Área da saúde

última alteração em 18/03/2022

1.ÁREAS ADMINISTRATIVAS E DE CONVÍVIO

ORIENTAÇÕES GERAIS

Etiqueta respiratória 

  • Cubra a boca ao tossir e espirrar, com o cotovelo flexionado
  • Use lenços de papel para assoar o nariz, cobrir boca e nariz ao espirrar
  • Descarte o lenço após o uso
  • Lave as mãos sempre que entrarem em contato com secreções
  • Se apresentar sintomas como febre ou calafrios, tosse, dor de garganta, na cabeça ou no corpo, alteração no cheiro ou gosto, coriza,  falta de apetite ou diarréia coloque uma máscara cirúrgica e procure o CECOM

Limpeza de superfícies, objetos

  • Mantenha as superfícies limpas, friccione as superfícies com álcool 70%, ao chegar e antes de sair do trabalho;
  • Mantenha na sua área de trabalho apenas o necessário, evite o acúmulo de objetos e papéis desnecessários para o seu trabalho;
  • Friccione os objetos de uso individual com álcool 70%, ao chegar e antes de sair do trabalho;
  • Friccione os objetos de uso comum (telefone, por exemplo) com álcool 70%, antes e depois de usá-los;
  • Observe se o Serviço Terceirizado de Limpeza está desinfetando os mobiliários e superfícies de toque frequente, como por exemplo as maçanetas e interruptores, se você não observou a desinfecção, faça a desinfecção e comunique o serviço terceirizado;
  • Evite o compartilhamento de objetos, como por exemplo: grampeadores, canetas e etc. Caso necessário o compartilhamento desinfete-o antes e após.

Ambientes de uso comum (salas de trabalho, guichês, copas, refeitórios)

  • Mantenha o ambiente sempre arejado, com janelas e portas abertas, sempre que possível. Evite o uso de ar condicionado;
  • Em locais em que não for possível manter ventilação natural entre em contato com Serviço de Engenharia para que a manutenção periódica e limpeza dos filtros de ar ocorra conforme recomendações da ABNT de ar ambiente. 

 

Alimentação

  • Utilize local apropriado para realizar ingesta hídrica e alimentar;
  • Limpe o local de alimentação antes e depois de alimentar-se;
  • Mantenha o uso da máscara facial até a hora da alimentação;
  • Mantenha distanciamento social e evite aglomerações, pois durante a ingesta você estará sem a proteção facial;
  • Higienize as mãos antes de se alimentar ou realizar ingesta hídrica;
  • Não compartilhe utensílios e evite o compartilhamento de comidas;
  • Confraternizações devem ser desencorajadas e devem ocorrer apenas após autorização da diretoria da unidade.

Distanciamento social

  • Mantenha distância de, no mínimo, 1 metro, idealmente, 1,5 metro das outras pessoas que estejam no mesmo ambiente;
  • Não tenha contato físico .

Higiene das Mãos

A higienização das mãos é fundamental para a redução de risco de transmissão de patógenos e deve ser realizada com água e sabão sempre que possível e quando houver sujidade aparente nas mãos, ou com preparação alcoólica, sempre que possível, sem sujidade aparente nas mãos. Os Serviços de Saúde: HC, CAISM, Hospital Dia, CIN, Gastrocentro, Hemocentro, CECOM e Creche tem diversos frascos e  dispensadores de preparação alcoólica para uso das equipes, durante o trabalho. A higienização das mãos é indispensável:

Higiene Pessoal:

  • Antes de comer ou manusear alimentos;
  • Após usar o banheiro. Após utilizar o banheiro, a higiene das mãos obrigatoriamente deve ser realizada com água e sabão;
  • Antes e após contato com a face;
  • Após tossir, espirrar ou assoar o nariz;

Ambiente da Assistência:

  • Antes e após contato com pacientes e seus dispositivos, como por exemplo cateteres e drenos;
  • Antes e após contato com as superfícies e equipamentos da unidade dos pacientes, ou seja o entorno de um metro ao redor do paciente.  Ex. bombas de infusão, suportes e mobiliários.
  • Antes e após calçar luvas;
  • Antes de iniciar o preparo e manuseio de medicações e dietas
  • Antes de sair do local de trabalho
  • Após manusear secreções e resíduos;
  • Presença de sujidade nas mãos

Técnica de Higiene das Mãos

Banheiros

  • Manter ventilação natural;
  • Acionar a descarga com a tampa do vaso sanitário abaixada;
  • Jogar o lixo no cesto e deixar o ambiente em ordem após o uso;
  • Manter distanciamento social;
  • Lavar as mãos.

Bebedouros

  • Usar copos ou garrafas, mas não os encoste  na saída de água da torneira, pois você estará contaminando o seu utensílio.

USO DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (EPI) POR PROFISSIONAIS E PACIENTES

Os EPI devem ser usados por todos os profissionais e alunos que participam da assistência ao paciente, sempre que indicados, e seguindo-se as recomendações já estabelecidas de colocação, retirada e acondicionamento. 

Aventais descartáveis para precauções específicas 

  • Os aventais  devem ser descartados imediatamente após o uso na área destinada a desparamentação, portanto não circule desnecessariamente com aventais na unidade
  • Colocar, remover, acondicionar e descartar conforme preconizado na instituição;  
  • Aventais impermeáveis devem ser utilizados para situações de possibilidade de contato com grande volume de fluidos corporais. Ex. parada cardiorrespiratória, vômitos, diarréia, hipersecreção orotraqueal, sangramento, etc, sempre seguindo as orientações específicas da instituição

 Atenção: Jaleco não é avental e avental não é jaleco. Jaleco é uniforme e avental é EPI.

