Busca no Clipping

Carta Capital

O Cientista político, colunista e professor da Unicamp Frederico de Almeida avalia que o impacto da lista de Janot “é grande e é difícil mensurar o que pode acontecer a partir de agora”, embora tanto os políticos, quanto a mídia tiveram tempo ante a morte de Teori para prepararem as defesas para esse momento, como é o caso do esforço em demonstrar que caixa dois seria algo distinto que propina.

Revista Amazônia

Como explicou Iscia Lopes-Cendes, professora da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Unicamp e integrante do BRAINN e da BIPMed, o genoma humano é altamente variável. “É possível encontrar trechos enormes duplicados ou ausentes quando comparamos diferentes indivíduos. E isso não necessariamente representa um problema, mas apenas uma variação normal”, afirmou.

Sul 21

Para o cientista político Reginaldo Moraes, professor do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), a Lista de Fachin não traz “novidades”, mas a sensação de crise de legitimidade, com o “desmonte geral” das instituições pode abrir espaço para soluções “heroicas”.

Sul 21

Segundo o cientista político Sebastião Velasco e Cruz, professor do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), o andamento das reformas pretendidas pelo governo Temer, entre as quais a da Previdência e a trabalhista, estará condicionado à mobilização da sociedade em defesa dos direitos ameaçados. “Isto pode ter efeito sobre todo o jogo político. Os deputados e os senadores vão pensar muito antes de aprovar as reformas que os indisponham com o eleitorado, já que correm o risco da cassação pelo voto em 2018, perdendo o foro privilegiado”, analisa o professor.

BOL

A professora Marise Aparecida Rodrigues Pollonio, da Faculdade de Engenharia de Alimentos da Unicamp alerta, porém, que a carne mecanicamente separada pode ser usada somente em produtos cozidos, como salsichas, mortadelas e linguiças calabresa. Existe um limite de quanta carne mecanicamente separada pode ser usada na fabricação de cada produto. O máximo é 60 gramas para cada 100 gramas do produto. 

CUT Brasil

Segundo o cientista político Sebastião Velasco e Cruz, professor do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), o andamento das reformas pretendidas pelo governo Temer, entre as quais a da Previdência e a trabalhista, estará condicionado à mobilização da sociedade em defesa dos direitos ameaçados. "Isto pode ter efeito sobre todo o jogo político. Os deputados e os senadores vão pensar muito antes de aprovar as reformas que os indisponham com o eleitorado, já que correm o risco da cassação pelo voto em 2018, perdendo o foro privilegiado", analisa o professor.

Último Segundo

A Comvest (Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp) receberá a partir do próximo dia 20 de abril, os pedidos de isenção da taxa de inscrição do vestibular 2018. Os pedidos deverão ser realizados até dia 23 de maio, exclusivamente pela internet. Para finalizar o processo, o candidato deve enviar a documentação necessária (descrita no Edital), pelo correio, para a Comvest até o dia 24 de maio. A falta de qualquer documento e/ou o envio após o prazo excluem o candidato do processo.

Primeira Edição

Pesquisa da Unicamp, em Campinas (SP), revela que 45% dos brasileiros com 18 anos ou mais sofrem de doenças crônicas não transmissíveis. E as principais são: hipertensão, diabetes, artrite e reumatismo, problemas na coluna, depressão e a asma.

UOL Blogosfera

“Subir essa idade para 70 anos é uma confissão do governo de que a Reforma da Previdência é excludente”, afirma Eduardo Fagnani, professor do Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), pesquisador do Centro de Estudos Sindicais e do Trabalho e coordenador da rede Plataforma Política Social.

Saúde É Vital

"Isso leva a sintomas como jato urinário fraco e intermitente, sensação de esvaziamento incompleto e vontade constante de ir ao banheiro, muitas vezes durante o sono", enumera o urologista Daniel Moser, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), no interior paulista. Se nada for feito, a situação se agrava e o sujeito sofre infecções, obstruções graves e até perda de função dos rins, dupla que filtra o sangue e retém impurezas do organismo.

Planeta Universitário

Como explicou Iscia Lopes-Cendes, professora da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Unicamp e integrante do BRAINN e da BIPMed, o genoma humano é altamente variável. “É possível encontrar trechos enormes duplicados ou ausentes quando comparamos diferentes indivíduos. E isso não necessariamente representa um problema, mas apenas uma variação normal”, afirmou.

