ano 2014
Conheça a UniversidadePesquisa na UniversidadeCentros e NúcleosCentros e NúcleosProdução  Científica em 2014 Logotipo da UnicampClique para a página inicial

  você está aqui:  Pesquisa na Universidade - Introdução Anuário 2014
     
  Tabela I
  Censo 2014
  Tabela II
  Tabela III
  Tabela IV
  Gráfico I
  Gráfico II

 


 

Introdução Anuário 2014

A pesquisa na UNICAMP em 2012 esteve estruturada em torno de 734 grupos de pesquisa, segundo o censo do Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq (Tabela II), envolvendo a participação de praticamente todo seu corpo docente (exceto aqueles em regime de tempo parcial), pesquisadores, pós-doutorandos, pesquisadores e professores colaboradores, estudantes de graduação e pós-graduação e corpo técnico especializado. Segundo os dados mais recentes do Diretório de Grupos do CNPq, em 2013 a Unicamp conta com 843 grupos de pesquisa.

As atividades de pesquisa e inovação estão fortemente relacionadas à excelência das atividades de graduação e, particularmente, as de pós-graduação. Em 2013, a UNICAMP ofereceu 143 cursos de pós-graduação (66 de Mestrado, 60 de Doutorado e 16 de Especialização) e contribuiu com aproximadamente 7% das teses de Doutorado defendidas no país. Na última avaliação trienal da CAPES, 94 programas de pós-graduação oferecidos pela UNICAMP receberam conceitos 6 ou 7 sendo considerados de nível internacional. Outro indicador de excelência das atividades desenvolvidas no âmbito da pesquisa e pós-graduação é a constante presença da UNICAMP dentre as instituições de ensino superior premiadas no Prêmio CAPES de Tese.

A Tabela I - (“Indicadores Gerais de Desempenho Acadêmico da UNICAMP no Período 2006-2013”) demonstra o pujante crescimento das atividades de pesquisa no presente ano, fazendo jus a sua posição de liderança nacional e ao reconhecimento internacional. Em 2013, a UNICAMP contou com 23 unidades de ensino e pesquisa e 1.785 docentes, sendo que mais de 98% com o título de Doutor atuando nas quatro áreas de conhecimento (Exatas, Tecnológicas, Biomédicas e Humanidades/Artes). A sua produção intelectual vem aumentando consistentemente ao longo dos anos, tendo superado em 2013 a marca de 4.134 artigos em periódicos especializados arbitrados, sendo que aproximadamente 82.5% em periódicos de circulação internacional. Desta forma, a produção acadêmica neste ano foi de aproximadamente 2,3 publicações em periódicos especializados por docente. Em 2013, mais de 82.6% das publicações oriundas da Universidade, principalmente aquelas relacionadas às áreas de Exatas, Biomédicas e Tecnológicas, foram divulgadas em periódicos indexados na base de dados Web of Science/Thomson Reuters.

A Tabela III e o Gráfico I ilustram a produtividade acadêmica dos docentes da UNICAMP desde 1995.

Tabela III - Indicadores de desempenho acadêmico da Unicamp desde 1995 Gráfico I - Indicadores de desempenho acadêmico da Unicamp desde 1995.

A Tabela IV e o Gráfico II mostram a evolução positiva do financiamento à pesquisa na UNICAMP nos últimos anos. Em 2013, o total de recursos extra-orçamentários para a pesquisa saltou para R$ 437milhões, um aumento de 20% em relação ao ano de 2011. Quase todas as fontes de recursos apresentaram aumento, mas destacam-se os aumentos significativos do FAEPEX, FAPESP, CAPES, CNPq e aqueles oriundos de empresas públicas. O aporte de recursos extra-orçamentários destinados ao financiamento à pesquisa em 2013 representou cerca de 20% dos recursos orçamentários da universidade.

Ao longo do ano de 2013, deu-se continuidade à implantação do Laboratório de Bioenergia da UNICAMP (Labioen), projeto apoiado pelo governo estadual e parte integrante do Centro Paulista de Pesquisa em Bioenergia, que entrou na fase de conclusão da reforma de parte das instalações do extinto Centro de Tecnologia e de seu edifício sede.

Em 2013 foi implantado o curso de Doutorado em Bioenergia, contratou-se 10 professores para atuarem no programa de Doutorado em Bioenergia envolvendo as 3 universidades estaduais paulistas. Realizou-se um Workshop de Bioenergia reunindo as várias áreas de conhecimento sobre o tema, bem como a apresentação de todos projetos em andamento. Em 2013, o Laboratório Central de Tecnologias de Alto Desempenho (LaCTAD), teve suas instalações laboratoriais completadas ocupando uma área para pesquisa de 1000 m2. . Com o financiamento obtido frente a FAPESP no valor de R$ 4.500.000.00 (quatro milhões e quinhentos mil) foi realizada a aquisição de equipamentos de alto desempenho, tendo sido aprovado no edital de infraestrutura em agosto de 2013 (CTinfra) do FINEP o valor de R$ 4.500.000.00 (quatro milhões e quinhentos mil) para completar o parque de equipamentos de alto desempenho, tornando o LACTAD um centro de referência internacional na área de genômica e de bioinformática. Foram contratados mais dois profissionais para atuar na área de serviços e administração, passando a contar com onze profissionais de alta capacitação. Apresentou ainda, dentro de suas atividades oferecimento de 24 vagas no curso de bioinformática. Realizou 13.559 amostras no serviço de Sequenciamento Sanger e 30 corridas no Sequenciamento Next-Gen, em Biologia Celular foram 193 horas de Microscopia Confocal, 5 placas de Imunoensaio e 3 análises de Citometria de Fluxo, Bioinformática foram 32 análises variadas, atendendo pesquisadores de todo o Brasil e América Latina.

A Unicamp realizou 2013 um Workshop com os coordenadores dos Laboratórios Integrados de Pesquisa (LIP), onde foram apresentadas os projetos e o andamento das pesquisas das 17 propostas que aguardam a implantação dos prédios, com previsão para a finalização da primeira fase em 2015.

Em junho de 2013 deu inicio aos trabalhos dos CEPIDs - Centro de Pesquisa em Obesidade e Comorbidades, Centro de Pesquisa em Ciência e Engenharia Computacional (CECC), Instituto de Pesquisa sobre Neurociências e Neurotecnologia (BRAINN), apoiados pela FAPESP.

Ainda em 2013 foi ampliada a área de atendimento aos professores e pesquisadores na Pró-Reitoria de Pesquisa no que se refere ao apoio ao desenvolvimento administrativo dos projetos de pesquisa por órgãos estaduais e federais, responsabilizando pelos trabalhos e atendimento de 122 projetos de professores e pesquisadores.

Tabela IV- Financiamento à pesquisa em R$ durante os últimos anos.

Gráfico II - Financiamento à pesquisa em R$ durante os últimos anos.

 

 



© 2015 - Unicamp / Centro de Computação - Todos os direitos reservados