Instituto de Estudos da Linguagem perde professora Ingedore Grünfeld Villaça Koch

Professora Ingedore Grünfeld Villaça Koch

A Unicamp perde um dos seus nomes mais respeitados na área da Linguística brasileira, a professora titular do Instituto de Estudos da Linguagem (IEL) Ingedore Grünfeld Villaça Koch. A docente faleceu aos 85 anos na tarde desta terça-feira (15). Seu velório acontece no Cemitério do Araçá em São Paulo (Av. Dr. Arnaldo, 666) nesta quarta-feira (16), das 7 às 10 horas. Em seguida, Ingedore será conduzida ao Crematório da Vila Alpina (Av. Francisco Falconi, 437).

Nascida em 1933 em Eisenbach, Alemanha, Ingedore Koch mudou-se com a família para o Brasil ainda criança, antes da II Guerra Mundial. Graduada em 1956 em Direito pela Universidade de São Paulo (USP), formou-se ainda em Letras pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras Castro Alves, em 1974.

Ela realizou o mestrado e o doutorado em língua portuguesa na PUC-SP, onde começou sua carreira de professora no ensino superior, isso entre 1976 e 1986. Fez o pós-doutorado pela Universität Tübingen, Alemanha. Iniciou suas atividades no Departamento de Linguística do IEL da Unicamp em 1987, onde atuou por quase 30 anos. Aposentou-se, mas continuou atuando como professora colaboradora do instituto por anos.

Ingedore Koch era professora titular desde 1999, em Análise de Discurso no IEL, onde implementou a área de linguística textual e formou inúmeros pesquisadores. Destacou-se nacionalmente por suas investigações e publicações. Seus livros são bibliografia frequente nos cursos de Letras do país.

Ela publicou mais de 20 obras, entre elas Ler e Escrever: Estratégias de Produção Textual, As Tramas do Texto, Ler e Compreender: os Sentidos do Texto e Referenciação e Discurso, Gramática do Português Culto Falado no Brasil: a Construção do Texto Falado, entre outros. Também produziu mais de uma centena de capítulos de livros e artigos. Integrou mais de 200 bancas de mestrados e doutorados. Orientou dezenas de teses e dissertações na Unicamp e em outras instituições. 

Pela importância de Ingedore na área, obras de relevância já foram publicadas em sua homenagem, como o recente livro Linguística Textual: Interfaces e Delimitações. Homenagem a Ingedore Grunfeld Villaça Koch, lançado em 2018.

A docente foi pesquisadora emérita pelo CNPq, título concedido pelo conjunto de suas obras científico-tecnológicas e por seu renome junto à comunidade científica.

A direção do IEL manifestou pesar à família e aos amigos pela perda de Ingedore. "Além de uma trajetória acadêmica exemplar, deixa muitas lembranças e saudades entre docentes, funcionários e alunos que com ela conviveram por muitos anos no Instituto", registrou a nota.