Máscara cirúrgica

  • Higienizar as mãos antes de colocar a máscara;  
  • A máscara deve cobrir nariz, a boca e permanecer ajustada ao queixo;  
  • Não manusear a máscara pela frente, apenas pelas tiras ou elástico de fixação;  
  • Evitar tocar o rosto e, se o toque for necessário, higienizar as mãos;  
  • Trocar a máscara quando úmida, danificada ou ao término do período de trabalho. 

Obs 1. É proibido o uso de máscaras não profissionais (artesanais de tecido), como EPI, durante a assistência; 

Obs 2. Não guardar máscaras nos bolsos e não deixe-as penduradas no seu pescoço, você poderá se contaminar com esta má prática.

Máscara (Respirador) PFF2 ou N95

  • Higienizar as mãos antes de colocar a máscara;
  • Adaptar a máscara na face, posicionando uma tira sobre orelha e a outra tira abaixo da orelha;
  • Realizar o teste da vedação;
  • Utilizar protetor facial em situações geradores de aerossóis, ou na possibilidade de contaminação externa da máscara
  • Acondicionar em envelope papel pardo ou similar identificado com nome do profissional
  • Não acondicionar a máscara em embalagens hermeticamente fechadas
  • Descartar a máscara caso esta não esteja vedando, se presença de sujidade ou dano físico. Não há prazo de tempo de uso da máscara PFF2 ou N95
  • O uso é individual
  • Não utilizar a máscara cirúrgica sobre a PFF2 ou N95. 

Protetores Faciais e os Óculos de Proteção  

  • Sempre usar protetores faciais devido à possibilidade de proteção da máscara PFF2 ou N95 durante as situações que geram aerossóis
  • Atentar à presença de protetores faciais descartáveis adquiridos ou recebidos por doações e protetores permanentes 
  • Os protetores faciais descartáveis, de acordo com suas características, deverão ter uso pontual seguido de descarte, ou uso contínuo pelo mesmo profissional em unidade de coorte covid-19 com descarte ao término do turno de trabalho
  • Protetores faciais passíveis de limpeza e desinfecção devem ser desinfetados imediatamente após seu uso, e acondicionados em local determinado. Estes protetores podem ser utilizados até que suas características físicas estejam avariadas.
  • A limpeza e desinfecção do protetor facial compartilhado é do usuário.
  • Realizar a limpeza e a desinfecção de acordo com  as recomendações da instituição.
  • Óculos de Proteção são de utilização individual. Não são descartáveis, e deve-se proceder limpeza e desinfecção imediatamente após seu uso. 

LUVAS DE PROCEDIMENTO - Uso adequado

A higiene das mãos e o uso de luvas estão relacionadas à prática assistencial dos serviços de saúde, porém muitos profissionais de saúde utilizam luvas quando não estão indicadas e esta prática interfere negativamente na adesão à higiene das mãos. 

O USO INDISCRIMINADO DE LUVAS ESTÁ ASSOCIADO À TRANSMISSÃO DE MICROORGANISMOS NA ASSISTÊNCIA AOS PACIENTES 

Conforme, orientações do CVE-SP, abaixo destacam-se as melhores práticas sobre o uso de luvas: 

• Utilizar somente luvas com o registro na ANVISA para a finalidade a que se destinam; 

• Higienizar as mãos antes de calçar e após retirar as luvas; 

• Utilizar luvas quando em risco de contato com sangue, líquidos corporais, secreções, excreções, mucosas e pele não intacta; 

• As luvas devem ser utilizadas nas precauções de contato: em todos os contatos com o paciente e nas superfícies/equipamento ao redor do paciente; 

• As luvas devem ser substituídas quando houver presença de sujidade, estiverem rasgadas, entre pacientes diferentes e quando mudar de um sítio anatômico contaminado para outro limpo em um mesmo paciente 

• Remover as luvas imediatamente após cada atendimento ou procedimento; 

• Não manusear as superfícies ambientais com as mãos enluvadas, exceto na precaução por contato ou risco de contato com materiais biológicos; 

• Não manusear itens de uso pessoal quando estiver com as mãos enluvadas; 

• Descartar as luvas após o uso, nunca lavar ou descontaminá-las; 

• Manter as luvas na embalagem ou caixa original até seu uso; 

• As luvas devem ser removidas com técnica adequada para evitar contaminação das mãos durante o procedimento de retirada; 

• Evitar o uso de loções ou cremes à base de petróleo nas mãos, pois pode afetar a integridade das luvas de látex. 

Orientações Gerais e NR32 

  • Cuide da limpeza e asseio da sua roupa e do seu jaleco. 
  • Evite entrar com bolsas e pertences pessoais na unidade do paciente.
  • Segure cadernos, pranchetas e prontuários, não os deixe em contato com o mobiliário da unidade do paciente;
  • Desinfete seu estetoscópio e outros materiais hospitalares após o uso
  • O leito, as cadeiras e poltronas são exclusivas dos pacientes, não sente nos mobiliários da unidade do paciente
  • Atente-se as placas e sinalizações das precauções especiais;
  • Dúvidas entre em contato com a CCIH da sua unidade.

A NR32 é uma Norma Regulamentadora que estabelece as diretrizes básicas para a implementação de medidas de proteção à segurança e a saúde dos TRABALHADORES EM SERVIÇOS DE SAÚDE.

Ela recomenda para cada situação de risco, a adoção de medidas preventivas e a capacitação dos trabalhadores para o trabalho seguro.

A NR 32 dispõe que a responsabilidade é solidária, ou seja, compartilhada entre contratantes e contratados quanto ao cumprimento das diretrizes.