Portal Canamix

“Identificamos alguns genes que são ativados por um dos principais maturadores químicos utilizados hoje nos canaviais e que podem ser alvos de manipulações futuras por engenharia genética para tentar chegar ao desenvolvimento de uma variedade de cana que acumule mais açúcar”, disse Marcelo Menossi, professor do Departamento de Genética, Evolução e Bioagentes do Instituto de Biologia da Unicamp e coordenador do projeto, à Agência FAPESP.

Combate Racismo Ambiental

Segundo o historiador Luiz Marques, professor do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), a “sangria” que o senador Romero Jucá pretendia “estancar”, em diálogo vazado que virou célebre, não ocorreu e, agora, as denúncias se voltam também contra o PMDB e o PSDB. Contudo, segundo o professor, enquanto o governo Temer contar com o apoio do mercado financeiro e do agronegócio, não deve cair, apesar de toda a crise de legitimidade.

A Tribuna Piracicabana

"Testamos os compostos extraídos do amendoim e da sua pele em nove bactérias e houve inibição do crescimento bacteriano em todas elas. O teste foi feito comparando-se com o antibiótico comercial Ampicilina. Esses compostos podem vir a ser utilizados como fontes de compostos antimicrobianos naturais, que podem auxiliar na prevenção de doenças de origem bacteriana", diz o pesquisador, que para esta pesquisa teve a colaboração do grupo chefiado pelo professor Anderson de Souza Sant'Ana, da Faculdade de Engenharia de Alimentos da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

Portal Vermelho

Para Eduardo Fagnani, economista e professor do Instituto de Economia (IE) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), a atual crise institucional e política, que teve se agravou nesta semana com dezenas de políticos passando a condição de investigados, aponta para a falência do atual sistema que, segundo ele, opera desde a ditadura. Para o professor, a saída é a reforma política, que não pode ser feita pelos políticos investigados, que também não têm legitimidade para levar adiante os projetos de reformas defendidos pelo governo Temer.

Folha de S.Paulo

Para Neury Botega, professor da Unicamp e fundador da Associação Brasileira de Estudos e Prevenção do Suicídio, um dos problemas da série é a ideia de apontar os culpados. “O suicídio é um fenômeno complexo o bastante para não suportar uma explicação simplista, uma causa e efeito”, afirma.

Folha de S.Paulo

Outra questão problemática levantada por especialistas ouvidos pela Folha e também por participantes de grupos de discussão sobre a série é a romantização do suicídio. A história da adolescente contada no pós-morte já traz esse elemento, de acordo com Luís Tófoli, professor de psiquiatria da Unicamp.

Correio Popular

O investimento privado em pesquisa na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) em 2016 mais que dobrou em relação ao ano anterior. As parcerias em busca de novos produtos, processos e inovação atraiu para a universidade R$ 59,6 milhões no ano passado, 129,2% a mais que em 2015, quando a Unicamp captou R$ 26 milhões. É um valor significativo, segundo o diretor executivo da Agência de Inovação Inova Unicamp, Milton Mori, principalmente porque o crescimento está ocorrendo em um período de crise econômica no País.

Brasil de Fato

Para Armando Boito, professor de Ciência Política da Unicamp e estudioso do mundo sindical, a Greve Geral de 1917 é um exemplo e nos ajuda a desmistificar a origem dos direitos trabalhistas. Segundo ele, as condições do movimento sindical – formado por imigrantes que sequer compartilhavam a língua - eram muito mais difíceis que as de hoje: “ No caso do Brasil da Primeira República, há um fator que diferencia demais a classe operária: a língua. Dificultava a unificação. Além disso, havia disparidades muito grandes no que diz respeito, por exemplo, à remuneração”.

Meio Norte

Outra ação comprovada em laboratório, com colaboração de um grupo chefiado por Anderson de Souza SantAna, da Unicamp, foi a atividade antimicrobiana. “Testamos os compostos extraídos do amendoim e da sua pele em nove bactérias e houve inibição do crescimento bacteriano em todas elas", diz o pesquisador.