Unicamp participa da elaboração de recomendações para cuidados de crianças traqueostomizadas

Acaba de ser publicado no Brazilian Journal of Otorhinolaryngology o primeiro consenso nacional de recomendações para cuidados de crianças traqueostomizadas. O documento foi idealizado pela Academia Brasileira de Otorrinolaringologia Pediátrica (ABOPe) com apoio da Sociedade Brasileira de Pediatria. O trabalho visa estabelecer a padronização dos cuidados oferecidos a crianças portadoras de traqueostomia e oferecer melhor qualidade de vida para esta população de risco.

Foram selecionados um grupo de 17 especialistas com experiência em traqueostomia na infância – otorrinolaringologistas, pediatras intensivistas, endoscopistas, pneumopediatras – com comprovada atuação prática no assunto, e que também contemplassem as diversas regiões do Brasil, de acordo com os critérios de inclusão e exclusão.

Da Unicamp participaram a médica da disciplina de Otorrinolaringologia da Faculdade de Ciências Médicas (FMC) e responsável pelo setor de otorrinolaringologia pediatria, Rebecca Maunsell, e o médico pediatria intensivista do Hospital de ClínicasMarcelo Barciela Brandão.

Mais na página da FCM