Além de aviação comercial, Boeing e Embraer negociam na área de defesa

Local de Publicação

VEJA.COM

Data de Publicação

Resumo

“A oportunidade é ótima para a Embraer colocar seus caças à venda nos países da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte)”, avalia Marcos Barbieri, especialista em indústria aeronáutica da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). “Por outro lado, precisamos avaliar se o contrato exigirá exclusividade de venda pela joint venture, o que trará prejuízos ao Brasil”, pondera.