Com base na NR32 recomenda-se que os trabalhadores da Área da Saúde incorporem nas áreas assistenciais, as seguintes medidas:

  • Manter os Cabelos presos;
  • É Proibido:
    • Utilizar de adornos: anéis, relógios, pulseiras, cordões, piercings, colares, brincos, etc;
    • Utilizar unhas longas ou postiças e esmaltes descascados ou com apliques;
    • Ingerir alimentos e bebidas nos postos de trabalho, inclusive Squeeze com água;
  • Recomenda-se o uso de sapato fechado com cobertura do peito de pé
  • Roupa privativa deverá ser utilizada conforme normatização da unidade.

Desinfecção de materiais e equipamentos

Desinfete após o uso estetoscópios, termômetros, otoscópios, lanternas e outros instrumentos médicos utilizados na assistência.

O uso do aparelho celular não é recomendado durante a assistência aos pacientes, mas caso seja necessário manuseá-lo:

  1. higiene as mãos antes de pegá-lo no seu bolso
  2. desinfete o celular antes de usá-lo e ao guardá-lo novamente no seu bolso

Precauções Padrão estendida para gotículas ou aerossóis

Devido às atuais recomendações municipais baseadas nos protocolos da WHO e do CDC, os protetores faciais foram incorporados, neste momento da pandemia covid-19, para adentrar nos serviços de saúde. 

Precauções Padrão Estendida - Gotículas

Incorporar nas Precauções Padrão o uso de máscara cirúrgica a qualquer momento de assistência, ao manusear equipamentos e materiais hospitalares e durante o preparo de dietas e medicações.

Precauções Padrão Estendida – Aerossóis 

Procedimentos geradores de aerossol, listados, devem ser realizados com paramentação completa: máscara PFF2/N95, gorro, protetor facial, avental e luva descartável, independente da presença de sintomas gripais, neste momento epidemiológico. Não há recomendação de controles ambientais como por exemplo a coorte de pacientes ou alteração no processo de limpeza das unidades.

Procedimentos que geram aerossóis 

a. intubação e extubação; 

b. aspiração traqueal em sistema aberto; 

c. fisioterapia respiratória; 

d. inalação e nebulização; 

e. reanimação cardiopulmonar; 

f. ventilação não invasiva ou alto fluxo; 

g. coleta de material respiratório; 

h. endoscopia, broncoscopia; 

i. troca de cânula de traqueostomia; 

j. cirurgias torácicas e otorrinolaringológicas;

k. cirurgias de trato respiratório superior e inferior (cavidade oral, faringe, laringe e tórax) e cirurgias abdominais abertas ou laparoscópicas;

l. estomaterapia: laser de baixa potência (LBP) em mucosites orais, curativos cabeça e pescoço com fístulas respiratórias;

m. necropsia. 

Anexo I

No Anexo I encontram-se disponíveis as recomendações para uso de EPI no contexto da Covid-19, de acordo com o tipo de ambiente, profissional alvo e tipo de atividade. 

ANEXO 1. RECOMENDAÇÕES DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL NO CONTEXTO DO COVID-19, DE ACORDO COM O TIPO DE AMBIENTE, PROFISSIONAL ALVO E TIPO DE ATIVIDADE 

Ressalta-se a importância de adaptações locais que possam se fazer necessárias.

Orientações do Hospital da Mulher Prof. Dr. José Aristodemos Pinotti - CAISM/UNICAMP

RECOMENDAÇÕES DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL NO CONTEXTO DO COVID-19, DE ACORDO COM O TIPO DE AMBIENTE, PROFISSIONAL ALVO E TIPO DE ATIVIDADE

INSTALAÇÕES HOSPITALARES

TIPO DE AMBIENTE

PÚBLICO ALVO

TIPO DE ATIVIDADE

EPI- EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL RECOMENDADO

Recepções

Recepcionistas

Atendimento direto ao público

Barreira física.

Pacientes sintomáticos respiratórios

Usuários do Serviço de Saúde - sintomáticos respiratórios

Máscara cirúrgica descartável.

Triagem

Profissional de Saúde

Triagem preliminar não envolvendo contato direto com paciente

Máscara cirúrgica descartável e óculos de proteção ou Respirador PFF2 com protetor facial

 

 

 

 

 

 

 

 

PA COVID-19

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Profissionais de saúde

 

 

 

 

 

 

 

Triagem de casos suspeitos, sem contato com paciente, quando múltiplos atendimentos. Consulta e exame de pacientes sem insuficiência respiratória.

 

 

 

 

 

 

 

 

Conjunto Privativo

Respirador PFF2 com protetor facial

Avental TNT descartável

Luvas com punho

 Touca descartável

 

Desparamentar sempre que sair da sala de atendimento / triagem

 

Luvas: A cada atendimento retirar as luvas, higienizar as mãos e calçar novas luvas

 

Touca descartável: Manter durante todo turno, trocar se necessário

 

Máscara cirúrgica: descartar após 4 horas de uso, ou se danificada ou saturada

 

Respirador PFF2: após o uso manter em envelope de papel

 

Protetor facial: Fazer a desinfecção a cada retirada.

 

Proceder a higienização das mãos antes de retirar os óculos de proteção ou o respirador PFF2

 

INSTALAÇÕES HOSPITALARES

 

TIPO DE AMBIENTE

PÚBLICO ALVO

TIPO DE ATIVIDADE

EPI- EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL RECOMENDADO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PA COVID-19

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Profissionais de saúde

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Atendimento de casos com contato com paciente em insuficiência respiratória/ Atendimento de urgência

 

 

 

 

 

 

 

 

Roupa Privativa

Respirador PFF2 com protetor facial

Avental laminado descartável

Luvas com punho

Touca descartável

 

Desparamentar sempre que sair da sala de atendimento / triagem

 

Luvas: A cada atendimento retirar as luvas, higienizar as mãos e calçar novas luvas

 

Touca descartável: Manter durante todo turno, trocar se necessário

 

Respirador PFF2: após o uso manter em envelope de papel

 

Protetor facial: Fazer a desinfecção a cada retirada.

