Centro de Computação da Unicamp completa 50 anos

O Centro de Computação (CCUEC) da Unicamp está presente em praticamente todas as atividades realizadas na Universidade desde a sua fundação. O desenvolvimento das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC´s) e sua centralidade na vida cotidiana estão registrados na história do CCUEC, que completa 50 anos esta semana.

“Desde sua criação, o Centro de Computação traz inovações para Unicamp, buscando as novas tecnologias da informação para melhorar o dia a dia das pessoas. Hoje, o CCUEC é um braço executor do núcleo estratégico da administração central, que decide os rumos da universidade”, afirmou Sandro Rigo, superintendente do centro, em entrevista ao Portal da Unicamp. “O CCUEC não abrange apenas informática e computação, cuida também da infraestrutura, da conectividade, da rede física e de toda telefonia, incluindo prospecção e manutenção”, destacou.

dois homens e uma mulher em pé frente a um painel com uma linha do tempo
Sandro Rigo, Rubens Queiroz de Almeida e Maria Inês Santi´Anna frente à linha do tempo da história do CCUEC

A expansão das funções desempenhadas foi ressaltada também por Rubens Queiroz de Almeida, superintendente associado do CCUEC. “A administração de recursos humanos foi o primeiro a solicitar os serviços do Centro de Computação para controlar a folha de pagamentos. Eram apenas três ou quatro grandes clientes. Hoje, atende todo mundo. Se você tem rede sem fio, você usa o serviço. O papel do CCUEC mudou drasticamente com o avanço da tecnologia”, argumentou.

Celebração e reflexão
As comemorações, que foram iniciadas em novembro de 2016, serão encerradas na sexta-feira (10), data em que o Centro de Computação completa seus 50 anos. O evento será realizado no auditório do CCUEC e contará com a presença do reitor Macelo Knobel.  “A ideia é fazer uma reflexão sobre tudo o que já foi feito e sobre o papel que o CCUEC, e toda área de tecnologia da informação (TI), vem tendo nos projetos estratégicos da Unicamp. Ver como cada vez conseguimos elevar nosso desempenho para ajudar a administração em geral, o ensino e a pesquisa”, afirmou Rigo.

Entre as atividades comemorativas, foi promovido no mês de julho o Férias no CCUEC, que trouxe os filhos dos funcionários ao Centro de Computação. “Foram 25 crianças e adolescentes que vieram aqui conhecer o local onde seus pais trabalham. Eles assistiram palestras sobre segurança da informação, fizeram um tour pela Unicamp, almoçaram no restaurante universitário e conheceram nosso museu de informática e o datacenter”, conta Maria Inês Santi´Anna, assessora da Superintendência do CCUEC, que lidera a comissão de comemoração do cinquentenário. Ao longo do ano, foram realizadas, também, palestras, exibições de filmes e debates.

mosaico com crianças
Filhos de funcionários visitam o CCUEC

Universidade Digital
O projeto Universidade Digital 2020, que busca a informatização dos processos administrativos e da gestão acadêmica, encampado pela administração central, deu ao CCUEC ainda mais relevo. “Muita coisa precisa ser trabalhada do ponto de vista da automação do processo de trabalho, do suporte de ferramentas de TI e das novas tecnologias em telefonia”, citou o superintendente.

Segundo ele, a Universidade Digital vai se dar pela composição de vários projetos, que estão sendo liderados pelo CCUEC ou que contam com sua participação. Dentre eles, foram citados a criação da nuvem computacional da Unicamp, a centralização dos serviços de TI, a substituição da telefonia tradicional pela telefonia pela internet (Voip) e a estruturação de uma rede de dispositivos inteligentes de controle e fiscalização das redes de iluminação e hidráulica (Smart Campus). “O objetivo é agilizar os processos e aumentar a eficiência através dos suportes de tecnologia de informação”, afirmou Rigo.

No caminho da digitalização do campus, já está disponível para download o aplicativo para celulares Unicamp Serviços. Através dele, a comunidade universitária pode consultar os cardápios dos restaurantes, verificar horários de ônibus e agendar consultas no Centro de Saúde da Comunidade (Cecom), por exemplo.