Avança diálogo para cooperação entre Unicamp e Estado de Úmbria na Itália

vzvsd
O desenvolvimento de um polo da área biomédica foi discutido na reunião

A comitiva do Estado Italiano da Úmbria foi recebida no Gabinete do Reitor na manhã desta terça-feira (30). O principal objetivo da reunião foi dar continuidade ao diálogo para trazer para Campinas e para próximo da Unicamp um conjunto de empresas da área biomédica. A região italiana abriga um polo de produção, pesquisa e inovação na área. Também foi discutida a cooperação na área de alimentos e cultura, com a possibilidade de trazer para o Brasil um tradicional festival de jazz italiano, o Úmbria Jazz, realizado na cidade de Perúgia no mês de julho.

A delegação italiana acaba de assinar um memorando de entendimentos com o Governo do Estado de São Paulo, visando à cooperação nas áreas econômica, de saúde, social, científica e cultural. O senador italiano Fausto Longo vem intermediando o diálogo entre os empresários italianos e os brasileiros. “Procuramos maximizar o que há de melhor nos dois países para que a relação Itália/Brasil possa resultar numa inserção mais competitiva de ambos no mercado internacional”, ressaltou.

A reunião teve a participação do responsável pelo Serviço de Relações Internacionais e Cooperação da Região da Úmbria e pelo Úmbria Jazz, Giampiero Rasimelli; do diretor da Área da Saúde da Região da Úmbria, Walter Orlandi; e do responsável pela área internacional da Confindústria, entidade representativa do empresariado na Úmbria para o setor biomédico, Maurizio Petrozzi.

O reitor Marcelo Knobel afirmou que a colaboração com a Itália representa mais um avanço importante da presença da Unicamp no mundo. “É uma região importante, com uma universidade já tradicional. Estamos dispostos a avançar na colaboração”, disse. O pró-reitor de Extensão e Assuntos Comunitários Fernando Hashimoto e a assessora da Diretoria Executiva de Relações Internacionais Elena Brugioni deram informações sobre a Unicamp e sobre o Instituto de Artes para os visitantes.

O secretário municipal de Saúde Cármino de Souza também participou da recepção. Ele comentou sobre a criação do polo biomédico atender aos interesses dos empresários brasileiros, italianos e da Unicamp. O secretário afirma que na esteira do polo poderá ser criada uma unidade hospitalar voltada à pesquisa e tratamento do câncer, complementar ao que já existe na cidade mas que isso ainda depende de financiamentos.

Imagem de capa

Participantes da reunião em foto no Gabinete do Reitor
Participantes da reunião em foto no Gabinete do Reitor