Unicamp e USP lamentam a morte do filósofo Oswaldo Porchat

O filósofo e professor emérito da Unicamp, Oswaldo Porchat de Assis Pereira da Silva, faleceu neste domingo (15), aos 84 anos. O docente foi fundador do Departamento de Filosofia do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) e do Centro de Lógica, Epistemologia e História da Ciência (CLE) da Universidade. O velório foi realizado nesta segunda-feira (16) no Salão Nobre da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da Universidade de São Paulo (USP), onde Porchat também foi professor. O corpo seria cremado no cemitério da Vila Alpina.

O Departamento de Filosofia do IFCH, a diretoria do CLE e o Departamento de Filosofia da FFLCH emitiram notas de pesar pela morte de Porchat [veja abaixo]. Os textos destacam as contribuições que o filósofo deu para a vida acadêmica e também para o desenvolvimento da filosofia no Brasil. “A pessoa dele, seu magistério, sua atuação sempre brilhante e generosa em todos os segmentos da vida acadêmica e o legado filosófico de sua obra perpetuam sua presença em nossas vidas”, assinalou a manifestação do Departamento de Filosofia do IFCH.

De acordo com a nota da direção do CLE, o impacto do trabalho sério e rigoroso de Porchat “alcançou grandes áreas do pensamento científico, sendo de grande honra ter este centro de estudos como a realização de um de seus projetos”. Manifestando-se sobre a obra do filósofo, o professor Alex Calheiros, da Universidade de Brasília (UnB), destacou: “o professor Osvaldo Porchat teve uma carreira longa e frutuosa. Formou dezenas de pesquisadores e influencia uma quantidade inumerável de estudantes ao longo de toda sua vida acadêmica. Excelente pesquisador, sempre se destacou nos estudos que empreendeu em lógica, em história da filosofia e em filosofia”.

Em novembro de 2011, Porchat recebeu o título de professor emérito da Unicamp, em solenidade realizada na sala do Conselho Universitário (Consu). Naquela oportunidade, o reitor Fernando Costa declarou que “é uma merecida homenagem a um dos mais importantes e prestigiados filósofos brasileiros, cuja atuação nesta Universidade abriu caminho para que ela se tornasse conhecida e respeitada internacionalmente no campo da filosofia”.

Convidada para fazer a saudação inicial ao homenageado, a então chefe do Departamento de Filosofia do IFCH, professor Fátima Regina Rodrigues Évora, a quem Porchat convidou como madrinha, fez o seguinte depoimento: “Ter sido convidada por ele foi sem sombra de dúvida a maior honra que recebi em toda a minha vida acadêmica. Mestre de toda uma geração de filósofos brasileiros, o professor Oswaldo Porchat é conhecido e respeitado no Brasil e no exterior, além de ser um dos pensadores mais finos e argutos deste país, com uma capacidade de síntese invejável. Destacou-se por sua disposição generosa de trabalhar institucionalmente, não apenas na criação de departamentos e centros de pesquisa, mas especialmente na implementação do sistema brasileiro de pós-graduação em filosofia, que muito deve a ele”.
 

 

Trajetória
Nascido em 1933, Oswaldo Porchat tinha bacharelado em letras clássicas pela USP (1956) e em filosofia pela Universidade de Rennes (1959), onde foi aluno de Victor Goldschmidt, de quem se considerava discípulo. Defendeu o doutorado em filosofia também pela USP (1967) e foi aluno residente da École Normale Supérieure, em Paris. Fez pós-doutorado na Universidade da Califórnia (Berkeley), em 1969-70, e na London School of Economics and Political Sciences (Londres), em 1983. De 1961 a 1975, atuou como professor de filosofia da USP, onde voltou a lecionar depois da passagem de dez anos pela Unicamp, até 1998. Definia-se como um filósofo neopirrônico.

Nota de pesar – Departamento de Filosofia do IFCH

É com enorme pesar que comunicamos o falecimento do Professor Oswaldo Porchat de Assis Pereira da Silva, fundador do Departamento de Filosofia da UNICAMP e do Centro de Lógica, Epistemologia e História da Ciência (CLE). Este é um momento de profunda tristeza e também de reconhecimento pelo inestimável valor das contribuições de Porchat para a Filosofia na UNICAMP e no Brasil. A pessoa dele, seu magistério, sua atuação sempre brilhante e generosa em todos os segmentos da vida acadêmica e o legado filosófico de sua obra perpetuam sua presença em nossas vidas. Manifestamos nossos mais sinceros pêsames aos familiares, amigas e amigos do Professor Porchat.

Nota de pesar – Centro de Lógica, Epistemologia e História da Ciências (CLE)

A Direção e a comunidade do Centro de Lógica, Epistemologia e História da Ciência (CLE/UNICAMP) lamenta informar o falecimento do fundador do CLE, professor Oswaldo Porchat de Assis Pereira da Silva, acontecido em 15/10/2017, aos 84 anos.

Nascido em Santos no ano de 1933, Oswaldo Porchat estudou Letras Clássicas na USP e Filosofia na Universidade de Rennes, na França. Em 1967, doutorou-se em Filosofia pela USP, com o trabalho intitulado A teoria aristotélica da ciência. Nesta mesma universidade, lecionou de 1961 a 1975, quando tornou-se professor e fundador do Departamento de Filosofia. Idealizou a criação do Centro de Lógica, Epistemologia e História da Ciência - CLE da UNICAMP em 1975, e em 1976 algumas atividades acadêmicas foram realizadas. A fundação oficial do CLE foi concretizada em 1977. Foi agraciado pelo governo francês com o título de Cavaleiro da Ordem das Palmas Acadêmicas, em 1984. Voltou à USP em 1985, recebendo o título de Professor Emérito da instituição, em 2001. Além disso, foi professor visitante em universidades estrangeiras, como a Universidade da Califórnia (Berkeley), a London School of Economics and Political Science e a École des Hautes Études en Sciences Sociales. Em 2011, Oswaldo Porchat recebeu o título de Professor Emérito da UNICAMP.

Conhecido como um dos poucos filósofos céticos do Brasil, Oswaldo Porchat acreditava ter encontrado no cetismo clássico um meio de libertar a vida comum da prisão dogmática, o que o levou a ter importante papel nos debates sobre a educação e ensino acadêmicos. O impacto de seu trabalho sério e rigoroso alcançou grandes áreas do pensamento científico, sendo de grande honra ter este centro de estudos como a realização de um de seus projetos.

À família e aos amigos, a direção do CLE manifesta suas profundas condolências neste momento de perda e de dor.

Nota de pesar do Departamento de Filosofia da FFLCH

É com enorme pesar que comunico o falecimento do Professor Oswaldo Porchat na tarde desse domingo. O significado da obra e da vida de Oswaldo Porchat para a história deste departamento e para o desenvolvimento da filosofia no Brasil não pode ser abarcado em poucas linhas. Limito-me a informar que o velório será realizado no Salão Nobre da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, a partir das 8 horas da manhã desta segunda-feira. O departamento de filosofia expressa sua mais profunda dívida para com Oswaldo Porchat e manifesta seus mais sinceros pêsames aos amigos e familiares.

Atenciosamente,

Prof. Luiz Repa - Chefe de Departamento

 

Leia mais sobre Oswaldo Porchat

Outras lógicas


Unicamp concede o título de Professor Emérito ao filósofo Oswaldo Porchat

 

 

 

 

O filósofo e professor Oswaldo Porchat durante a entrega do título de professor emérito da Unicamp
O filósofo e professor Oswaldo Porchat durante a entrega do título de professor emérito da Unicamp