratégia, pois o risco de propagação do vírus que causa covid-19 a partir dessas superfícies é muito baixo, e a desinfecção não é eficaz nessas superfícies.  

➔ Superfícies de alto contato feitas de plástico ou metal, como barras de apoio e grades, devem ser limpas rotineiramente. 

➔ A limpeza e desinfecção de superfícies de madeira (estruturas de jogos, bancos, mesas) ou coberturas de solo (cobertura morta, areia) não é recomendada.   

4 - Referências

1. Brasil, NOTA TÉCNICA GVIMS/GGTES/ANVISA Nº 07/2020 ORIENTAÇÕES PARA PREVENÇÃO E VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA DAS INFECÇÕES POR SARS-CoV-2 (COVID-19) DENTRO DOS SERVIÇOS DE SAÚDE. (COMPLEMENTAR À NOTA TÉCNICA GVIMS/GGTES/ANVISA Nº 04/2020). 

2. Brasil, NOTA TÉCNICA GVIMS/GGTES/ANVISA Nº 04/2020 ORIENTAÇÕES PARA SERVIÇOS DE SAÚDE: MEDIDAS DE PREVENÇÃO E CONTROLE QUE DEVEM SER ADOTADAS DURANTE A ASSISTÊNCIA AOS CASOS SUSPEITOS OU CONFIRMADOS DE INFECÇÃO PELO NOVO CORONAVÍRUS (SARS-CoV-2). 

3. CDC. Cleaning and Desinfecting. Disponível em: 

https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/community/clean-disinfect/index.h tml. Acesso em 07/10/2020. 

4. ECDC. Disinfection of environments in healthcare and nonhealthcare settings potentially contaminated with SARS-CoV-2. March 2020. Disponível em: https://www.ecdc.europa.eu/sites/default/files/documents/Environmental-persi stence-of-SARS_CoV_2-virus-Options-for-cleaning2020-03-26_0.pdf. Acesso em 07/10/2020.