Ecologia de Sistemas

A Transformidade nos sistemas naturais

Em inglês recebe o nome de Transformity (Odum, 1996). O termo é uma forma de escrever resumidamente o conceito fator de transformação de energia. Este conceito responde a questão: Quanta energia solar é necessária para gerar uma unidade do produto?

A transformidade de um sistema é definida pela fórmula:
Tr = (emergia consumida) / (energia útil produzida)

Pode ser vista das seguintes maneiras:
1. Um fator de conversão de energia;
2. Uma forma de expressar a eficiência sistêmica (a razão inversa);
3. Uma medida da energia incorporada por unidade de recurso produzido;
4. Uma medida da intensidade da energia;
5. Uma medida indireta da área de produção necessária;
6. Uma indicação do nível hierárquico do recurso no sistema.

Como os valores das eficiências ecossistêmicas são pequenos (exemplo: 0,0000025 J/sej) prefere-se trabalhar com o valor inverso, no caso a transformidade (exemplo: 400 000 sej/J). Usar números inteiros grandes em vez de frações pequenas, diminui os erros de cálculo.

A importância das informações sobre transformidade:

O uso dos fatores de transformação de energia (“transformidades”) permite converter as unidades dos fluxos de energia e materiais (insumos) utilizados por um sistema na geração de um recurso (produto), para emergia solar. As unidades da emergia solar são Joules de energia solar equivalente (sej). Depois dessa operação todos os fluxos estarão expressos na mesma unidade. Ter os fluxos de insumos na mesma base (sej) permite somar fluxos, calcular razões, comparar a emergia consumida com a energia produzida. Em outras palavras teremos acesso aos índices emergéticos. Os indicadores emergéticos nos permitem avaliar um sistema.

Podemos lembrar agora dos principais índices de emergia:
Renovabilidade (ou sustentabilidade) da produção: %R=R/Y= (renováveis)/(emergia)
Emergia liquida: RYR= Y/F=(emergia)/(feedback da economia)
Investimento de emergia necessário: EIR=F/I=(emergia comprada)/(emergia gratuita)
Carga ambiental: ELR=(N+F)/F=
Transformidade do recurso produzido: Tr=Y/E=(emergia)/(energia útil)

Sim, Usamos as transformidades dos insumos para obter a transformidade do produto!

Tr produto = [somatória (fluxo de energia i x transformidade i)]/fluxo de energia útil

O valor da transformidade do recurso produzido é maior que as transformidades dos insumos básicos (usados abundantemente) porém pose ser menor que as transformidades  dos recursos de alta intensidade (utilizados em menor proporção).

Vejamos primeiro o ciclo de transformações em um ecossistema natural:

 
Enrique Ortega (10/04/2003). LEAIA/FEA/Unicamp.

Bibliografia:
ODUM, H.T. Environmental accounting, emergy and decision making. New York: J. Wiley, 1996.

Questões:
1. O que mede a transformidade?
2. Por que não utilizamos os valores da eficiência ecossistêmica?
3. Qual a fórmula da transformidade?