​​​​​​​Nota da Unicamp sobre segurança no Campus

Para ampliar a segurança no campus, a Unicamp está implementando, desde dezembro de 2013, o Programa Campus Tranquilo, consolidado a partir de um amplo debate com a comunidade interna, inclusive com as entidades representativas dos docentes, estudantes e funcionários.

Entre as medidas apresentadas e implementadas está o lançamento, em outubro de 2015, do Botão de Pânico, um aplicativo para celulares que permite a comunicação direta e rápida com a equipe de vigilância interna. O dispositivo foi desenvolvido pelo Centro de Computação da Unicamp.

A Unicamp também concluiu, em julho de 2015, um programa de aperfeiçoamento da iluminação do campus de Barão Geraldo, que recebeu investimentos da ordem de R$ 1,64 milhão. Em 120 dias, foram substituídos 3.300 pontos de iluminação, compreendendo o conjunto formado por braços, luminárias, lâmpadas e reatores.

A Unicamp também já disponibiliza um esquema de escolta sempre que requisitado, dentro do campus, para acompanhar as pessoas aos seus carros no estacionamento, principalmente no período noturno, todas devidamente registradas.

A Unicamp está atenta às ocorrências registradas no campus e estuda medidas para aumentar a segurança no local.

A Unicamp estabeleceu, ainda, convênio com a Prefeitura de Campinas para a implantação e operação no campus do Sistema de Monitoramento por Câmeras da Central Integrada de Monitoramento de Campinas (Cimcamp), visando o controle e gestão do acesso de veículos bem como permitir a integração com os demais órgãos públicos interligados à Cimcamp. O sistema entrou em operação em março de 2017. Foram instaladas 21 câmeras nas seis portarias do campus de Barão Geraldo, que passaram a controlar a entrada e saída de veículos. Caso haja alguma restrição a um determinado veículo (registro de furto ou roubo, por exemplo), um alarme é acionado na central de monitoramento. Imediatamente, entra em operação um protocolo que mobiliza agentes da própria CIMCamp e da Guarda Municipal (GM).