Estudo sobre extração de compostos de extratos vegetais é premiado em congresso

Foto em Congresso em Belém do Pará
Ricardo Castilho e professora Maria Angela de A. Meireles premiados durante o Congresso 

Pesquisa desenvolvida na Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA) conquistou o primeiro lugar, na categoria “Óleos e Gorduras” do prêmio Leopold Hartman, dentre os trabalhos apresentados durante o XXVI Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia de Alimentos. O evento ocorreu em agosto, em Belém do Pará.

O estudo intitulado “Efeitos do ciclo de pressurização/despressurização de CO2 na adsorção de óleo de sementes de urucum durante o processo de extração de fluidos supercríticos com reciclagem” é de autoria de Ricardo Abel Del Castilho Torres e dos professores Diego Tresinari dos Santos e Maria Angela de Almeida Meireles. Todos pesquisadores do Laboratório de Tecnologia Supercrítica: Extração, fracionamento e identificação de extratos vegetais (Lasefi) da Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA).   

Segundo os pesquisadores, o estudo aponta uma proposta para extrair compostos alimentares de materiais vegetais e há potencial de aplicação em escala industrial, uma vez que é possível obter diferentes produtos alimentícios a partir de uma única matéria-prima dentro de uma única linha de produção. Na unidade de produção é possível, por exemplo, obter extratos com elevadas concentrações de compostos antioxidantes e anticancerígenos e enriquecer alimentos com pequenas fracções destes compostos. Além da possibilidade de economizar 80% de solvente quando comparado com o processo sem o sistema de reciclagem.