 

Proceder a higienização das mãos antes de retirar os óculos de proteção ou o respirador PFF2

 
 

 

INSTALAÇÕES HOSPITALARES

TIPO DE AMBIENTE

PÚBLICO ALVO

TIPO DE ATIVIDADE

EPI- EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL RECOMENDADO

Consultório Médico

(Ambulatórios, Hospital Dia, CIN)

Profissionais da Saúde

Exame Clínico de Pacientes sintomáticos respiratórios.

Respirador PFF2 com protetor facial

Avental TNT descartável

Luvas descartáveis

Touca descartável

Calçado fechado.

Exame Clínico de Pacientes sem sintomas respiratórios

Precauções Padrão

Máscara cirúrgica descartável e óculos de proteção ou protetores faciais.

Pacientes sintomático respiratórios

Avaliação Médica

Máscara cirúrgica descartável.

Profissionais da higiene e Limpeza

Entrada no consultório, após a alta do paciente com síndrome gripal

Uniforme da empresa terceirizada

Máscara cirúrgica descartável

Luvas de procedimento descartáveis

Avental

Calçado ou bota fechados.

Salas de espera

Pacientes com sintomas respiratórios

Qualquer

Máscara cirúrgica descartável.

Pacientes sem sintomas respiratórios

Qualquer

Guardar 1-2m de distância entre pacientes e nenhum EPI

Radiologia e Setor de Imagens

Profissionais da Saúde

Exames em pacientes com  sintomas respiratórios

Respirador PFF2 com protetor facial,

Avental TNT descartável

Luvas descartáveis

Touca descartável

Calçado fechado.

Profissionais da Saúde

Exames em pacientes sem  sintomas respiratórios

Precauções Padrão

Máscara cirúrgica descartável e óculos de proteção ou protetores faciais.

Pacientes com sintomas respiratórios

Qualquer

Máscara cirúrgica descartável.

Pacientes sem sintomas respiratórios

Qualquer

Nenhum EPI

 

INSTALAÇÕES HOSPITALARES

TIPO DE AMBIENTE

PÚBLICO ALVO

TIPO DE ATIVIDADE

EPI- EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL RECOMENDADO

Paciente em unidade de Internação (Enfermarias, UTI Adulto e UTI Neonatal)

Profissionais da Saúde

Cuidado seco, direto com o paciente  com síndrome respiratória: exame clínico, sinais vitais, realização de curativos, coleta de exames, medicação

Roupa privativa

Respirador PFF2 com protetor facial

Avental TNT descartável

Luvas descartáveis

Touca descartável

Calçado fechado

 

Cuidado úmido ou cuidado gerador de aerossóis em pacientes com síndrome respiratória: Fisioterapia respiratória, Intubação, broncoscopia, aspiração com sistema aberto, coleta de amostras respiratórias, banho úmido, higiene oral, higiene íntima, curativo de lesões extensas e exsudativas.

Roupa privativa

Respirador PFF2 com protetor facial

Avental laminado descartável

Luvas descartáveis

Touca descartável

Calçado fechado

Profissionais da Saúde

Pacientes sem sintomas respiratórios

Precauções Padrão

Máscara cirúrgica descartável e óculos de proteção ou protetores faciais.

Profissionais da higiene e limpeza

Entrada no quarto do paciente síndrome respiratória

Uniforme da empresa terceirizada

Respirador PFF2 com protetor facial

Avental TNT descartável

Luvas descartáveis

Touca descartável

Calçado fechado

Visitantes e acompanhantes*

 

*Limitar a entrada

Entrada no quarto do paciente com síndrome respiratória

Máscara cirúrgica descartável

 

INSTALAÇÕES HOSPITALARES

TIPO DE AMBIENTE

PÚBLICO ALVO

TIPO DE ATIVIDADE

EPI- EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL RECOMENDADO

Paciente atendida no bloco operatório

Profissionais da Saúde

Cuidado direto com o paciente com ou sem síndrome respiratório em procedimento cirúrgico, ou parto vaginal em paciente com sintoma respiratório

Paramentação conforme protocolo da Obstetrícia,

Respirador PFF2 com protetor facial

Avental TNT ou laminado descartável

Luvas estéreis descartáveis

Touca descartável

Calçado fechado

Profissionais da Saúde

Cuidado direto com o paciente sem síndrome respiratório em parto vaginal

Paramentação conforme protocolo da Obstetrícia,

Protetor facial

Máscara cirúrgica

Avental impermeável

Luvas descartáveis

Touca descartável

Calçado fechado

Profissionais da higiene e limpeza

Entrada na sala cirúrgica do paciente com síndrome respiratória

Respirador PFF2 com protetor facial, avental descartável, luvas de procedimento, gorro e calçado fechado.

Acompanhantes*

Entrada não é permitida quando paciente com síndrome respiratória

 

 

 

 

 

 

Serviço de Óbito

Profissionais da Saúde

Preparo do corpo

Seguir POP - Preparo do corpo

Familiares e acompanhantes de pacientes que evoluíram a óbito

Reconhecimento do corpo

Máscara cirúrgica

Orientar o familiar a manter 1 metro de distância e não tocar o cadáver durante o reconhecimento

 

Profissionais do serviço de óbito e assistência social

Em qualquer situação

Sem EPI requerido.

Outras áreas com trânsito de paciente (pátios, corredores)

Todos os funcionários, incluindo profissionais da saúde

Em qualquer, não envolvendo contato com o paciente portador de síndrome respiratória

Sem EPI requerido.

