Workshop discute futuro polo de desenvolvimento sustentável na Fazenda Argentina

Reitor Marcelo Knobel expõe dados sobre a região para participantes do Workshop
Reitor Marcelo Knobel expõe dados sobre a região para participantes do Workshop

A Unicamp deu, na última sexta-feira (23), um importante passo para a construção e validação com a sociedade do que será realizado na Fazenda Argentina para os próximos anos. Promovido pela Diretoria Executiva de Planejamento Integrado (Depi) da Unicamp, um workshop organizado pelas empresas Inventta, Protobox e Jumpers reuniu representantes do setor empresarial, de centros de pesquisa, de universidades, instituições de fomento, entidades civis e governamentais para criarem o conceito do futuro Hub Internacional de Desenvolvimento Sustentável (HIDS), projeto proposto para ocupar a área adquirida pela Unicamp.

A palavra “hub” se refere na linguagem tecnológica a uma peça central, que recebe os sinais transmitidos pelas estações e os retransmite para todas as demais. No caso dos espaços físicos, os hubs se caracterizam por um lugar propício para o encontro de profissionais que interagem e, consequentemente, criam, empreendem e trabalham juntos. Segundo o diretor-executivo da Depi, Marco Aurélio Lima, as conexões propostas no workshop são de extrema importância para o conceito do projeto do HIDS, que se propõe a ser uma construção coletiva. “Nós chamamos de hub porque a Unicamp não quer ser apenas a proprietária da iniciativa. O conceito de hub inclui a participação da sociedade para fomentarmos o desenvolvimento sustentável. Neste sentido, este workshop é um exercício com empresários e outros atores para entender o que eles procuram e o que precisamos, para ter sucesso em um lugar para atrair diversos sócios, embora, obviamente, com muito protagonismo da Unicamp”, afirmou.

O reitor da Unicamp, Marcelo Knobel, abriu o workshop destacando que um dos motivadores do HIDS é buscar atender e incentivar a Agenda da ONU com 18 objetivos de desenvolvimento sustentável, compromisso assinado por mais de 150 países. “Com o projeto do HIDS, a Unicamp também se compromete a promover a sustentabilidade em um espaço de fomento à inovação e ao empreendedorismo sustentável”, comentou Knobel.

O projeto já está sendo valorizado pelas instituições governamentais, que têm boas expectativas sobre as oportunidades e soluções que irão surgir. Para Carlos Passos, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Social e de Turismo da Prefeitura Municipal de Campinas, a  Unicamp já tem um protagonismo natural, mas a participação de vários atores na elaboração e concepção do HIDS vai fazer com que se aproximem de fato da Universidade e trabalhem conjuntamente em desafios da sociedade. “Essa união de esforços vai se concretizar na consolidação do HIDS e é isso o que importa para Campinas, a união dos atores”, avaliou.

Participantes do workshop debatem instalação de futuro hub de desenvolvimento sustentável na Fazenda Argentina
Participantes do workshop debatem instalação de futuro hub de desenvolvimento sustentável na Fazenda Argentina

Entre os fomentadores em ação para o sucesso do HIDS está a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), entidade que encomendou um estudo de modelagem jurídica, institucional e financeira a fim de realmente “colocar de pé” o complexo empreendimento de longo prazo. “A Fapesp tomou a decisão de apoiar estudos para tornar viável dois grandes empreendimentos no estado: A Fazenda Argentina da Unicamp, em Campinas, e a área do Ceagesp na cidade de São Paulo. Chamamos de dois distritos de inovação que nós esperamos serem locais com uma ênfase grande de parcerias entre universidades, empresas, instituições, startups, etc. São dois projetos que são capazes de dar um salto no posicionamento de São Paulo, do ponto de vista local, como um lugar em que se faz pesquisa de qualidade e se desenvolve tecnologias de inovação, startups e empresas”, explicou o diretor-presidente da Fapesp, Carlos Américo Pacheco, que também esteve presente no workshop.

Com este foco, uma das primeiras ações da reitoria para a formação do HIDS foi transferir a sede da Agência de Inovação Inova Unicamp para a Fazenda Argentina, como estímulo às parcerias com o setor empresarial e ao empreendedorismo. Para o diretor-executivo da Inova Unicamp, Newton Frateschi, essas parcerias serão essenciais para a viabilização do HIDS. “A Unicamp vai continuar focada em sua missão de formar os melhores talentos, mas o HIDS também vai nos permitir povoar este espaço com iniciativas transformadoras que vão impactar em soluções sustentáveis e inovadoras para alcançar não somente o dia-a-dia empresarial, mas também questões globais de desenvolvimento socioeconômico”, avaliou Frateschi.

O diretor-executivo da Depi comentou que após o workshop, a ideia é fazer um master plan, não só para a Fazenda Argentina, mas para um bairro sustentável ao redor da Fazenda, a área conhecida como Ciatec II. “Esse é um objetivo muito bom. Imagina o significado de você inserir e integrar uma universidade como a nossa com a cidade por meio de um bairro inteligente, de um bairro sustentável”, observou. “Planejar isso é o próximo passo e, obviamente, que as informações que recebemos nesse workshop e de outras interações com a comunidade interna e externa da Unicamp serão fundamentais para o sucesso do Hub. O projeto só funcionará se a comunidade universitária se apropriar dele. Já iniciamos conversas setoriais com nossa comunidade e intensificaremos isso para a construção das diretrizes desse master plan”, concluiu

Imagem de capa

Reitor Marcelo Knobel expõe dados sobre a região para participantes do Workshop
Reitor Marcelo Knobel expõe dados sobre a região para participantes do Workshop