Unicamp sedia grande final da 10ª Olimpíada Nacional em História

Imagem da ONHB

Alunos e professores de todo o Brasil desembarcam no próximo fim de semana (18 e 19 de agosto) em Campinas-SP para a grande final da 10ª Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB), um projeto realizado pelo Departamento de História da Unicamp. Com exceção do Amapá, todos os estados do país contam com representantes na final.

Ao todo, foram convocados para a final da competição 1,2 mil participantes, o que corresponde a um total de 311 equipes. Os finalistas chegaram nesta etapa após participarem de seis fases online durante os meses de maio e junho. As equipes são compostas por três alunos do Ensino Médio ou do 8º e 9º anos do Fundamental, além de um professor de História. A competição é aberta para escolas públicas e particulares.

Na grande final que ocorre neste fim de semana, os participantes realizarão uma prova dissertativa na manhã de sábado (18). O anúncio dos medalhistas ocorrerá na manhã do domingo (19), no Ginásio Multidisciplinar da Unicamp, em uma cerimônia emocionante que contará com a presença de autoridades, familiares, historiadores de relevância nacional, além de um divertido show de rock.

Neste ano, a ONHB teve a participação de 57,5 mil inscritos de todos os estados. O Nordeste conquistou destaque na competição e detém o maior número de finalistas nesta edição. O Ceará está em primeiro lugar com 118 grupos finalistas, seguido do Rio Grande do Norte (46); São Paulo (44), Pernambuco (34) e Bahia (12). Somente os quatro estados nordestinos representam, juntos, 67% do total de finalistas na competição.

Para a coordenadora da ONHB, Cristina Meneguello, a final presencial permite que alunos e professores vivam grandes experiências e conheçam participantes de vários lugares do país. “Eles têm a oportunidade de conhecer também uma universidade importante como a Unicamp. Para muitos, esta é a primeira vez em que saem de suas cidades e é sempre um momento inesquecível e marcante.”

Na cerimônia serão distribuídas 15 medalhas de ouro, 25 de prata e 35 de bronze, de acordo com a pontuação das equipes. Os demais participantes recebem medalhas de honra ao mérito. “A edição deste ano é ainda mais especial, pois comemoramos dez anos da Olímpiada, que se consolidou como um projeto inovador para o ensino de História no país”, acrescenta a coordenadora.

Como funciona a Olimpíada de História

A Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB) é um projeto realizado pelo Departamento de História da Unicamp. É composta por seis fases de provas realizadas de forma online, com duração de uma semana cada. As questões de múltipla escolha e realização de tarefas são respondidas pelos participantes por meio de debate, pesquisa em livros, internet e orientação do professor. O método, totalmente inovador, tem como principal objetivo incentivar o desenvolvimento da análise crítica e discussões sobre os mais variados assuntos, por meio de pesquisa e análise de textos, imagens e mapas. Dessa forma, a ONHB consolida-se como uma importante ferramenta de aprendizado do ensino de História. O projeto tem apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTic), do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) e do Programa de Pós-Graduação em História da Unicamp. 

Serviço:
Prova: dia 18/8, das 9h às 12h
Local: Prédio Básico II – Unicamp. Rua Sérgio Buarque de Holanda, 290. Cidade Universitária Zeferino Vaz.
Premiação: dia 19/8, das 8h às 13h
Local: Ginásio Multidisciplinar da Unicamp. Rua Elis Regina, Cidade Universitária Zeferino Vaz.

Conheça mais sobre a ONHB

olimpiadadehistoria.com.br

facebook.com/olimpiadanacionalemhistoriadobrasil/