 

INSTALAÇÕES HOSPITALARES

 

TIPO DE AMBIENTE

PÚBLICO ALVO

TIPO DE ATIVIDADE

EPI- EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL RECOMENDADO

 

CME

Profissionais da Saúde

Área suja

Roupa privativa

Óculos de proteção ou protetor facial

Máscara cirúrgica descartável ou Respirador PFF2 com protetor facial

Avental impermeável manga longa

Luvas de procedimento descartáveis

Luvas de proteção em látex

Protetor auricular

Touca descartável

Calçado fechado

 

Preparo, Acondicionamento, Inspeção

Roupa privativa

Máscara cirúrgica descartável

Luvas de procedimento descartáveis

Touca descartável

Protetor auricular (se necessário)

Calçado fechado

 

Arsenal

Roupa privativa

Touca descartável

Calçado fechado

 

Laboratório

Profissionais de área analítica

Outras amostras

Conforme NB-2

 

Profissionais de área analítica

Manipulação de amostras respiratórias

Cabine de biossegurança NB-2

Respirador PFF2 com protetor facial

Avental TNT descartável

Luvas descartáveis

Touca descartável

Calçado ou bota fechados

 

Profissionais de saúde

Coleta de amostra em geral (não respiratórias, em pacientes assintomáticos)

Precauções Padrão

 

Áreas Administrativas

Todos os funcionários, incluindo profissionais da saúde

Tarefas Administrativas, sem contato com pacientes com quadro respiratória

Sem EPI requerido.

 
                 

 

INSTALAÇÕES HOSPITALARES

TIPO DE AMBIENTE

PÚBLICO ALVO

TIPO DE ATIVIDADE

EPI- EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL RECOMENDADO

Transporte externo de pacientes

Ambulância / Veículo de Transporte

Profissionais da Saúde - Ambulância Básicas

Transporte de pacientes com síndrome respiratória

Respirador PFF2 com protetor facial

Avental TNT descartável

Luvas descartáveis

Touca descartável

Calçado fechado

Profissionais da Saúde - Ambulâncias UTI

Transporte de pacientes com síndrome respiratória

Respirador PFF2 com protetor facial

Avental laminado descartável

Luvas descartáveis

Touca descartável

Calçado fechado

Pacientes sintomáticos respiratórios

Transporte externo

Máscara cirúrgica descartável

Motorista / escolta transporte

Apenas conduzindo o veículo, em compartimento separado do paciente

Distância mínima de 1m, nenhum EPI

Assistência ao transporte direto do paciente

Máscara cirúrgica descartável ou Respirador PFF2 com protetor facial, Avental TNT descartável

Luvas descartáveis

Touca descartável

Sem contato direto com o paciente e sem separação entre os compartimentos

Máscara cirúrgica descartável

Transporte Interno

Macas e cadeiras

Profissionais da Saúde / escolta transporte

Transporte de pacientes com síndrome respiratória

Respirador PFF2 com protetor facial

Avental TNT descartável

Luvas descartáveis

Touca descartável

Calçado fechado

Pacientes sintomáticos respiratórios

Avaliação Médica ou exames

Máscara cirúrgica

         

 

Observações:

Higienização das mãos em todas as situações descritas - conforme protocolo da CCIH.

Máscara Cirúrgica - troca em caso de sujidade e umidade, de imediato.

Respirador PFF2 ou N95 – é obrigatório o uso de protetor facial ou viseira com PFF2. Uso individual pelo profissional, após retirada, manter em envelope de papel identificado e descartar somente se problemas de vedação, sujidade ou integridade. Não há prazo de tempo de uso da máscara PFF2.

Óculos de segurança, protetor facial ou viseira - NÃO são descartáveis. Deverão ser limpos e desinfetados de acordo com POP 41 CCIH

Pacientes em Ventilação Mecânica - recomenda-se que utilize filtro bacteriostático e sistema fechado de aspiração - Trachcare.

Isolamento: manter em quarto de isolamento, devidamente identificado para precauções de gotículas e contato ou placa específica.

Transporte: caso haja necessidade de deslocamento do paciente é necessário comunicar o setor que irá recebê-lo para adotar as medidas de biossegurança necessárias.

Resíduos:  o descarte do EPI deverá ser realizado em lixo infectante - saco branco.

Visitantes e Acompanhantes: restrição de acordo com a política institucional.

Máscaras de tecido não são equipamentos de proteção individual e devem ser usadas exclusivamente em áreas não assistenciais

A limpeza e a desinfecção de superfícies deve seguir as orientações mais atualizadas da ANVISA

Recomendações do Hospital de Clínicas da UNICAMP

RECOMENDAÇÕES DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL NO CONTEXTO DA Covid-19, DE ACORDO COM O TIPO DE AMBIENTE, PROFISSIONAL ALVO E TIPO DE ATIVIDADE

Paciente em Enfermaria – Suspeito ou Confirmado Covid-19

PÚBLICO ALVO

TIPO DE ATIVIDADE

EPI- EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL RECOMENDADO

 

Profissionais da Saúde

 

 

Cuidado direto com o paciente em áreas não-críticas: exame clínico, banho de leito, sinais vitais, realização de curativos, hemodiálise, coleta de exames

Máscara cirúrgica descartável, avental descartável comum (usar impermeável se manuseio de grande volume de fluidos), luvas descartáveis, gorro, proteção ocular (óculos ou máscara facial) e calçado fechados.

Procedimentos que geram aerossóis em pacientes com síndrome respiratória

Máscara PFF2, avental descartável, luvas descartáveis, gorro, proteção ocular (viseira ou máscara facial) e calçado fechado.

Quartos com coorte de pacientes com COVID-19

No atendimento entre pacientes no mesmo quarto, trocar apenas as luvas, higienizando as mãos após cada retirada.

Apoio à emergência, sem contato direto com o paciente ou superfícies contaminadas.

Atividades: manuseio do carro de emergência, preparo de medicação e fornecimento de materiais.

