África é tema de oficina no CIS-Guanabara

África é tema de oficina no CIS-Guanabara
Foto 1: O chef Marcelo Reis coordena a oficina de culinária no CIS-Guanabara
Foto 2: Apresentação de capoeira na gare homenageia a cultura afro-brasileira

Numa proposta de ação multicultural unida à experiência culinária, o CIS-Guanabara oferece no dia 18 de maio, das 14 às 17 horas, Oficina Cultural África. A proposta é celebrar o continente africano, raiz étnica de uma boa parte do povo brasileiro. O evento contará com oficina/degustação de Bolinho de Estudante (comida muito popular na Bahia, de origem Iorubá) coordenada pelo chef Marcelo Reis, responsável pelo Espaço Saberes e Sabores. O evento, dentro de uma proposta de mostrar aspectos da história e da cultura afro-brasileira, contará também com apresentação do capoeirista Neto.

O Espaço Saberes e Sabores e o chef Marcelo Reis têm como principais referências na cultura afro-brasileira três mulheres que se destacaram ao logo do tempo, tendo a culinária como sua principal fonte de sustento e resistência. Elas são Tia Ciata, Maria de São Pedro e Dinha do Acarajé, matriarcas do Saberes e Sabores. A história dessas mulheres e sua relação com a culinária permeiam as atividades programadas para o CIS-Guanabara.

Serviço
Oficina Cultural África
Data: 18 de maio
Horário: 14h00
Inscrições: Gratuitas aqui: http://www.cisguanabara.unicamp.br/inscricao72.htm
Número de vagas: 30
Local: CIS-Guanabara
Mais informações: cisguanabara.unicamp.br
Endereço: R. Mário Siqueira, 829 - Botafogo, Campinas (estacionamento gratuito no local).
Realização: Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (PROEC-Unicamp)