Caism é a terceira melhor maternidade do Estado

31/05/2011 - 06:00

Pelo terceiro ano consecutivo o Caism - Hospital da Mulher conquistou uma posição entre as três melhores maternidades públicas do Estado. A pesquisa da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo apresentou o ranking dos 10 melhores hospitais públicos, das cinco melhores maternidades públicas e das cinco melhores farmácias públicas de medicamentos especializados do Estado. A avaliação, realizada entre julho e dezembro de 2010, ouviu 204,4 mil pacientes usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). A premiação ocorreu na noite desta segunda-feira (30), no Museu de Arte de São Paulo - MASP.


O prêmio foi entregue ao diretor executivo do Caism, professor Oswaldo Grassioto, por uma usuária SUS e foi acompanhado pelos docentes Belmiro Gonçalves Pereira (Diretor da Divisão de Obstetrícia) e Izilda Rodrigues Machado Rosa (Diretora da Divisão de Neonatologia). “Estamos orgulhosos com a conquista, até porque somos o único hospital maternidade do Estado que esteve presente nas três edições da pesquisa entre os melhores avaliados pelas usuárias. Isso tem um sabor diferente e nos motiva ainda mais em busca da melhor qualidade”, comentou Grassioto.

Em primeiro lugar no ranking da SES-SP, com nota média 9,21, ficou a maternidade do Hospital de Base de São José do Rio Preto, seguido pelo Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto e pelo Caism - Hospital da Mulher (relação abaixo). A melhor maternidade pública da capital, segundo as pacientes, é o Hospital Estadual de Sapopemba, da Secretaria, posicionada em quarto lugar no ranking do Estado.

As usuárias receberam formulários e puderam encaminhar suas respostas por meio de carta, internet ou telefone. Elas avaliaram quesitos como a satisfação com o atendimento prestado por médicos e outros profissionais, qualidade das instalações onde a paciente foi internada, permissão para acompanhante, permanência do bebê com a mãe no quarto e procedimentos de analgesia para evitar a dor durante o trabalho de parto.

Para o diretor executivo do Caism o prêmio reflete uma política de qualidade e atenção à saúde da mulher da instituição que permeia todos os serviços prestados pelo hospital. “Temos certeza que o impacto das atividades assistenciais do Caism são extremamente pujantes para a região de Campinas, o interior do Estado e até para outros estados”, comenta Grassiotto.

Considerado uma das maiores unidades hospitalares de atenção à saúde da mulher do interior do Estado de São Paulo, o Caism dispõe de 143 leitos distribuídos entre as sub-especialidades da Obstetrícia, Neonatologia, Ginecologia, Oncologia Ginecológica e Mastologia. Realizou, em 2010, 12 mil internações (obstetrícia, ginecologia, oncologia gineco e mamária e neonatologia), 2.724 partos - a maioria de alto risco e atendeu 19.500 pacientes no Pronto Atendimento (Emergência).

O objetivo do projeto, disse o secretário Giovanni Guido Cerri, é monitorar a qualidade de atendimento e a satisfação do usuário, reconhecer os bons prestadores, identificar possíveis irregularidades e ampliar a capacidade de gestão eficiente da saúde pública. “O aperfeiçoamento da assistência às gestantes e ao parto, aliado à humanização do atendimento, vem contribuindo de forma decisiva para melhorar o atendimento nas maternidades e reduzir os índices de mortalidade infantil no Estado”, afirmou Cerri.

Integraram a comitiva a São Paulo Oswaldo da Rocha Grassiotto (Ddiretor Executivo), Angela Maria Bacha (Diretora Associada), José Roberto Erbolato Gabiatti (Diretor da Divisão de Ginecologia), Belmiro Gonçalves Pereira (Diretor da Divisão de Obstetrícia), Roseli Calil (Divisão de Neonatologia), Izilda Rodrigues Machado Rosa (Diretora da Divisão de Neonatologia), Celi Aparecida Thiago Maia (Diretora da Divisão de Enfermagem), Luis Augusto Michelin da Silva (Diretor da Divisão Administrativa), Neder Piagentini do Prado (fotógrafo da Assessoria Técnica e Científica), Rosane Ferreira Garcia Prado (Supervisor da Seção de Apoio e Desenvolvimento Profissional – RH), Adilton Dorival Leite (Seção de Apoio e Desenvolvimento Profissional – RH), Adriano Rogério Gozzi (Diretor do Serviço de Recursos Humanos), Ivana Porfírio (Técnico de Enfermagem da Divisão de Enfermagem), Júlio Tadeu Cordeiro Marques (Técnico de Enfermagem da Divisão de Enfermagem).

Ranking das 10 melhores maternidades públicas do Estado, eleitas pelos usuários do SUS/SP
1º - Hospital de Base de São José do Rio Preto – 9,210
2º - Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto – 9,162
3º - Caism/Hospital da Mulher – 9,131
4º - Hospital Estadual de Sapopemba (São Paulo) – 9,027
5º - Hospital das Clínicas de Botucatu – 9,004
6º - Santa Casa de Jaú – 8,998
7º - Hospital Estadual de Vila Alpina (São Paulo) – 8,950
8º - Hospital Municipal de Vila Nova Cachoeirinha (São Paulo) – 8,853
9º - Santa Casa de Franca – 8,815
10º - Hospital Municipal de Barueri “Dr. Francisco Moran” – 8,781

Adicionar comentário