Máscara PFF2, avental descartável comum, luvas descartáveis gorro, proteção ocular (viseira ou máscara facial) e calçado fechados.

Profissionais da higiene e limpeza

Entrada no quarto do paciente com síndrome respiratória

Máscara cirúrgica descartável, avental descartável, luvas de procedimento, gorro, proteção ocular (óculos ou máscara facial) e calçado ou bota fechados

Visitantes e acompanhantes

 

*Limitar a entrada

 

Limitar a entrada

 

Entrada no quarto da síndrome respiratória

Máscara cirúrgica, avental, luvas descartáveis.

 

Pediatria: acompanhantes usar máscara cirúrgica, ao sair do quarto devem higienizar as mãos e manter máscara cirúrgica

 

RECOMENDAÇÕES DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL NO CONTEXTO DA COVID-19, DE ACORDO COM O TIPO DE AMBIENTE, PROFISSIONAL ALVO E TIPO DE ATIVIDADE

Paciente em Unidade Crítica – UTI – Suspeito ou Confirmado Covid-19

PÚBLICO ALVO

TIPO DE ATIVIDADE

EPI- EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL RECOMENDADO

Profissionais da Saúde

Cuidado direto com o paciente com síndrome respiratória em áreas críticas

Máscara PFF2, avental descartável comum (usar impermeável se manuseio de grande volume de fluidos), luvas descartáveis, gorro, proteção ocular (viseira ou máscara facial) e calçado fechados.

Salão de UTI com coorte de pacientes com COVID-19

Manter uso da máscara PFF2 e gorro, durante todo o tempo de permanência no salão. No atendimento entre pacientes, trocar apenas o avental e luvas, higienizando as mãos após cada retirada. Respeitar a demarcação de área limpa.

Apoio à emergência, sem contato direto com o paciente ou superfícies contaminadas.

Atividades: manuseio do carro de emergência, preparo de medicação e fornecimento de materiais.

Máscara PFF2, avental descartável comum, luvas descartáveis gorro, proteção ocular (viseira ou máscara facial) e calçado fechados.

Profissionais da higiene e limpeza

Entrada no quarto do paciente com síndrome respiratória

Máscara PFF2, avental descartável, luvas de procedimento, gorro, proteção ocular (viseira ou máscara facial) e calçado fechado.

Visitantes e acompanhantes*

 

*Limitar a entrada

Entrada no quarto do paciente com síndrome respiratória

 

Máscara PFF2, avental, luvas descartáveis.

 

 

 


Atendimento Inicial na Tenda/UER

1.      Colocar máscara cirúrgica em todo paciente com síndrome gripal. Procurar manter o paciente com a máscara, até o desfecho do atendimento inicial.

2.      Fazer o primeiro atendimento ao paciente utilizando gorro, óculos de proteção ou viseira, máscara cirúrgica, avental de TNT e luvas de cano longo.

3.      Caso necessidade de internação, transferir o paciente, o mais rápido possível, para a enfermaria ou para a UTI, dependendo das condições clínicas do paciente e da disponibilidade de vagas.

4.      Pacientes sem indicação de internação, devem ser prontamente encaminhados para isolamento domiciliar
 

RECOMENDAÇÕES DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL NO CONTEXTO DA COVID-19, DE ACORDO COM O TIPO DE AMBIENTE, PROFISSIONAL ALVO E TIPO DE ATIVIDADE

Tenda UER

PÚBLICO ALVO

TIPO DE ATIVIDADE

EPI- EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL RECOMENDADO

Profissionais de saúde

 

Triagem de casos suspeitos

 

Inalação Pediatria

 

Medicações VO e IM

 

·  Roupa Privativa, Máscara cirúrgica PFF2: apenas para tenda da pediatria (inalação), Avental descartável, Luvas com punho, Viseira ou protetor facial, Gorro

 

·  Atendimentos sequenciais: Luvas: a cada atendimento retirar as luvas, higienizar as mãos e calçar novas luvas

Avental e Gorro: Manter durante todo turno, trocar se necessário

 

·  Óculos de Proteção: fazer a desinfecção a cada retirada.

 

·  Máscara cirúrgica: trocar se saturada

 

·  Proceder a higienização das mãos antes de retirar os óculos de proteção ou a máscara

 

Tenda da Pediatria: Devido terapia inalatória, os profissionais deverão permanecer com a PFF2 e viseira ou protetor facial. Guardar a máscara adequadamente.

Profissionais da higiene e limpeza

Limpeza e remoção de resíduos, quando solicitado

Máscara cirúrgica / PFF2 (pediatria PFF2)

Avental

Luvas de procedimentos

Óculos de proteção e viseira ou protetor facial (se PFF2). Guardar a máscara PFF2 adequadamente.

Gorro

 

Administrativo

Abertura de ficha

Máscara cirúrgica

Higiene das mãos a cada abertura de ficha.

 
Quadros. EPIS RECOMENDADOS PARA ASSISTÊNCIA HOSPITALAR -  embasado nas recomendações ANVISA e OMS

 

RECOMENDAÇÕES DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL NO CONTEXTO DA COVID-19, DE ACORDO COM O TIPO DE AMBIENTE, PROFISSIONAL ALVO E TIPO DE ATIVIDADE

Áreas administrativas e recepções

TIPO DE AMBIENTE

PÚBLICO ALVO

TIPO DE ATIVIDADE

EPI- EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL RECOMENDADO

Áreas Administrativas

Todos os funcionários, incluindo profissionais da saúde

Tarefas Administrativas, sem contato com pacientes com quadro respiratório

Máscara a critério do profissional

Recepções

Recepcionistas

Atendimento direto ao público

Máscara cirúrgica, se ausência de barreira física.

