Ensino de matemática universitária ganha site de apoio a usuários de países de língua portuguesa

Professor Marcelo Firer, idealizador do site
Professor Marcelo Firer, idealizador do site

Um novo incremento computacional está permitindo apoiar as principais disciplinas básicas da graduação oferecidas pelo Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica (Imecc). Trata-se de um site que acaba de ser criado e que inicialmente visa contemplar o ensino de Geometria Analítica e Cálculo Diferencial de uma ou mais variáveis. Foi desenvolvido com recursos do Fundo de Apoio ao Ensino, à Pesquisa e Extensão (Faepex) da Unicamp, na linha de Ensino. “Todo estudante universitário de qualquer área de ciências básicas e de engenharia, de qualquer universidade do mundo, estuda esses conteúdos”, relata o seu idealizador, professor Marcelo Firer. "O site pode contemplar também usuários de outros países de língua portuguesa."

Segundo Firer, do Departamento de Matemática, são hoje cerca de 1.500 alunos da Unicamp matriculados por ano em cada uma dessas disciplinas. Mas esse amplo material também está sendo disponibilizado para professores e interessados de qualquer outra universidade. O site foi desenvolvido por uma empresa contratada com financiamento do Faepex, e os conteúdos foram selecionados, editados e produzidos por um grupo de pós-graduandos da Unicamp.

“A nossa plataforma inclui uma espécie de ‘mapa da mina’, no qual são traçadas equivalências entre as diversas referências bibliográficas da literatura. Há também uma coletânea de exercícios distribuídos por conteúdo, classificados por tipo de dificuldade e de exercício. Parte deles tem apenas respostas e, outra parte, só soluções. O aluno pode buscar resolvê-los sozinho e ainda avaliar o seu próprio desempenho”, conta o docente.

Ele revela que, no site, podem ser acessadas videoaulas gravadas por professores da Unicamp e de outras instituições do Brasil e do exterior. "Há uma série de microaulas, com duração de até dez minutos, sobre tópicos específicos de matemática. Ofertamos uma grande coleção de conteúdos que em geral são encontrados de forma pulverizada na internet e que foram reunidos no site de forma mais organizada. Também há provas e exames dessas disciplinas.”

Firer lembra que houve um trabalho intenso de digitação, seleção e organização do material. Somente o trabalho de seleção demorou dois meses. Outro trabalho intensivo foi o de revisão.

A plataforma, relata ele, já estava pronta desde o ano passado, mas faltavam algumas funcionalidades. "A principal dificuldade está em mostrar conteúdo matemático num sistema que permita ajuste de tela para uso no tablet, no smartphone. Para anotação matemática, ainda existem algumas limitações técnicas", diz. Mesmo assim, antes mesmo de anunciar a divulgação do site, a notícia do site já viralizou. Foram acessadas mais de 135 mil páginas de conteúdo desde o ano passado. Os principais acessos no final de 2017 partiram de Campinas, São Paulo, Rio de Janeiro, Maputo-Moçambique, Curitiba, entre outros lugares.

Modelo
A nova ferramenta pode interessar muito a professores, ressalta Firer. "Eles fazem um cadastro básico, entram com um login e elaboram as suas provas usando parte dos exercícios propostos. Podem fazer o seu exame e fazer um 'pdf' da sua prova. E podem adicionar exercícios em Latex (
utilizado amplamente na produção de textos matemáticos e científicos)”, descreve. “O objetivo do site é fornecer mais instrumentos para consulta. É oferecer um lugar onde existe conteúdo qualificado de apoio aos cursos.”

Na opinião de Firer, as dificuldades em relação à matemática são maiores para alunos que ingressam com lacunas significativas na sua formação prévia e para aqueles que passam pela experiência de, pela primeira vez, viverem sozinhos e de terem que organizar os seus estudos. “Tudo o que eles estudam aqui, principalmente nas disciplinas do Imecc, é significativamente mais complexo do que qualquer conteúdo que eles viram no ensino médio. Então ter um apoio para os estudos pode contribuir muito para o conhecimento desses alunos”, garante.

A única funcionalidade que demanda cadastro do usuário é a elaboração de provas. "Mas este é um processo rápido, realizado mediante poucos cliques. Exige apenas a escolha dos exercícios e também traz a possibilidade de acrescentar a esse material o seu próprio conteúdo", comenta.

A expectativa de Firer é que as pessoas utilizem o site, possivelmente justificando a sua expansão, tanto no sentido de incluir algumas outras disciplinas de alta demanda como adicionar funcionalidades a mais que não foram contempladas no site por limitação de recursos.

 

 

 

Imagem de capa

Site e funcionalidades para tablets e smartphones
Site e funcionalidades para tablets e smartphones