Comunidade do Caism assiste à prévia de espetáculo que será apresentado dia 11 no Teatro Castro Mendes

Coralistas do Zíper na Boca utilizam recurso de celular durante apresentação
Coralistas do Zíper na Boca utilizam recurso de celular durante apresentação

O penúltimo dia do evento Outubro Rosa no Hospital da Mulher – Caism, 30 de outubro, trouxe para a comunidade hospitalar uma prévia musical do que será a estreia do espetáculo do Coral Zíper na Boca, da Unicamp, no Teatro Castro Mendes, em Campinas. Além da emoção de poder ouvir música de qualidade sem ter que sair do hospital, o público que esteve no Caism, por volta da hora do almoço desta terça-feira, pôde assistir a um revival dos grandes sucessos do cinema de todos os tempos em apenas 45 minutos. Foram apresentadas as trilhas dos filmes A noviça rebelde, La La LandMoglyToy StoryRei Leão e parte do musical My fair lady, entre outras, com a participação de mais de 40 coralistas.

Segundo a maestrina Vívian Nogueira, regente do Zíper na Boca, esse coral tem tido, historicamente, importantes participações no evento Outubro Rosa do Caism e ela considera essa atividade de suma importância para a conscientização das mulheres quanto à prevenção do câncer de mama, com ações que lembram a gravidade da doença e, ao mesmo tempo, a urgência de contribuir para que ela seja prevenida. “Ao cantarmos, percebemos as pessoas se comunicando através dos seus corpos e vozes, o que é uma reação bastante positiva", assinalou. 

A exibição integra a montagem do coral de 2018. "O Zíper na Boca só não trouxe para o hospital os figurinos e os elementos cênicos previstos para a estreia no Castro Mendes. Nosso trabalho fugiu àquela formação tradicional de coro e promovemos uma movimentação cênica bastante peculiar para cada música interpretada”, contou Vívian Nogueira.

Espetáculo ocorreu no Ambulatório de Oncologia do Caism
Espetáculo ocorreu no Ambulatório de Oncologia do Caism
Visão panorâmica do Ambulatório de Oncologia durante exibição do Zíper na Boca
Visão panorâmica do Ambulatório de Oncologia durante exibição do Zíper na Boca

Tônia Meireles passava na rua do Caism quando ouviu o coral. Mesmo ficando do lado de fora do hospital, isso não a impediu de ouvir as músicas. Achou o som completamente diferente da concepção que as pessoas fazem de um coral. Os corais que elas conhecem em geral cantam mais músicas sacras. "Gostei da alegria e do repertório em consonância com o que é contemporâneo. Trazer esse repertório de músicas infantis também ajudou a alegrar a recepção do hospital. Fica aí a minha sugestão para que o Zíper na Boca cante no Caism pelo menos uma vez por mês, porque isso ajuda a humanizar o atendimento", acredita.

O Zíper se apresenta Teatro Castro Mendes no domingo, dia 11, às 19 horas. Vívian Nogueira contou que 20 músicas serão mostradas, com a apresentação dividida em duas partes. Os ingressos serão vendidos no dia, na bilheteria do teatro, a preços populares: R$ 10,00 para adultos e R$ 5,00 para crianças. Ela aproveitou para lançar o convite para que as famílias campineiras compareçam ao Castro Mendes e l
evem outras pessoas.

Visão panorâmica em ambulatório do Caism em dia de apresentação do coral Zíper na Boca
Visão panorâmica em ambulatório do Caism em dia de apresentação do coral Zíper na Boca
Entusiasmo dos coralistas ao cantar para as pacientes e funcionários do Caism
Entusiasmo dos coralistas ao cantar para as pacientes e funcionários do Caism
Exibição do coral Zíper na Boca, da Unicamp, no Hospital da Mulher
Exibição do coral Zíper na Boca, da Unicamp, no Hospital da Mulher

Imagem de capa

Zíper na Boca em apresentação no Ambulatório de Oncologia do Caism. Dia 11 será no Castro Mendes
Zíper na Boca em apresentação no Ambulatório de Oncologia do Caism. Dia 11 será no Castro Mendes