Ascensorista do elevador de pacientes

Atendimento direto ao público

Máscara cirúrgica.

Pacientes sintomáticos respiratórios

Usuários do Serviço de Saúde - sintomáticos respiratórios

Máscara cirúrgica.

 

RECOMENDAÇÕES DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL NO CONTEXTO DA COVID-19, DE ACORDO COM O TIPO DE AMBIENTE, PROFISSIONAL ALVO E TIPO DE ATIVIDADE

Setor de Imagem

TIPO DE AMBIENTE

PÚBLICO ALVO

TIPO DE ATIVIDADE

EPI- EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL RECOMENDADO

Radiologia e Setor de Imagens

Profissionais da Saúde

Exames em pacientes com síndrome respiratória

Máscara cirúrgica descartável, avental, luvas descartáveis, touca descartável e proteção ocular (óculos ou máscara facial) e calçado fechado.

Pacientes com sintomas respiratórios

Qualquer

Máscara cirúrgica

Pacientes sem sintomas respiratórios

Qualquer

Se o paciente estiver sem máscara própria, oferecer máscara cirúrgica

 

RECOMENDAÇÕES DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL NO CONTEXTO DA COVID-19, DE ACORDO COM O TIPO DE AMBIENTE, PROFISSIONAL ALVO E TIPO DE ATIVIDADE

Unidade de Emergência Referenciada - UER

TIPO DE AMBIENTE

PÚBLICO ALVO

TIPO DE ATIVIDADE

EPI- EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL RECOMENDADO

Triagem/ (Posso ajudar da UER)

Profissional de Saúde

Triagem preliminar não envolvendo contato direto com paciente

Máscara cirúrgica.

Classificação de risco de sintomático respiratório

(Container / Tenda)

Profissionais da Saúde

Cuidado direto com o paciente – exame físico/clínico

Máscara cirúrgica, avental, luvas descartáveis, gorro descartável, proteção ocular (óculos ou máscara facial) e calçado ou bota fechados.

Sala de emergência UER

ou de atendimento de doenças respiratórios transmissíveis da UER

Profissionais de saúde

Cuidado direto com o paciente com síndrome respiratória

Máscara PFF2, avental descartável comum (usar impermeável se manuseio de grande volume de fluidos), luvas descartáveis, gorro descartável, proteção ocular (viseira ou máscara facial) e calçado fechados.

 

Apoio à emergência, sem contato direto com o paciente ou superfícies contaminadas.

Atividades: manuseio do carro de emergência, preparo de medicação e fornecimento de materiais.

Máscara PFF2, avental descartável comum, luvas descartáveis gorro descartável, proteção ocular (viseira ou máscara facial) e calçado fechados.

 

RECOMENDAÇÕES DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL NO CONTEXTO DA COVID-19, DE ACORDO COM O TIPO DE AMBIENTE, PROFISSIONAL ALVO E TIPO DE ATIVIDADE

Consultório Médico e Sala de Espera: Ambulatórios, Hospital Dia

TIPO DE AMBIENTE

PÚBLICO ALVO

TIPO DE ATIVIDADE

EPI- EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL RECOMENDADO

Consultório Médico

 

Profissionais da Saúde

Exame Clínico de Pacientes sintomáticos respiratórios.

Máscara cirúrgica descartável, avental, luvas descartáveis, touca descartável e proteção ocular (óculos ou máscara facial) e calçado fechado.

Exame Clínico de Pacientes sem sintomas respiratórios

Máscara cirúrgica descartável

Pacientes sintomático respiratórios

Avaliação Médica

Máscara cirúrgica descartável.

Profissionais da higiene e Limpeza

Entrada no consultório, após a alta do paciente com síndrome gripal

Luvas de procedimento, máscara cirúrgica descartáveis, avental, uniforme e calçado ou bota fechados.

Salas de espera

Pacientes com sintomas respiratórios

Qualquer

Máscara cirúrgica

Pacientes sem sintomas respiratórios

Qualquer

Se o paciente estiver sem máscara própria, oferecer máscara cirúrgica

 

RECOMENDAÇÕES DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL NO CONTEXTO DA COVID-19, DE ACORDO COM O TIPO DE AMBIENTE, PROFISSIONAL ALVO E TIPO DE ATIVIDADE

Hemodiálise

TIPO DE AMBIENTE

PÚBLICO ALVO

TIPO DE ATIVIDADE

EPI- EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL RECOMENDADO

Hemodiálise

CIN

Pacientes sintomáticos

Utilizar área segregada com divisória móvel, enquanto o paciente não estiver dialisando no turno suplementar;

 

Dialisadores devem ser descartados após o uso. Caso ocorra escassez do material no mercado, reprocessar com método automatizado. Se reprocessado, o dialisador deve ser utilizado para o mesmo paciente.

 

Equipamentos individuais: termômetro, esfigmomanômetros. Proceder limpeza rigorosa após o uso.

 

Fornecer ao paciente

●        Máscara cirúrgica

●        Papel para higiene respiratória,

●        Saco para descartar os papéis da higiene respiratória

●        Insumos para higiene das mãos (almotolia de álcool 70%)

Orientar ao paciente

●        Utilizar adequadamente a máscara cirúrgica, durante toda sessão. Ex.: sempre que o paciente remover a máscara cirúrgica, oferecer nova máscara e este deverá trocá-la a cada três horas de uso contínuo;

●        Higienizar as mãos após contato com secreção respiratória;

●        Descartar o papel da higiene nasal no local apropriado.

 

Recepção

Deverá:

●      Utilizar máscara cirúrgica

●      Fornecer máscara cirúrgica aos pacientes com sintomatologia respiratória. Para os não sintomáticos, se o paciente estiver sem máscara própria, oferecer máscara cirúrgica. 

●      Limpar frequentemente o balcão de atendimento, ao menos três vezes ao dia.

