Busca no Clipping

Cult

Gilda de Mello e Souza, até onde se sabe, dedicou dois únicos ensaios à obra clariciana, “O vertiginoso relance”, publicado em 1980 em Exercícios de leitura, e “O lustre”, que a revista Remate de Males, do Departamento de Teoria Literária da Universidade de Campinas (Unicamp), deu a conhecer em 1989.

Folha Notícias 10

Conforme explicou Fábio Piva, a novidade tecnológica, financiada pela FAPESP e desenvolvida em parceria com a Unicamp, armazena dados sobre o proprietário, o histórico de saúde e vacinação do animal, assim como identifica os pontos por onde ele passou caso tenha se perdido e venha a ser fotografado por outras pessoas, oferecendo um serviço de geolocalização que nem mesmo a aplicação de chips subcutâneos é capaz, além de não gerar custos.

O Liberal Americana

O professor do Nepo (Núcleo de Estudos Populacionais) da Unicamp, Everton Lima, acredita que com a freada dos casos da doença este número deve voltar a se estabilizar.

T13

Investigaciones realizadas por la Universidad de Campinas (Unicamp) y la Universidad de Sao Paulo (USP) determinaron que cinco especies nativas de Brasil son ricas en antioxidantes y tienen alta eficiencia antiinflamatoria en el organismo, comparable a la de las estrellas del mercado de alimentos saludables como el azaí y frutos rojos tradicionales como la fresa, el arándano, la mora y la frambuesa.

O Estado de S.Paulo

“Até recentemente a gente pensava que boa velhice era ir morar com os filhos. Agora as atuais gerações de idosos não querem mais ser dependentes. Quando você convive com pessoas da mesma idade, do mesmo nível de dependência, o avanço dos anos deixa de ser um problema e passa a ser uma experiência para as pessoas”, explica a Professora de Antropologia da Unicamp e autora do livro A Reinvenção da Velhice, Guita Grin Debert.

Correio Popular

Um trabalho coordenado pelo professor Rodrigo Ramos Catharino, da Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), realizado por pesquisadores da instituição de ensino, pode vir a contribuir para o diagnóstico e o tratamento do zika vírus.

O Estado de S.Paulo

Sérgio Mühlen, professor da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), falou sobre o Vila ConViver, projeto de cohousing previsto para ser construído no subúrbio de Campinas nos próximos anos.

Correio Popular

Artigo de Marcelo Knobel, Professor Titular de Física e Reitor da Unicamp - Nanomagnetismo e Gravação Magnética

G1

Também citou a Unicamp que tem parque tecnológico e incubadora de empresas. “Hoje a Unicamp gera mais de R$ 3 milhões, emprega mais de 20 mil pessoas. Porque nós não podemos fazer isso na região. Nós estamos falando para todas as ciências que existem na instituição. Temos que verificar também as licenciaturas que vão ter um papel fundamental nessa transformação”.

O Estado de S.Paulo

Quem não tiver estratégia para o seu envelhecimento vai fazer parte da estratégia de alguém.

Sérgio Mühlen, professor da Universidade de Campinas (Unicamp) e membro da Associação da Vila Conviver.

G1

A Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD) estima que 14,3 milhões de brasileiros tenham diabetes mas, de acordo com o endocrinologista e professor da Faculdade de Ciências Médicas (FMC) da Unicamp, Marcos Tambascia, "metade não sabe que tem a doença". Em Campinas (SP), a Secretaria de Saúde estima que a cidade tenha 100 mil diabéticos. "Temos praticamente uma epidemia", alerta.

UOL

Não é segredo que a tecnologia interfere no desenvolvimento infantil. Um estudo da Faculdade de Educação (FE) da Unicamp, em Campinas (SP), concluiu que as crianças que usam aparelhos eletrônicos sem controle e não brincam, ou brincam pouco, no "mundo real" podem ter atraso no desenvolvimento.

UOL

"Mas essas mudanças todas são muito insignificantes, quase imperceptíveis", pondera o ortopedista Sérgio Rocha Piedade, professor da Faculdade de Medicina da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas). "O encolher mais importante é aquele que ocorre com o passar dos anos", comenta.

Estadão

“Até recentemente a gente pensava que boa velhice era ir morar com os filhos. Agora as atuais gerações de idosos não querem mais ser dependentes. Quando você convive com pessoas da mesma idade, do mesmo nível de dependência, o avanço dos anos deixa de ser um problema e passa a ser uma experiência para as pessoas”, explica a Professora de Antropologia da Unicamp e autora do livro A Reinvenção da Velhice, Guita Grin Debert. Independência

24 Brasil

"Mas essas mudanças todas são muito insignificantes, quase imperceptíveis", pondera o ortopedista Sérgio Rocha Piedade, professor da Faculdade de Medicina da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas). "O encolher mais importante é aquele que ocorre com o passar dos anos", comenta.

A Cidade On

A crise econômica que atinge a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) ameaça um dos principais bens da universidade: sua orquestra sinfônica, que completou 35 anos de atividades neste ano.

Revista Canavieiros

Um outro trabalho, de pesquisadores da Unicamp, da USP e da Esalq, com colaboração de americanos, dinamarqueses e ingleses, estimou que essa troca até poderia ser toda provida pelo Brasil. Pelos cálculos, considerando as áreas de pastagem degradada no Brasil, e excluindo todas as áreas com vegetação nativa e de preservação permanente (APP) e de produção alimentar, a expansão do cultivo da cana no Brasil tem o potencial de substituir até 13,7% do petróleo consumido no mundo.

Brasil de Fato

Eduardo Fagnani, economista e professor da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), lembra que a aposentadoria por tempo de contribuição já considera a idade na fórmula de cálculo do valor do benefício. Ele pondera que o Fator Previdenciário, criado em 1999, já incentiva a postergação da aposentadoria, já que o valor passou a depender da idade pela fórmula 85/95.

StartSe

Em junho de 2017, o portal foi objeto de estudo de um trabalho científico que comprovou a eficácia da ferramenta na estimulação do processamento auditivo. A pesquisa é da Faculdade de Ciências Médicas da UNICAMP.

Profissional & Negócios

Desenvolvimento e Educação Continuada (CPDEC), em parceria com o Núcleo de Economia Industrial e Tecnologia da Unicamp, apontou que 90% dos entrevistados não denunciam por medo de retaliação. Ainda nesta pesquisa, 67% do público informou que têm conhecimento de desvios de ética e conduta graves, que acontecem no cotidiano das organizações. Um dos desvios mais citados foi a manipulação de dados gerenciais. Ou seja, o board dessas empresas aparentemente toma decisões “no escuro”.