Pobreza no Brasil será pesquisada em colaboração com britânicos da Universidade de Cardiff

imagem mostra lixão com aves sobrevoando e no canto direito um catador de recicláveis
Imagem: Wilson Dias/ABr

Uma investigação sobre a pobreza no Brasil a partir do olhar da população será realizada por pesquisadores da Unicamp em colaboração com a Escola de Ciências Sociais da Universidade de Cardiff, capital do País de Gales, Reino Unido. O grupo conseguiu aprovar um financiamento do UK Global Challenges Research Fund (GCRF) para examinar a questão da pobreza utilizando um método chamado Abordagem Consensual já usado em diversos países. “A metodologia traz para o centro da identificação da pobreza a própria população e por isso democratiza o debate em torno da questão, buscando identificar necessidades socialmente percebidas”, destaca o professor Luis Renato Vedovato, do Observatório de Direitos Humanos da Unicamp.

O docente é um dos responsáveis na Unicamp pela pesquisa, juntamente com a professora Ana Elisa Spaolonzi da Faculdade de Educação (FE). Pela Universidade de Cardiff são responsáveis Shailen Nandy, professor em Política Social e William Baker. A população brasileira será representada em grupos focais cujos integrantes deverão responder a uma série de questões. Os resultados publicados podem subsidiar políticas públicas.

A Abordagem Consensual é uma combinação de métodos qualitativos e quantitativos para investigar se há consenso entre diferentes grupos da sociedade brasileira a respeito do padrão de vida que todos deveriam ter. Identificar as “necessidades socialmente percebidas” significa verificar itens e atividades que a maioria considera que todos deveriam ter acesso e dos quais ninguém deveria ser privado pela falta de recursos materiais. “Por exemplo, crianças terem acesso a pelo menos três refeições ao dia, pessoas terem roupas suficientes e poderem acessar os serviços de saúde quando necessário”, afirma o professor.

professor Vedovato gesticula em entrevista
Luis Renato Vedovato, do Observatório de Direitos Humanos da Unicamp, um dos coordenadores da pesquisa

De acordo com professor a metodologia é também uma das poucas ferramentas de pesquisa capaz de gerar dados para atender às expectativas dos Objetivos Internacionais de Desenvolvimento Sustentável, agenda proposta pela Organização das Nações Unidas (ONU), com o objetivo de ajudar o planeta a prosperar.

A pesquisa em colaboração com Cardiff é fruto de uma parceria estratégica que começou em dezembro do ano passado com a assinatura de um convênio entre as instituições. A pesquisa relacionada à pobreza enfoca um importante desafio social e econômico que o Brasil enfrenta, na opinião do professor Nandy. “Nosso objetivo é gerar informações que ajudem os formuladores de políticas públicas e o público em geral a entender como e por que a pobreza e a desigualdade social são geradas e persistem no Brasil. Todos os governos buscam o melhor para seu povo e essa colaboração internacional pretende fornecer evidências para ajudar a enfrentar esses importantes desafios sociais e econômicos”.

Leia mais sobre a colaboração entre a Unicamp e a Universidade de Cardiff:

Unicamp e Universidade de Cardiff em busca de integração

Unicamp recebe visita do reitor da Universidade de Cardiff

IG receberá workshop internacional em parceria com a Cardiff University

Unicamp assina acordo de cooperação com a Universidade de Cardiff