●      Higienizar frequente as mãos frequentemente

●      Questionar aos pacientes sobre sintomatologia respiratória, ou contato com COVID-19 e, para os estes casos, encaminhar paciente a sala de atendimento e solicitar avaliação médica que definirá encaminhamento ou não ao HC.

Profissionais da Saúde

Profissional preferencialmente exclusivo para o atendimento dos casos suspeitos ou confirmados de Covid-19

EPI para contato e gotículas:

●        Gorro

●        Protetor facial ou óculos de proteção

●        Máscara cirúrgica

●        Avental descartável

●        Luvas de cano longo

Demais profissionais do salão: precauções padrão.

 

Hemodiálise

Internados

Pacientes com suspeita de COVID-19

Seguir a mesma paramentação determinada às enfermarias ou UTI. Permanecer dentro do quarto ou ambiente de coorte, devidamente paramentado, durante toda a sessão de diálise.

 

RECOMENDAÇÕES DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL NO CONTEXTO DA COVID-19, DE ACORDO COM O TIPO DE AMBIENTE, PROFISSIONAL ALVO E TIPO DE ATIVIDADE

Serviço de Óbito

TIPO DE AMBIENTE

PÚBLICO ALVO

TIPO DE ATIVIDADE

EPI- EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL RECOMENDADO

 

 

 

Serviço de Óbito

 

Familiares e acompanhantes de pacientes COVID-19 que evoluíram a óbito

Reconhecimento do corpo

Permanecer com máscara comum no ambiente hospitalar. Orientar que o familiar evite tocar o cadáver durante o reconhecimento, se for ocorrer toque, oferecer avental de TNT descartável e luva de procedimento comum.

Profissionais do serviço de óbito e assistência social

Em qualquer situação

Usar máscara.

 

Se for tocar o cadáver: usar máscara cirúrgica, avental de TNT descartável, óculos de proteção, luvas de procedimento.

  

RECOMENDAÇÕES DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL NO CONTEXTO DA Covid-19, DE ACORDO COM O TIPO DE AMBIENTE, PROFISSIONAL ALVO E TIPO DE ATIVIDADE

Laboratório

TIPO DE AMBIENTE

PÚBLICO ALVO

TIPO DE ATIVIDADE

EPI- EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL RECOMENDADO

Laboratório

Profissionais de área analítica

Outras amostras

Conforme NB-2

Profissionais de área analítica

Manipulação de amostras respiratórias

Cabine de biossegurança NB-2 e Máscara cirúrgica descartável, avental descartável, luvas descartáveis, touca descartável, proteção ocular (óculos ou máscara facial) e calçado ou bota fechados.

Profissionais de saúde

 

 

Coleta de amostra em geral (não respiratórias, em pacientes assintomáticos)

 

 

 

Máscara cirúrgica

 

RECOMENDAÇÕES DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL NO CONTEXTO DA Covid-19, DE ACORDO COM O TIPO DE AMBIENTE, PROFISSIONAL ALVO E TIPO DE ATIVIDADE

Transporte

TIPO DE AMBIENTE

PÚBLICO ALVO

TIPO DE ATIVIDADE

EPI- EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL RECOMENDADO

Interno

Macas, camas e cadeiras

Profissionais da Saúde

Transporte de pacientes com síndrome respiratória

Máscara cirúrgica descartável, avental, luvas descartáveis, touca, proteção ocular (óculos ou máscara facial) e calçado fechado.

A limpeza da maca, cadeira ou cama deve ser feita na unidade e origem.

Pacientes sintomáticos respiratórios

Avaliação Médica ou exames

Máscara cirúrgica

Externo

Ambulâncias

Profissionais da Saúde - Ambulância Básicas

Transporte de pacientes com síndrome respiratória

Máscara cirúrgica descartável, avental descartável, luvas descartáveis, touca descartável, proteção ocular (óculos ou máscara facial) e calçado fechado

Profissionais da Saúde - Ambulâncias UTI

Transporte de pacientes com síndrome respiratória

Máscara PFF2, avental descartável, luvas descartáveis, gorro descartável, proteção ocular (viseira ou máscara facial) e calçado fechado

 

Pacientes sintomáticos respiratórios

Transporte externo

Máscara cirúrgica

 

Apenas conduzindo o veículo, em compartimento separado do paciente

Máscara

Assistência ao transporte direto do paciente

Máscara cirúrgica, Avental, Luvas, Óculos de proteção, gorro.

Sem contato direto com o paciente e sem separação entre os compartimentos

Máscara cirúrgica

 

Profissionais da higiene e limpeza

e

Equipe da Unidade Respiratória

Cuidado com a ambulância após o transporte de pacientes com síndrome respiratória

Realizar limpeza terminal da ambulância e equipamentos.

 

Máscara cirúrgica descartável, avental descartável, luvas descartáveis, touca descartável, proteção ocular (óculos ou máscara facial) e calçado fechado

 

RECOMENDAÇÕES DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL NO CONTEXTO DA COVID-19, DE ACORDO COM O TIPO DE AMBIENTE, PROFISSIONAL ALVO E TIPO DE ATIVIDADE

Serviço de Engenharia

TIPO DE AMBIENTE

PÚBLICO ALVO

TIPO DE ATIVIDADE

EPI- EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL RECOMENDADO

Quartos, box ou ambientes com COVID-19 suspeitas ou confirmado

Equipe da manutenção

Consertos e Vistorias

Atentar para orientações “reformas e obras” da CCIH

 

Utilizar os EPIs conforme orientações da unidade

 

Colocar as ferramentas utilizadas segregadas em um recipiente fechado, ou saco

 

No setor de Engenharia proceder a desinfecção das ferramentas friccionando álcool 70% com TNT descartável